PPGH/CCHLA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA Telefone/Ramal: Não informado https://posgraduacao.ufrn.br/ppgh

Banca de QUALIFICAÇÃO: PAULO RIKARDO PEREIRA FONSECA DA CUNHA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PAULO RIKARDO PEREIRA FONSECA DA CUNHA
DATA: 03/09/2014
HORA: 09:00
LOCAL: C4, setor II de aulas
TÍTULO:

A construção de espaços do trabalhador na cidade do Natal:

Práticas e discursos de João Café Filho (1921-1966)


PALAVRAS-CHAVES:

Biografia; Cultura Política; Café Filho.


PÁGINAS: 80
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: História
RESUMO:

Ao longo da primeira metade do século XX, vimos à emergência de dois grupos sociais que passaram a reivindicar uma maior participação política. A classe média e os trabalhadores urbanos se constituíram assim como novos protagonistas das mudanças que ocorriam na sociedade brasileira. Ao selecionar a biografia de João Café Filho podemos perceber, não apenas o surgimento desses novos atores sociais, mas sim a associação que existia entre eles. O presente trabalho visa entender como o indivíduo Café Filho por meio de práticas e discursos construiu espaços para os trabalhadores da cidade do Natal. Sua atuação política foi pautada por uma aproximação com esse grupo social. Por meio de seus discursos (em artigos de jornais, em pronunciamentos e em suas memórias) e de suas práticas (nos sindicatos, na chefia de polícia, na Câmara Federal e no Catete), Café construiu uma determinada visão do que era ser trabalhador e quais espaços eles deveriam integrar. Ao constituir essa visão, estabeleceu para si mesmo uma identidade de “guia” dos trabalhadores. O recorte que estabeleço se coaduna com o usado pelo biografado em suas memórias, isto é, de 1921, o ano no qual nasce enquanto político em meio a uma greve de pescadores e trabalhadores das Rocas, até 1966, ano no qual escreveu sua biografia. Esse recorte amplo também se constituiu enquanto tentativa de perceber o fazer-se do sujeito, isto é, os momentos de inflexão e de dúvidas pelos quais toda vida humana atravessa. Essas práticas e discursos de Café Filho foram compreendidos a partir da análise de artigos de jornais, de trabalhos memorialísticos, dos anais da Câmara Federal e dos discursos presidenciais proferidos por esse sujeito, em consonância com os debates travados sobre a questão das biografias na história e da constituição de culturas políticas.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1149464 - HELDER DO NASCIMENTO VIANA
Presidente - 1088824 - RAIMUNDO NONATO ARAUJO DA ROCHA
Interno - 1149437 - RAIMUNDO PEREIRA ALENCAR ARRAIS
Notícia cadastrada em: 03/09/2014 08:20
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao