Banca de QUALIFICAÇÃO: DANIELLA BEZERRA DOS SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DANIELLA BEZERRA DOS SANTOS
DATA : 14/10/2021
HORA: 08:30
LOCAL: Será realizada através de videoconferência
TÍTULO:

 AUTOEFICÁCIA E O VALOR DE MERCADO PERCEBIDO: UMA AVALIAÇÃO EVOLUCIONISTA

 


PALAVRAS-CHAVES:

Autoeficácia, valor de mercado, parceiro romântico, autopercepção, universidade


PÁGINAS: 107
RESUMO:

As autopercepções desempenham um papel de grande importância na vida dos seres humanos, sendo influenciadas pelas experiências prévias e os contextos em que a pessoa se encontra, assim como influenciando futuros resultados nas mais diversas áreas da vida de um indivíduo. Dentre as autopercepções, estão duas que assumem considerável relevância no que diz respeito às motivações humanas, tanto em nossa história evolutiva quanto em nossa vida moderna, a Autoeficácia e o Valor de Mercado percebido. A Autoeficácia está relacionada às habilidades do indivíduo de obter sucesso em suas empreitadas, o que pode relacionar-se com capacidade de sobrevivência, obtenção de recursos, permeando a sensação de competência do indivíduo em relação a uma enorme gama de contextos. Já o Valor de Mercado percebido configura uma autoavaliação que possibilita o ajuste dos seres humanos às opções disponíveis no mercado de acasalamento, aumentando as chances de sucesso reprodutivo dos indivíduos. Nessa perspectiva, embora vários estudos tenham demonstrado o potencial do uso da Autoeficácia na investigação de diversos comportamentos e contextos da vida humana, sua participação na formação do Valor de Mercado percebido, assim como as implicações sobre os níveis de exigência direcionados a parceiros românticos ainda são inexistentes na literatura. Em virtude deste cenário, o objetivo principal desta pesquisa é investigar a relação entre os níveis de Autoeficácia e o Valor de Mercado autopercebido, além de trazer uma abordagem de como essa Autoeficácia se apresenta em uma população em que há uma constante demanda por competência e necessidade de bom ajustamento, que é a população universitária. Dessa forma, o presente trabalho oferece informações a respeito da motivação pela busca por competência (representada pela Autoeficácia), sua base evolutiva e como ela se apresenta no contexto das exigências da vivência universitária (Capítulo 1); investigação empírica a respeito da relação entre os níveis de Autoeficácia, o Valor de Mercado percebido e as características valorizadas em um parceiro idealizado (Capítulo 2); além de um estudo empírico a respeito da potencial associação entre os níveis de Autoeficácia de uma pessoa e como ela avalia a atratividade de seu parceiro e atratividade de um parceiro idealizado (Capítulo 3).


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1350337 - FIVIA DE ARAUJO LOPES
Externa ao Programa - 1321136 - IZABEL AUGUSTA HAZIN PIRES
Externo à Instituição - MAURO DIAS SILVA JÚNIOR - UnB
Notícia cadastrada em: 22/09/2021 11:50
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa21-producao.info.ufrn.br.sigaa21-producao