Banca de QUALIFICAÇÃO: FLAVIA SCIGLIANO DABBUR

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FLAVIA SCIGLIANO DABBUR
DATA : 30/06/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Videoconferencia
TÍTULO:

TÍTULO DO PROJETO DE TESE: Sabonete facial em pó com tensoativos naturais obtidos do subproduto de Agave sisalana Perrine (Sisal): desenvolvimento da formulação, avaliação da segurança e da eficácia in vivo.

TÍTULO DO PROJETO DE PESQUISA QUE SERÁ APRESENTADO NO EXAME: Desenvolvimento e análise in vitro e in vivo da eficácia de proteção solar em creme gel fotoprotetor contendo extrato da própolis vermelha de Alagoas.


PALAVRAS-CHAVES:

Própolis; Fotoprotetor; Cosméticos; Fator de proteção solar; Métodos in vitro e in vivo;


PÁGINAS: 98
RESUMO:

As radiações solares que alcançam a superfície terrestre são divididas de acordo com seu comprimento
de onda em ultravioleta, visível e infravermelha. Apesar dos efeitos benéficos, a radiação em excesso
é preocupante, podendo induzir ao envelhecimento precoce, depleção do sistema imunológico, catarata,
câncer e ouros danos cutâneos. Alguns cuidados podem ser tomados frente a essas radiações, podendo
ser elas fotoproteção profiláticas ou terapêuticas, e são divididas entre: físicas e químicas, que são os
cosméticos fotoprotetores. Os filtros UV, podem ser de origem natural ou sintética. Os ativos de origem
natural em sua maioria são componentes antioxidantes que fazem parte do sistema de defesa da planta
e/ou produto natural. Dentre os componentes de origem natural a própolis vermelha de Alagoas demonstrou efeitos comprovados no combate aos efeitos da radiação ultravioleta. Objetivo do projeto é
desenvolver e avaliar
in vitro e in vivo formulação de fotoprotetor contendo extrato da própolis vermelha
de Alagoas como incremento de fator de proteção solar. A metodologia será primeiramente análise
físico-química do extrato da própolis, desenvolvimento e análise
in sílico da formulação para escolha
correta dos filtros solares, estudos de estabilidade do produto acabado e avaliação
in vitro e in vivo de
fator de proteção solar e fator de proteção UVA. Resultados esperados é que se possa gerar produtos
bioativos para estímulo da comunidade local na produção da própolis, aumentar o valor agregado do
produto, gerar resultados com comprovação científica para a utilização de produto com Indicação geográfica e reduzir o quantitativo de filtros solares orgânicos na formulação de fotoprotetor.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1789788 - ADLEY ANTONINI NEVES DE LIMA
Externa ao Programa - 2569445 - LOURENA MAFRA VERISSIMO
Interna - 1490222 - SILVANA MARIA ZUCOLOTTO LANGASSNER
Notícia cadastrada em: 14/06/2021 21:43
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao