PPGH/CCHLA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA Telefone/Ramal: Não informado https://posgraduacao.ufrn.br/ppgh

Banca de DEFESA: PABLO EDUARDO DA ROCHA SOUZA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PABLO EDUARDO DA ROCHA SOUZA
DATA: 30/08/2012
HORA: 14:00
LOCAL: Sala D-2 do setor II de aulas
TÍTULO:

O campo e o jogo: uma história do estádio Castelão (1963-1991)


PALAVRAS-CHAVES:

Castelão, futebol potiguar, espaço do futebol, mercadorização e massificação


PÁGINAS: 121
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: História
RESUMO:

O trabalho tem por objetivo analisar o planejamento, a construção e os usos do estádio Presidente Castelo Branco (Castelão), inaugurado em Natal, capital do Rio Grande do Norte, em 1972. Utiliza como principais fontes documentais os jornais impressos A República, Tribuna do Norte e Diário de Natal; fotografias das décadas de 1960, 1970 e 1980 e, finalmente, uma entrevista com Moacyr Gomes da Costa, arquiteto responsável pela construção do Estádio Castelão. Procura entender as mudanças e permanências advindas com a construção desse estádio para história do futebol e da cidade. Articula no corpo do texto a inauguração do estádio com o processo de mercadorização e massificação do futebol norte-rio-grandense, que ocorreu a partir da década de 1970. Indica os lugares onde se praticava o futebol em Natal antes da construção de um estádio e analisa as necessidades históricas que conduziram à edificação de uma praça esportiva. Discute a transformação das partidas de futebol em espetáculos lucrativos, que passaram a envolver grandes interesses econômicos. Investiga como políticos potiguares se utilizaram dos estádios de futebol como mecanismo de legitimação e concretiza esse debate com as atuações de Djalma Maranhão e de Cortez Pereira, que em tempos diferentes utilizaram esse mecanismo. Pesquisa os elementos que favoreceram a popularização vivenciada pelo futebol potiguar a partir da década de 1970, o papel da imprensa esportiva nesse processo e o surgimento das torcidas organizadas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1088824 - RAIMUNDO NONATO ARAUJO DA ROCHA
Interno - 1149437 - RAIMUNDO PEREIRA ALENCAR ARRAIS
Externo à Instituição - FÁBIO FRANZINI - UNIFESP
Notícia cadastrada em: 24/08/2012 09:10
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa27-producao.info.ufrn.br.sigaa27-producao