PPGH/CCHLA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA Telefone/Ramal: Não informado https://posgraduacao.ufrn.br/ppgh

Banca de DEFESA: DIEGO MARINHO DE GOIS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DIEGO MARINHO DE GOIS
DATA: 13/09/2012
HORA: 14:00
LOCAL: Sala C-4 do setor II de aulas
TÍTULO:

JARDIM DO SERIDÓ:

A construção dos espaços públicos na “Veneza Seridoense” nas primeiras décadas do século XX.


PALAVRAS-CHAVES:

Espaços, modernidade, cidade


PÁGINAS: 162
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: História
RESUMO:

Sendo o espaço e a cidade objetos de desejos, interesses, seduções, sedições, apropriações, batalhas, vitórias, derrotas; requerem que se analisem historicamente. Esta pesquisa investiga e problematiza a construção dos espaços públicos da cidade de Jardim do Seridó, sertão do Rio Grande do Norte, nas primeiras décadas do século XX, quando a municipalidade jardinense foi presidida por Heráclio Pires Fernandes, que governou a cidade de 1917 a 1930 e era formado pela Faculdade de Farmácia do Recife, onde entrou em contato com as influências arquitetônicas, políticas e artísticas que circulavam na capital pernambucana. Nas primeiras décadas do século XX, o espaço jardinense passa a ganhar enunciados e práticas, frente ao discurso da modernidade, que buscava legitimar o título de “Veneza Seridoense”. Nessa época, a cidade passou por diversas transformações em seus espaços públicos, através da construção do Açougue, o Mercado, as Estradas Públicas ligando a cidade aos outros centros urbanos, a edificação da Ponte da Fazenda Pedra Lavrada, o Grupo Escolar “Antônio de Azevedo”, a criação da Banda de Música “Euterpe Jardinense”, o Grêmio Literário e Recreativo Jardinense, o Coreto, o calçamento, arborização, iluminação, nomeação e numeração das ruas, a pintura anual das residências, a chegada dos automóveis, os correios e o telégrafo. A construção desses novos cenários e a chegada de equipamentos geraram impactos no cotidiano da população e foram recepcionados de forma diferenciadas pelos sujeitos envolvidos no processo, o que mostra a tensão entre o velho e o novo na relação em história e espaço.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - IRANILSON BURITI DE OLIVEIRA - UFCG
Interno - 350694 - MUIRAKYTAN KENNEDY DE MACEDO
Presidente - 1149437 - RAIMUNDO PEREIRA ALENCAR ARRAIS
Notícia cadastrada em: 13/08/2012 11:43
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa23-producao.info.ufrn.br.sigaa23-producao