Banca de DEFESA: PEDRO MITZCUN COUTINHO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : PEDRO MITZCUN COUTINHO
DATA : 11/10/2019
HORA: 14:30
LOCAL: A definir.
TÍTULO:

Análise numérica comparativa entre pontes integrais e convencionais de
concreto armado sujeitas às ações indiretas de temperatura, retração e
fluência.


PALAVRAS-CHAVES:

Pontes integrais; Pontes de encontros integrais; Variação de temperatura;
Fluência; Retração.


PÁGINAS: 232
RESUMO:

O trabalho de pesquisa apresenta uma análise comparativa entre o
comportamento estrutural de pontes integrais de concreto armado com o
de uma ponte convencional, a fim de analisar a variação dos esforços e
deslocamentos gerados na estrutura devido às ações indiretas de fluência,
retração e variação de temperatura. Para tanto, foi considerada a
deformabilidade do solo através de interação solo-estruturas (ISE)
utilizando-se curvas p-y onde o solo vizinho às estacas é representado

por um conjunto de molas horizontais de comportamento não linear.
Ademais foi realizada uma análise numérica tridimensional de pontes
com três vãos por meio de programa baseado no método dos elementos
finitos, analisando-se 03 (três) sistemas estruturais diferentes: (a) ponte
integral; (b) ponte de encontros integrais e (c) ponte convencional, sendo
esta última composta por vãos isostáticos separados por juntas de
dilatação. Por fim foi realizada uma comparação entre os resultados
obtidos com os sistemas de ponte integral com o de ponte convencional e
uma comparação dos resultados obtidos do MEF com modelos analíticos,
utilizando-se a NBR 6118 (2014), NBR 7187 (2003) e NBR 7187 (1987)
para consideração da ação de temperatura e o modelo do Eurocode 2
(2004) para fluência e retração. Os resultados obtidos mostraram que a
ação do gradiente térmico originou momentos fletores negativos
significativos nas regiões de extremidades da ponte, principalmente na
região dos encontros, onde o momento apresentou seu valor máximo em
módulo. Com relação aos efeitos de fluência e retração, para os dois tipos
de sistemas integrais analisados, contatou-se que as ações de fluência e
retração provocaram efeitos desfavoráveis no vão de extremidade da
ponte gerando acréscimos de momentos fletores significativos, com
variação percentual máxima de 9,3%. Para a seção do encontro, este
efeito foi favorável, acarretando em redução do módulo dos momentos
negativos, com variação percentual máxima de 22,8%. Entretanto, apesar
de favoráveis, foi constatada uma maior influência dos efeitos reológicos
nas extremidades das pontes integrais. Por fim, analisando-se as flechas
no meio dos vãos de extremidades de cada modelo, foi possível constatar
que o fator de amplificação das deformações foi sempre maior para os
modelos de pontes integrais e de encontros integrais, evidenciando que
para estes tipos de sistemas estruturais, os efeitos da fluência e retração
são mais significativos e devem ser levados em consideração no projeto.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - SERGIO HAMPSHIRE DE CARVALHO SANTOS - UFRJ
Presidente - 1515200 - JOSE NERES DA SILVA FILHO
Interno - 2087565 - RODRIGO BARROS
Notícia cadastrada em: 30/09/2019 15:52
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao