PPGH/CCHLA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA Telefone/Ramal: Não informado https://posgraduacao.ufrn.br/ppgh

Banca de DEFESA: DJAIR SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DJAIR SILVA
DATA : 29/08/2017
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório D do CCHLA
TÍTULO:

Bolsa Família e Educação COntextualizadas: Histórias e sementes de empoderamento das mulheres do semiárido baiano. 


PALAVRAS-CHAVES:

Empoderamento, Bolsa Família, Educação Contextualizada.


PÁGINAS: 220
RESUMO:

A presente dissertação de mestrado tem como objetivo compreender a contribuição do Programa Bolsa Família e da Educação Contextualizada que se utiliza do Método CAT – Conhecer, Analisar, Transformar – para o processo de empoderamento das mulheres do semiárido baiano em relação às permanências e mudanças nas relações sociais, políticas e organizativas, analisando como o empoderamento reestrutura a inserção das mulheres e altera a dicotomia público/privado no contexto das comunidades rurais do Território do Sisal. O Bolsa Família, por meio da política de transferência de renda, controle e gestão de recursos interfere na autonomia, na autoestima e na independência econômica das mulheres em relação aos seus conjugues, bem como por meio de condicionalidades, aproxima a população pobre dos serviços públicos de saúde e educação, sendo que essa situação interfere no ciclo intergeracional da pobreza nas famílias beneficiárias. Por outro lado, a Educação Contextualizada por meio de um projeto político pedagógico de empoderamento e de convivência com o semiárido estimula o protagonismo político e a cidadania participativa das mulheres. Por se tratar de uma História do Tempo Presente a nossa pesquisa se utilizou de narrativas das histórias de vida a partir da seleção de um grupo de mulheres representativas, com aplicação de questionário e realização de entrevistas. Além disso, a pesquisa se utiliza do levantamento bibliográfico e outras fontes secundárias de pesquisa. Os resultados apontam para a ampliação dos espaços das mulheres nas tomadas de decisões econômicas, familiares e educacionais. As mulheres valorizam bastante a independência financeira gerada pelo Programa Bolsa Família e a redução da dependência em relação aos companheiros, bem como o poder de decisão pela capacidade de planejamento que o Bolsa Família propiciou para as beneficiárias. É importante observar que as mulheres das organizações da sociedade civil e que mantém algum vinculo com as ações do MOC/CAT falam claramente em mudanças de papeis dentro da família, sendo que praticamente todas se sentem as principais provedoras ou pelo menos dividindo de forma compartilhada as decisões sobre o usos dos recursos dentro da família. A pesquisa percebeu uma diferença muito grande no valor atribuído à educação do campo por parte das beneficiárias que foram alunas da escola CAT e que atuam na sociedade civil em relação ao grupo de mulheres que tem apenas filhos frequentado a escola CAT. As mulheres que foram alunas CAT e atuam na Sociedade civil acreditam que a Educação Contextualizada teve um papel transformador em suas vidas, enquanto o grupo de mulheres que tem apenas filhos, muitas desconhecem inclusive a terminologia CAT. Logo, o empoderamento econômico das mulheres por meio do controle dos recursos da família, ao propiciar tomadas de decisões e capacidade de escolhas, quando conectado a processos de formação e participação por meio da Educação Contextualizada têm contribuído para o empoderamento e inserção das mulheres nos espaços públicos da sociedade.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 6350775 - HENRIQUE ALONSO DE ALBUQUERQUE RODRIGUES PEREIRA
Externo à Instituição - IRANILSON BURITI DE OLIVEIRA - UFCG
Interno - 1675519 - SEBASTIAO LEAL FERREIRA VARGAS NETTO
Notícia cadastrada em: 18/08/2017 18:07
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa23-producao.info.ufrn.br.sigaa23-producao