PPGARC PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTES CÊNICAS DIREÇÃO DO CCHLA Telefone/Ramal: (84) 99193-6340 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgarc

Banca de QUALIFICAÇÃO: LUCIANA INDAIA PERDONSINI DE OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUCIANA INDAIA PERDONSINI DE OLIVEIRA
DATA: 03/07/2012
HORA: 17:00
LOCAL: Sala 25 - Departamento de Artes da UFRN
TÍTULO:

Pseudorrealismo: A linguagem cênica da Indústria Cultural. Arte, encenação e adestramento.


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras-Chave: Encenação; Indústria Cultural; Estética Cênica.

Key-Words: Staging; Cultural Industry; Scenic Aesthetic.


PÁGINAS: 73
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Artes
RESUMO:

RESUMO: A presente dissertação de mestrado toma como objeto de investigação o Naturalismo Domesticado – presente na crítica feita por Theodor W. Adorno e Max Horkheimer à Indústria Cultural. A análise foi orientada pela questão “encenação”. Grande parte da crítica dos filósofos foi destinada ao caráter ideológico de determinadas encenações produzidas naquela época – Século XX – cuja construção das cenas baseava-se na pseudoduplicação da realidade corrente. A perspectiva do real apresentada aos espectadores é uma perspectiva ilusória que mistifica aqueles que ali se veem refletidos. No entanto, a constituição objetiva da cena produz identificação, na medida em que o espectador estabelece analogia entre a ficção e a sua realidade, aceitando as informações que lhe são transmitidas de maneira passiva. Assim, o naturalismo domesticado é capaz de impor padrões de comportamento e de consumo, aceitos sem resistência pelas massas, e é nisso que consiste sua ideologia. Foram elencados e sistematizados os aspectos da crítica que estão diretamente relacionados com a encenação em si. Foi dado enfoque sobre os elementos que caracterizam a linguagem cênica da indústria cultural. O objetivo da pesquisa é identificar o pseudorrealismo cênico contemporâneo a partir da crítica deixada por Adorno e Horkheimer.

 ABSTRACT: This dissertation takes as its object of investigation the Domesticated Naturalism – present in the criticism by Theodor W. Adorno and Max Horkheimer on Cultural Industry. The analysis was guided by the subject "staging." Much of the criticism made by the philosophers was directed to the ideological nature of certain staging made at that time - the twentieth century – whose scene´s construction was based on the pseudoduplication of the current reality. The prospect of reality presented to viewers is an illusory one which mystifies those who see themselves reflected there. However, the objective constitution of the scene  produces identification, to the extent that the viewer establishes an analogy between fiction and reality, accepting the information given to them passively. Thus, the domesticated naturalism is able to impose standards of behavior and consumption accepted without resistance by the masses, and that is what it´s ideology consists of. Were listed and systemized the aspects of the criticism that are directly related to staging itself. Emphasis was placed on the elements that characterize the scenic language of the Cultural Industry. The objective of this research is to identify the contemporary scenic pseudorealism as from the criticism left by Adorno and Horkheimer.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2306291 - TASSOS LYCURGO GALVAO NUNES
Interno - 3490575 - ADRIANO CHARLES DA SILVA CRUZ
Externo ao Programa - 1760618 - OLAVO FONTES MAGALHAES BESSA
Notícia cadastrada em: 02/07/2012 10:09
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa21-producao.info.ufrn.br.sigaa21-producao