PROGBIO/CT PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA CENTRO DE TECNOLOGIA Telefone/Ramal: (84) 99193-6265 https://posgraduacao.ufrn.br/renorbio

Banca de QUALIFICAÇÃO: TASSIO LESSA DO NASCIMENTO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : TASSIO LESSA DO NASCIMENTO
DATA : 28/09/2022
HORA: 08:00
LOCAL: Online (link: meet.google.com/pmr-eesr-upg)
TÍTULO:

Desenvolvimento de Aditivos Bifuncionais Derivados do Líquido da Castanha do Caju para Aplicação como Aditivos de Misturas Diesel/ Biodiesel


PALAVRAS-CHAVES:

Aditivos; LCC; antioxidante; lubricidade.


PÁGINAS: 124
RESUMO:

Nos últimos tempos surgiram preocupações em relação à poluição ambiental e ao  aquecimento global, fortalecendo a busca por soluções alternativas ao consumo do  petróleo e seus derivados. Desse modo, o biodiesel foi introduzido na matriz energética  brasileira por meio do Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB), cujo  objetivo era a implementação da produção e do uso do biodiesel de forma sustentável,  com enfoque na inclusão social e no desenvolvimento regional, visando também diminuir  a dependência de importação do derivado fóssil, o diesel. Embora o óleo diesel derivado  do petróleo possua uma elevada estabilidade oxidativa quando comparada ao biodiesel,  nas misturas entre estes dois combustíveis a instabilidade à oxidação do biodiesel  predomina, o que se torna um problema agravante quando ocorre período de  armazenamento prolongado. Esse fenômeno de desgaste e/ou corrosão podem ser comuns  na maioria dos elementos e dispositivos mecânicos, que pode em boa parte das  aplicações, serem fatores determinantes na quantificação da vida útil de um equipamento. Para evitar essas situações, diferentes procedimentos vêm sendo aplicados no sentido de  minimizar os efeitos provenientes da utilização dos combustíveis. Desse modo, este  projeto visou a produção de aditivos do tipo antioxidante e lubricidade a partir do Líquido  da Castanha do Caju, um subproduto da indústria de processamento da castanha. Foram  sintetizados oito aditivos, 3-pentadecilfenol (CD), 2-terc-butil-5-pentadecilfenol (CDA),  2-nitro-5-pentadecilfenol (CDN), dietil-3-pentadecilfenil fosfato (CDF), 3-pentadecilfenil  difenil (CDIF), tri (3-pentadecilfenil) fosfato (3CDF), 2-terc-butil-5-pentadecilfenil dietil  fosfato (CADF) e 2-terc-butil-5-pentadecilfenil difenil fosfato (CADIF). Todos esses  produtos foram caracterizados pelo conjunto de técnicas experimentais, RMN 1H, 13C,  infravermelho e CG/EM. A atividade antioxidante desses aditivos foi avaliada através dos  métodos DPPH e Rancimat. Em ambos os testes a concentração de cada aditivo foi de  2000 mg/kg. Para avaliação feita pelo Rancimat, cada aditivo foi inserido em um  biodiesel de soja sintetizado em laboratório e caracterizado conforme a Resolução ANP  Nº 45 DE 25/08/2014. Todos os compostos estabilizaram o radical DDPH, sendo que o  composto CDA, CD e 3CF foram os que apresentaram os maiores percentuais para a  redução do radical livre, 81,1, 46,5, 43% respectivamente. Na avaliação realizada pela  técnica do Rancimat, todos os compostos aumentaram o tempo de indução dos biodieseis  analisados, sendo que os maiores acréscimos foram os compostos 3CDF (32,8%), CDA  (31%) e CADIF (31%). A próxima etapa deste trabalho será a avaliação da capacidade de lubricidade dos aditivos através da técnica de Four Ball, na mistura do diesel/biodiesel.  Com a finalização desse projeto proporemos produtos ecoeficientes, ecocompatíveis e  consequentemente agregando valores biotecnológicos para as indústrias de combustíveis. 



MEMBROS DA BANCA:
Presidente - ***.411.623-** - DEBORAH DE MELO MAGALHÃES PADILHA - UnP
Externo ao Programa - 1308273 - EDUARDO LINS DE BARROS NETO - UFRNExterno à Instituição - FRANCISCO EDUARDO ARRUDA RODRIGUES - IFCE
Notícia cadastrada em: 31/08/2022 14:38
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa12-producao.info.ufrn.br.sigaa12-producao