Banca de DEFESA: RAFAEL LEANDRO RAMOS DE OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RAFAEL LEANDRO RAMOS DE OLIVEIRA
DATA: 28/02/2014
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 2 do PPGPA
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DAS CARACTERÍSTICAS DE CARCAÇA E PERFIL DOS ÁCIDOS GRAXOS EM SUÍNOS NA FASE DE TERMINAÇÃO, ALIMENTADOS COM DIETAS CONTENDO FARELO DE BAGAÇO DE CAJU


PALAVRAS-CHAVES:

alimento alternativo, Anacardium occidentale, monogástrico, nutrição animal, Nordeste, suinocultura


PÁGINAS: 53
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Produção Animal
RESUMO:

Fornecer carnes mais saudáveis aos consumidores tem exigido dos suinocultores uma adequação da nutrição e do manejo alimentar. A nutrição é um dos fatores primordiais na definição dos aspectos qualitativos da carne suína, pois através dela podemos modificar o perfil dos ácidos graxos. O objetivo do trabalho foi analisar os efeitos da inclusão do farelo do bagaço do caju (FBC) nas dietas de suínos em terminação, sobre as características das carcaças e qualidade da carne. Foram utilizados 20 suínos mestiços, machos castrados com peso médio inicial de 60 ±7,42 kg/PV As dietas foram formuladas a base de milho e farelo de soja, contendo óleo vegetal, núcleo comercial e diferentes níveis de inclusão do farelo do bagaço do caju (0,0; 7,5%; 15,0%; 22,5% e 30,0%). O delineamento experimental foi de blocos casualizados, sendo 5 tratamentos e 4 repetições. Foram avaliados os parâmetros quantitativos, qualitativos, perfil de ácidos graxos no músculo Longissimus dorsi e na área de gordura. Observou-se que com a inclusão do FBC, os parâmetros de rendimento de carcaça, espessura de toucinho, área de gordura tiveram efeito linear negativo e a relação carne/gordura efeito positivo. Em relação ao perfil de ácidos graxos na área de gordura, o teor do ácido graxo linoleico no nível de 30% de FBC foi 18,2% superior (P<0,05) ao nível de 0,0% e no araquidônico o nível de 22,5% foi superior 33,3% e 37,5% aos níveis 0,0% e 15,0% (FBC) respectivamente. Conclui-se que os suínos em terminação podem ser alimentos com dietas contendo até 30% de FBC, melhorando a qualidade da carcaça pela menor deposição de gordura e modificação no perfil de ácidos graxos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 026.977.198-06 - JOSE APARECIDO MOREIRA - CAPES
Interno - 127.568.146-87 - LUCIANO PATTO NOVAES - NENHUMA
Externo à Instituição - FAVIANO RICELLI DA COSTA MOREIRA - IFRN
Notícia cadastrada em: 20/02/2014 14:04
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa24-producao.info.ufrn.br.sigaa24-producao