Banca de DEFESA: JESSICA BEATRIZ DA SILVA CAVALCANTE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JESSICA BEATRIZ DA SILVA CAVALCANTE
DATA : 29/09/2022
HORA: 16:30
LOCAL: Videoconferência: https://meet.google.com/utd-edgp-xjm
TÍTULO:

A TUTORIA INCLUSIVA NA TRAJETÓRIA DE DISCENTES DA UFRN: DESAFIOS E CONTRIBUIÇÕES


PALAVRAS-CHAVES:

Tutoria Inclusiva. Ensino Superior. Educação Especial.


PÁGINAS: 147
RESUMO:

O estudo destaca a relevância da Tutoria Inclusiva como estratégia de promoção à inclusão de estudantes com Necessidades Educacionais Específicas, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Sendo a Tutoria uma estratégia de promoção à inclusão de discentes público-alvo da educação especial, com vista a dar suporte aos estudantes e atuar no combate à evasão acadêmica, o presente estudo demonstra sua relevância social e acadêmica ao trazer luz sobre esta temática ainda pouco explorada no âmbito científico. Diante do exponencial número de discentes com deficiência que ingressaram no ensino superior através da lei 13.409/2016, faz-se necessário investigar quais recursos as instituições de ensino superior têm utilizado para promover a permanência e o sucesso acadêmico desses estudantes, bem como àqueles que apresentam Necessidades Educacionais Específicas (NEE). O principal objetivo é analisar as contribuições do Programa de Tutoria Inclusiva da UFRN na trajetória acadêmica de Tutores e Tutorados. Além disso, também são objetivos do trabalho identificar a percepção dos discentes quanto ao Programa, bem como os desafios que se interpõem diante da colaboração com a Tutoria Inclusiva. Após a aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa da UFRN, utilizou-se, para a obtenção dos dados, dois questionários virtuais disponibilizados via google forms, um para cada grupo de estudantes. Ao todo, 27 discentes responderam à pesquisa. Na análise dos dados, optou-se por uma abordagem histórico-cultural, as questões apresentadas consideraram elementos analisados sobre as seguintes categorias elaboradas pela autora: relação entre tutor e tutorado; atividades desenvolvidas na tutoria; desafios na ação tutorial; as contribuições sociais e acadêmicas; e os aspectos que podem ser qualificados. Como parte dos resultados, quanto ao grupo de tutorados, estes consideram, por unanimidade, que o Programa de Orientação e Tutoria Inclusiva da UFRN contribui para sua permanência, rendimento e sucesso acadêmico na universidade. Os dados qualitativos apontam ainda para entre os pares os tipos de atividades desenvolvidas e os vínculos estabelecidos para além da tutoria e seus benefícios, na perspectiva de ambos os grupos. Também foram consideradas as dificuldades enfrentadas na interação entre os discentes e, ainda, os aspectos que podem ser melhorados no Programa como um todo e as barreiras à inclusão que os discentes com NEE enfrentam em seu cotidiano acadêmico, sendo a atitudinal a mais citada dentre elas. Na discussão dos resultados, podemos inferir que a atuação da tutoria inclusiva apresenta contribuições relevantes à promoção da inclusão dos estudantes com NEE e fomenta o desenvolvimento de novos conhecimentos aos tutores, proporcionando condições de permanência e sucesso acadêmico aos tutorados, assegurando o direito de acesso ao ensino em igualdade de condições, além de potencializar a aprendizagem de ambos. Como produto de pesquisa foi desenvolvido o Guia de Práticas e Técnicas para Tutoria Inclusiva, onde se buscou responder às principais demandas levantadas pelos Tutores quanto ao exercício da atividade tutora.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 3316092 - CLAUDIA ROSANA KRANZ
Interno - 1149542 - FRANCISCO RICARDO LINS VIEIRA DE MELO
Interna - 4546604 - KATIENE SYMONE DE BRITO PESSOA DA SILVA
Externo à Instituição - EDUARDO GOMES ONOFRE - UEPB
Notícia cadastrada em: 09/09/2022 08:48
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa23-producao.info.ufrn.br.sigaa23-producao