PPGH/CCHLA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA Telefone/Ramal: Não informado https://posgraduacao.ufrn.br/ppgh

Banca de QUALIFICAÇÃO: DJAIR SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DJAIR SILVA
DATA : 05/04/2017
HORA: 09:30
LOCAL: C4- SETOR II
TÍTULO:

TITULARIDADE FEMININA NO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA E PROTAGONISMO POLÍTICO CAT DE EDUCAÇÃO CONTEXTUALIZADA: SEMENTES DE EMPODERAMENTO DAS INSURGENTES MULHERES DO SEMIÁRIDO BAIANO


PALAVRAS-CHAVES:

 Empoderamento, Bolsa Família, Educação Contextualizada.


PÁGINAS: 220
RESUMO:

A presente dissertação de mestrado tem como premissa a necessidade de inferir sobre as possibilidades do Programa Bolsa Família e do Projeto CAT de Educação Contextualizada para convivência com o semiárido em relação às permanências e mudanças dos arranjos e das reproduções sociais ancoradas na dicotomia público/privado, com impactos no empoderamento das mulheres no contexto das comunidades rurais do Território do Sisal. Ao analisar o PBF e a metodologia CAT, a partir do enfoque do empoderamento, procura-se verificar em que medida essas iniciativas de transferências de renda e de políticas educacionais modificam as relações das mulheres com os espaços públicos e privados em um contexto. O Bolsa Família, por meio da política de renda. Interfere na autonomia econômica e, por meio de condicionalidades, aproxima a população pobre dos serviços públicos de saúde e educação, essa realidade interrompe o ciclo interacional da pobreza, em famílias com forte gerenciamento dos recursos por parte da mulher. Já o Projeto CAT, por meio da de um projeto político pedagógico de empoderamento e de convivência com o semiárido. Para a consecução deste estudo foi realizado levantamento bibliográfica e pesquisa de campo. Para a coleta dos dados utilizamos como instrumento a entrevista, contendo um roteiro de perguntas semiestruturadas, questionário, construção de histórias de vida a partir das falas e narrativas das mulheres, tudo por meio da pesquisa-ação, no conjunto dos municípios do Território do Sisal com aprofundamento no município de Conceição do Coité. Os resultados preliminares apontam para a ampliação dos espaços das mulheres nas tomadas de decisões econômicas, familiares e educacionais. As mulheres valorizam bastante a independência financeira gerada pelo PBF e a redução da dependência do salário do marido/companheiro; assim como, o aumento do respeito dentro do grupo familiar em relação ao desempenho de papeis. Por outro lado, se sentiram mais sobrecarregadas com as atividades inerentes ao atendimento das condições exigidas pelo PBF, questionamento que se apresenta mais forte no grupo de mulheres protagonistas do Projeto CAT, que salientam bastante a importância da divisão dos papeis no espaço privado da família. Chama atenção o valor atribuído à educação por parte das beneficiárias que tem filhos na escola do Projeto CAT, em função delas se sentires participantes ativas e não apenas preocupada com frequência escolar. Logo, o empoderamento econômico das mulheres por meio do controle dos recursos da família, ao propiciar tomadas de decisões e capacidade de escolhas, quando conectado a processos de formação e participação política com ampliação do Estado dos direitos têm contribuído para a inserção das mulheres na sociedade civil. 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2177374 - FATIMA MARTINS LOPES
Presidente - 6350775 - HENRIQUE ALONSO DE ALBUQUERQUE RODRIGUES PEREIRA
Interno - 1675519 - SEBASTIAO LEAL FERREIRA VARGAS NETTO
Notícia cadastrada em: 27/03/2017 10:47
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao