PPGARC PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTES CÊNICAS DIREÇÃO DO CCHLA Telefone/Ramal: (84) 99193-6340 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgarc

Banca de QUALIFICAÇÃO: JAN MACEDO JAEDSON SOUZA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JAN MACEDO JAEDSON SOUZA
DATA : 15/10/2021
HORA: 09:30
LOCAL: Departamento de Artes
TÍTULO:

APROXIMAÇÕES ENTRE A MEDITAÇÃO VIPASSANA E METODOLOGIA ANGEL VIANNA COMO REFERÊNCIAS PARA CRIAÇÃO EM DANÇA


PALAVRAS-CHAVES:

Dança, Meditação Vipassana, Metodologia Angel Viana, Processo de criação, Consciência Corporal. 


PÁGINAS: 95
RESUMO:

O corpo e suas experiências são um vasto material cênico. Antes de seguir orientações e guias de um coreógrafo a intuição leva ao reconhecimento do próprio material de vida enquanto tema a ser dançado, mas é preciso o silêncio em observação. Esse estudo apresenta aproximações entre a Metodologia Angel Vianna e a Meditação Vipassana como suportes para criação em dança. Registra o processo de criação do solo de dança “Uirapuru, tempo brasil” compartilhando a experiência de como o corpo, através da meditação e da consciência corporal, vivencia um processo criativo aproveitando interferências e acontecimentos do cotidiano. A Metodologia Angel Vianna e a Meditação Vipassana são práticas que estimulam a observação e o silêncio, uma através do movimento do corpo e a outra, da mente. A aproximação entre essas duas práticas fornece auxílio para um processo criativo diante dos desafios da atualidade. A pesquisa tem abordagem fenomenológica e parte do registro das experiências vividas pelo próprio autor, artista da dança, nos processos de criação de Uirapuru, tempo Brasil, tendo como intento a redução fenomenológica e a interpretação, tanto dos acontecimentos do corpo na relação com o cotidiano quanto dos ensaios de criação. Além da obra Fenomenologia da Percepção de Merleau-Ponty, que oferece uma abordagem teórico-metodológica para a pesquisa, outras referências estão sendo utilizadas como: os estudos de Jorge de Albuquerque Vieira sobre Umwelt e complexidade, assim como as pesquisas de Karenine de Oliveira Porpino sobre a relação entre Dança, atenção e práticas meditativas, dentre outras. O solo de dança “Uirapuru, tempo brasil” tem como base a lenda de um pássaro em extinção na Amazônia e apresenta relação com os recentes desmatamentos da floresta, assim como a desvalorização da cultura dos povos indígenas, enquanto pilar de estruturação da cultura brasileira. Esse tema surgiu pelo constante debruçar sobre a Metodologia Angel Vianna e a prática diária da Meditação Vipassana. O material Cênico está sendo consolidado na medida em que os acontecimentos sócio-políticos interferem na realidade do autor artista, estando esse corpo/mente constantemente sensibilizado pelos mergulhos proporcionados pela meditação e pela consciência corporal.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - DANIEL REIS PLÁ
Presidente - 1755707 - KARYNE DIAS COUTINHO
Interno - 1754863 - ROBSON CARLOS HADERCHPEK
Notícia cadastrada em: 14/09/2021 10:55
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa20-producao.info.ufrn.br.sigaa20-producao