PPGH/CCHLA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA Telefone/Ramal: Não informado https://posgraduacao.ufrn.br/ppgh

Banca de DEFESA: HELICARLA NYELY BATISTA DE MORAIS - (Retificação)

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: HELICARLA NYELY BATISTA DE MORAIS

DATA: 30/08/2010

HORA: 09:00

LOCAL: C5

TÍTULO:

Viagem e Escrita: do Ceará Mirim ao Recife e do Recife ao Ceará Mirim


PALAVRAS-CHAVES:

Memória, história, escrita memorialística, Ceará-Mirim/Recife,
Nilo Pereira.


PÁGINAS: 250

GRANDE ÁREA: Ciências Humanas

ÁREA: História

RESUMO:

O trabalho proposto analisa o processo de construção da escrita memorialística
do intelectual Nilo Pereira, nascido no início do século XX, na cidade de
Ceará-Mirm. A elaboração da escrita do cearamirinense é marcada por dimensões
afetivas e históricas, fruto da relação do autor com os grupos sociais nos quais
ele esteve inserido, como os regionalistas do Recife. A compreensão da formação
dessa escrita envolve a investigação dos dispositivos de construção da memória e
também da formação e manutenção de um grupo, já que tanto a elaboração de uma
escrita sobre si, como a formação de um grupo, implicam um desejo
auto-formativo. Para compreender o processo de formação da escrita
memorialística de Nilo Pereira, analisamos crônicas e livros que ele publicou
durante meio século de exercício intelectual, aproximadamente, de 1939 a 1988,
associando a esse conjunto a leitura de uma bibliografia que ajudou a
reconstituir o contexto histórico e social no qual o autor estava inserido. Não
estudamos, portanto, um período exato da escrita do autor. Tentamos apreender em
cada período as características do homem e da escrita, tentando compreender a
lógica da sua trajetória intelectual. No entanto, elegemos o período de 1939 a
1969 como o eixo principal de nossa análise por compreender o momento da
publicação do primeiro texto memorialístico do autor e da publicação de Imagens
do Ceará-Mirim, que consideramos o primeiro momento de sistematização dessa
escrita memorialística.Tomamos como referências básicas de nossa análise os
livros Evocação do Ceará-Mirim (1959), A rosa verde (1982) e Imagens do
Ceará-Mirim (1969). Tomamos esse último como referência base de nossa análise
por considerá-lo o mais elaborado dos livros de memória do autor, representando
a síntese do memorialismo praticado por ele. De um modo geral, o trabalho aqui
apresentado investiga a escrita de Nilo Pereira e sua relação com um grupo de
intelectuais nordestinos da primeira metade do século XX e a cidade de
Ceará-Mirim.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1149437 - RAIMUNDO PEREIRA ALENCAR ARRAIS
Interno - 350694 - MUIRAKYTAN KENNEDY DE MACEDO
Externo à Instituição - TANIA REGINA DE LUCA - UNESP
Notícia cadastrada em: 23/08/2010 15:53
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa25-producao.info.ufrn.br.sigaa25-producao