PPGARC PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTES CÊNICAS DIREÇÃO DO CCHLA Telefone/Ramal: (84) 99193-6340 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgarc

Banca de DEFESA: RAQUEL FRANCO ALMEIDA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RAQUEL FRANCO ALMEIDA
DATA: 30/08/2013
HORA: 15:00
LOCAL: Sala 19 - Departamento de Artes da UFRN
TÍTULO:

A RUA É O PICADEIRO E O CÉU É A LONA: A criação de uma palhaça brincante


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras-Chave: palhaça brincante, processo de criação, comicidade, espaço urbano, teatralidade.

Palabras-claves: payaça brincante, proceso de creación, cómic, espacio urbano, teatralidad.


PÁGINAS: 102
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Artes
SUBÁREA: Teatro
RESUMO:

RESUMO: Esta dissertação tem com objetivo investigar o meu processo de criação da palhaça Keke Kerubina, explicitando como a experiência na criação de uma palhaça abrange singularidades criativas e agenciamentos sensíveis ao longo do processo, que ressoam nas práticas expressivas do corpo, em ressonância com o espaço de atuação e ação cênica. Por conseguinte a investigação durante essa trajetória de composição foram revelando uma palhaça que crava sua comicidade, individualidade e atuação na exploração da corporeidade brincante advinda dos brinquedos populares maranhenses do bumba-meu-boi e tambor de crioula, o que gestou durante a pesquisa a noção de palhaça brincante. Esse contexto de abordagem também imbrica a análise do espaço cênico de criação e atuação da palhaça que é a rua, revelando-se como ambiente multifacetado de construções sígnicas, bem como de sujeitos e práticas sócio-culturais, sendo que este universo atravessa e influência o processo criativo em questão e são analisados na pesquisa a partir do jogo relacional entendido na tríade espaço urbano – palhaça brincante – público.  No último capítulo a pesquisa desvenda o estudo da prática da cena, levando em consideração a análise da encenação, teatralidade e atuação que conformam o espetáculo solo da palhaça em pauta, intitulado “Circuluz Brincante”.

RESUMEN: Esta tesis tiene como investigar mi proceso de creación del payasa Keke Kerubina explicar cómo la experiencia en la creación de una payasa abarca singularidades creativas y conjuntos sensible a lo largo de proceso, que resuenam em las prácticas expressivas del cuerpo, en resonancia con el espacio de trabajo y acción escénica. Por lo tanto la investigación durante el curso de la composición se revela una payasa que se sumerge su comedia, individualidad, acción en la exploración de la corporeidad brincante derivado de los juguetes populares maranhenses de lo bumba-meu-boi y tambor de crioula, que gênero durante la investigación la noción de payaça brincante. Este enfoque tambiém se superponen el análisis de lo espacio escénico de la creación y acción de la payaça que es la calle, mostrando cómo el médio ambiente construcciones multifacéticos de signos, así como de los individuos y las prácticas socio-culturales, y esto universo cruza y influir en el proceso creativo y se analizan en el estúdio desde el juego relacional entendido en la tríada espacio urbano – payaça brincante – público. En el último capítulo la investigación describe el estudio de la práctica de la escena teniendo en cuenta el análisis de la encena, teatralidad y acción que conformam espectáculo del payasa en cuestión, titulado “Circuluz Brincante”.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1288360 - NARA GRACA SALLES
Interno - 2200162 - TEODORA DE ARAUJO ALVES
Externo à Instituição - URÂNIA AUXILIADORA SANTOS MAIA DE OLIVEIRA - UFG
Notícia cadastrada em: 06/08/2013 14:39
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa19-producao.info.ufrn.br.sigaa19-producao