Banca de QUALIFICAÇÃO: NATÁLIA DE ARAÚJO MIRANDA TASSO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : NATÁLIA DE ARAÚJO MIRANDA TASSO
DATA : 13/10/2021
HORA: 08:30
LOCAL: https://meet.google.com/drt-aqsi-gaj
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DO IMPACTO DA PANDEMIA COVID-19 NOS MOTIVOS SOCIAIS FUNDAMENTAIS, SOCIOSSEXUALIDADE E BEM-ESTAR SUBJETIVO


PALAVRAS-CHAVES:

Covid-19. Bem-estar subjetivo. Motivos Sociais Fundamentais. Teoria de História de Vida. Sociossexualidade.


PÁGINAS: 123
RESUMO:

A pandemia causada pela Covid-19 mudou nossa forma de viver e conviver ao longo do último ano e meio. Dessa forma, já é possível dizer que o contexto pandêmico trouxe mudanças as quais impactaram nossa psicologia. Visando abordar o tema sob uma perspectiva evolucionista, o presente trabalho tem como objetivo compreender formas pelas quais o contexto pandêmico da Covid-19 pode ter afetado aspectos psicológicos humanos como os Motivos Sociais Fundamentais, aspectos da sociossexualidade e bem-estar subjetivo, levando em consideração estratégias de história de vida. A presente tese será composta por três etapas, desdobradas em três artigos empíricos, sendo: (1) possível impacto da imprevisibilidade e do prejuízo percebido sobre o bem-estar subjetivo e os motivos autoproteção e evitação a doenças; (2) as relações das estratégias de história de vida com os motivos ligados aos domínios reprodutivos, assim como a relação entre bem-estar subjetivo e satisfação no relacionamento, considerando imprevisibilidade e prejuízo percebido; e (3) a possível interação entre a estratégia de história de vida e o motivo evitação a doenças, assim como possíveis alterações na sociossexualidade a partir de imprevisibilidade e prejuízo percebido. Até o presente momento, a primeira etapa do estudo se encontra concluída. Através de aplicação de questionário online entre junho e julho de 2021, obtivemos 127 voluntários. Encontramos que o nível de prejuízo percebido diminuiu o sentimento de bem-estar subjetivo e evidenciou comportamentos relacionados a evitação a doenças. Além disso, a imprevisibilidade com relação ao mundo, que pode ser modulada pelas informações disseminadas pelos meios de comunicação, aumentou a expressão do motivo autoproteção. Os achados dessa pesquisa irão ajudar a contribuir para o melhor entendimento do impacto da pandemia em nossa cognição e comportamento.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2316116 - FELIPE NALON CASTRO
Interna - 1350337 - FIVIA DE ARAUJO LOPES
Externa à Instituição - ROSANA SUEMI TOKUMARU - UFES
Notícia cadastrada em: 28/09/2021 11:00
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao