PPGARC PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTES CÊNICAS DIREÇÃO DO CCHLA Telefone/Ramal: (84) 99193-6340 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgarc

Banca de QUALIFICAÇÃO: LUIZ FELIPE FERREIRA DA ROCHA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUIZ FELIPE FERREIRA DA ROCHA
DATA: 29/08/2014
HORA: 14:30
LOCAL: Sala I - Departamento de Artes da UFRN
TÍTULO:

Dançando a Carne: Um Olhar Fenomenológico sobre o Mito de Adão


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras-chave: Dança Contemporânea, Processos de Criação, Corpo, Mito Adâmico.

Key-words: Contemporary Dance, Creative Processes, Body, Adamic Myth.


PÁGINAS: 71
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Artes
SUBÁREA: Dança
RESUMO:

RESUMO: Solo cultivado pelos nossos antepassados, o espaço mítico é palco para imagens que dançam no âmago do humano, nele, os sagrados segredos da existência se revelam, a obscuridade do corpo se manifesta. Esta pesquisa é antes de tudo um convite, não apenas à sua visitação, mas à vivência sensível do corpo, a experiência estética, à estesia, que nos possibilita não apenas contemplar tais imagens, mas sim dançar com elas. Tendo em vista a veloz corrente de informações que irriga a contemporaneidade em continuo fluxo, as novas tecnologias, que vem inaugurando novas modalidades de presença e de espaço, faz-se interessante reencontrar veredas antigas, atravessá-las com novos olhares, sentidos e impressões, resignificá-las, afim de que estas nos revelem, em contexto contemporâneo, a nossa humanidade, nos esclareçam em nossa natureza enigmática. Neste estudo, refletimos sobre essa dimensão sensível do corpo, que nos possibilita participar do espaço mítico e constituí-lo como espaço potencial da criação artística em dança. Um escrito que debulha algumas reflexões acerca da condição humana a partir de um olhar lançado sobre o mito de Adão, excitando-nos a pensar sobre as possíveis relações entre a arte e o mito na contemporaneidade, como campos do saber abertos à criação, como espaços semânticos capazes de atribuir novos sentidos ao vivido por meio das pulsações de um corpo que é mito e que é dança. Debruçamo-nos assim sobre esse processo de criação em dança contemporânea que originou a obra artístico-coreográfica “A Carne que Sou”, e nos colocando em contemplação dessa dança que ecoa do mistério, que emerge das profundezas, e que traz à superfície o humano e o seu mundo, suas relações, podemos aqui compreendê-la como sensível orientação para reflexões ontológicas e epistemológicas, capaz de validar e perpetuar o mito como herança de sabedoria ancestral.

ABSTRACT: Soil cultivated by our ancestors, the mythic space is the stage for images dancing in the human heart in him the sacred secrets of existence are revealed, dark body manifests. This research is first of all an invitation, not only for its visitation, but sensitive to the living body, the aesthetic experience, the aesthesia, which enables us to not only contemplate such images, but dance with them. Given the swift current information that contemporaneity irrigation in continuous flow, new technologies coming inaugurating new forms of presence and space, it is interesting to rediscover the ancient paths, cross them with new perspectives, meanings and impressions, significance to them, so that they show us, in a contemporary context, our humanity, enlighten us in our enigmatic nature. In this study, we reflect on this sensitive body size, which enables us to participate in the legendary space and set him as a potential space of artistic creation in dance. A written thrashing some reflections on the human condition from a cast on the myth of Adam looking, exciting us to think about the possible relationships between art and myth in contemporary as open fields of knowledge creation as spaces semantic able to assign new meanings to the experience through the pulsations of a body that is myth and what is dance. We looked at just about this process of creation in contemporary dance that originated the artistic and choreographic work "The Beef Am", and putting us in contemplation of this dance that echoes the mystery, which emerges from the depths and bringing to the surface the human and their world, their relationships, we here understand it as sensitive to ontological and epistemological orientation, able to validate and perpetuate the myth and legacy of ancient wisdom reflections.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1164369 - LARISSA KELLY DE OLIVEIRA MARQUES TIBURCIO
Interno - 1038320 - KARENINE DE OLIVEIRA PORPINO
Externo ao Programa - 349700 - LUIZ CARVALHO DE ASSUNCAO
Notícia cadastrada em: 15/08/2014 11:45
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa18-producao.info.ufrn.br.sigaa18-producao