Banca de QUALIFICAÇÃO: EZIO HENRIQUE CAPISTRANO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: EZIO HENRIQUE CAPISTRANO
DATA: 10/06/2014
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 1 - PPGPA/UFRN - Campus Macaíba
TÍTULO:

DESEMPENHO DE MATRIZES OVINAS E DE SUAS CRIAS EM RESPOSTA A SUPLEMENTAÇÃO EM PASTOS DE CAPIM-MASSAI


PALAVRAS-CHAVES:

Forragem, lotação intermitente, ovinos, Panicum maximum, produção animal, Semiárido.


PÁGINAS: 30
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Pastagem e Forragicultura
RESUMO:

O Semiárido possui grande extensão de áreas utilizadas para a produção agropecuária. No entanto, em virtude da variação qualitativa e quantitativa da forragem ao longo do ano, os sistemas de produção apresentam baixos índices zootécnicos. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de suplementos no desempenho de matrizes ovinas e suas crias em pastos de Panicum maximum cv. Massai. O experimento foi conduzido na área experimental do Grupo de Estudos em Forragicultura (GEFOR), localizada a 5° 53’ 34’’ de latitude Sul, 35° 21’ 50’’ de longitude Oeste e 50 metros de altitude. A área total utilizada sob pastejo foi de 1,068 ha (10.680 m²). Utilizou-se o delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro tratamentos: sal mineral à vontade; mistura múltipla (MM) à vontade; feno de Gliricídia, fornecido a 1,0% do PV; e farelo de soja, fornecido a 1,0% do PV. Foram utilizadas seis repetições para as avaliações do pasto (piquetes) e oito repetições (animais) para as avaliações de desempenho e produtividade. Foram utilizadas 40 matrizes, com peso médio inicial de 40,7kg acompanhadas das crias. Os animais foram mantidos no pasto sob lotação intermitente e a suplementação foi fornecida diariamente. Os animais foram pesados a cada sete dias e a produção animal foi avaliada quanto ao ganho médio diário (GMD) e ganho de peso vivo por área (GPV). Também foi avaliado o Escore de condição corporal (ECC), o retorno ao cio e a biometria dos cordeiros. A quantidade de suplemento foi ajustada a cada pesagem. No pré e pós pastejo, os pastos foram amostrados para as estimativas de altura, interceptação de luz (IL), índice de área foliar (IAF), teor de clorofila total, massa de forragem (MF), massa de forragem verde (MFV), massa de lâmina foliar (MLF), porcentagens de folha (PF), colmo (PC) e morto (PM), relação folha:colmo (RFC) e taxa de acúmulo de forragem (TAF). Com base nessas variáveis espera-se determinar o efeito dos suplementos no desempenho de matrizes ovinas e suas crias mantidas sob pastejo, e a resposta do capim-massai a esse tipo de manejo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 986835 - GELSON DOS SANTOS DIFANTE
Interno - 1726100 - MARCONE GERALDO COSTA
Externo ao Programa - 1639912 - VALDI DE LIMA JUNIOR
Notícia cadastrada em: 27/05/2014 15:04
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa17-producao.info.ufrn.br.sigaa17-producao