PPGARC PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTES CÊNICAS DIREÇÃO DO CCHLA Telefone/Ramal: (84) 99193-6340 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgarc

Banca de DEFESA: FRANK DUESBERG

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FRANK DUESBERG
DATA : 22/03/2018
HORA: 09:30
LOCAL: Departamento de Artes - UFRN- Sala 38D
TÍTULO:

Experiência trágica: do conceito ao experimento.


PALAVRAS-CHAVES:

Performance. Experiência trágica. Teatro contemporâneo. Hans-Thies Lehmann. Heiner Müller.


PÁGINAS: 102
RESUMO:

Esta pesquisa indaga a possibilidade de uma experiência trágica de um espectador no teatro contemporâneo. O objetivo é questionar a possibilidade da concentração do trágico, por exemplo, em um gesto performático. Hans-Thies Lehmann, no seu livro ‘Tragödie und dramatisches Theater’ (2014), reflete sobre a experiência trágica, que envolve vários aspectos, como a estetização de um acontecimento trágico, a cisão dessa estetização e uma reflexão. Foram criados e pesquisados múltiplas reescritas, experimentos e fragmentos reunidos sob o nome de ‘Estrada V’, baseados principalmente na obra ‘A Estrada de Volokolamsk’, de Heiner Müller e nas experiências do presente autor. O foco ficou nas reflexões e práticas em relação ao público e da possibilidade de uma experiência trágica vir a ocorrer. Constatou-se que no mundo moderno, a mística do excesso não precisa ser mais grandiosa, porém exige-se uma aumentada atenção com o comum. O teatro da tragédia contemporâneo é um local de conscientização intensa de perda, onde o sujeito é confrontado com a dissolução inevitável do ser e com uma experiência da própria finitude. Neste contexto, o trágico no teatro contemporâneo investiga o sujeito fragmentado do mundo atual, tocando na antiga e sempre renovada experiência do excesso. O destino fundamental do caráter trágico é seu desejo de investigação por uma verdade maior, em um mundo onde não há certezas e postulados irrefutáveis. Foi verificado que na arte performática a criação do trágico nasce do afeto, estabelecendo uma conexão específica entre o performador e o receptor, permitindo o surgimento de uma experiência trágica.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1718581 - EDUARDO ANIBAL PELLEJERO
Externo à Instituição - HÉLIO JUNIOR ROCHA DE LIMA - UERN
Interno - 172.043.118-33 - LARA RODRIGUES MACHADO - UNICAMP
Presidente - 1672505 - NAIRA NEIDE CIOTTI
Notícia cadastrada em: 07/03/2018 09:02
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao