Banca de QUALIFICAÇÃO: THALITA POLYANA MONTEIRO ARAUJO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: THALITA POLYANA MONTEIRO ARAUJO
DATA: 19/12/2013
HORA: 11:00
LOCAL: Setor IV, Bloco A, Sala 10 (Campus Central da UFRN)
TÍTULO:

INFLUÊNCIA DO ESCORE DE CONDIÇÃO CORPORAL E DA ORDEM DE PARTO SOBRE A PRODUÇÃO E COMPOSIÇÃO DO LEITE DE VACAS DE RAÇAS ZEBUÍNAS


PALAVRAS-CHAVES:

desempenho produtivo, qualidade de leite, reprodução, reservas energéticas


PÁGINAS: 47
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
RESUMO:

A pecuária leiteira esta passando por modificações estruturais que condicionam mudanças na sua gestão técnica e econômica, gerando a necessidade do entendimento das suas atividades, por técnicos e produtores. Deste cenário, participam as raças zebuínas, que contribuem amplamente para bovinocultura leiteira brasileira, como pode ser verificado pelo efetivo crescente em sistemas de produção de leite. Diante disso, objetivou-se com esse trabalho estabelecer a relação do escore de condição corporal (ECC) no período do periparto ao terço médio da lactação e avaliar o efeito do ECC, bem como a ordem de Parto (OP) sobre a produção e composição do leite em vacas zebuínas. Para tanto, foram utilizadas 98 vacas das raças Gir e Guzerá. Os animais foram distribuídos em classes quanto à ordem de parto (primíparas e pluríparas), período de lactação e escore de condição corporal. Para o período de lactação, os animais foram divididos de acordo com os dias de lactação, assim os animais da classe I, tinham até 30 dias de lactação, os da II, de31 a90 dias e os da classe III, acima de 90 dias de lactação. A mensuração do ECC são realizada a cada 15 dias, sendo, os animais divididos em categorias (prenhes, lactação e secas). As vacas prenhas são acompanhadas desde os 30 dias antes do parto, ao mês do parto até 150 dias após o parto. Foram feitos os seguintes procedimentos estatísticos: estatística descritiva, análise de variância e análise de correlação usando o programa Statistical Analysis System - SAS (2002) e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey a 5,0% de probabilidade.  Resultados parciais confirmam a influência da ordem de parto e do ECC sobre a composição do leite, ambos apresentaram uma diferença significativa no teor de gordura, comprovando que este é o constituinte mais variável da composição do leite. Contudo, o estudo pretende desenvolver uma escala de escore de condição corporal adequada a vacas zebuínas podendo-se assim adotar uma recomendação mais próxima da realidade dos sistemas de produção que trabalham com zebuínos com aptidão leiteira, otimizando a produção desses animais.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2313454 - ADRIANO HENRIQUE DO NASCIMENTO RANGEL
Externo à Instituição - GUILHERME FERREIRA DA COSTA LIMA - EMPARN
Interno - 127.568.146-87 - LUCIANO PATTO NOVAES - NENHUMA
Interno - 1306682 - LUIS HENRIQUE FERNANDES BORBA
Notícia cadastrada em: 09/12/2013 11:08
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao