PROGBIO/CT PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA CENTRO DE TECNOLOGIA Telefone/Ramal: (84) 99193-6265 https://posgraduacao.ufrn.br/renorbio

Banca de QUALIFICAÇÃO: IASMIM SANTOS MANGABEIRA E SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : IASMIM SANTOS MANGABEIRA E SILVA
DATA : 17/12/2021
HORA: 13:00
LOCAL: Online (remota)
TÍTULO:

Desenvolvimento de um painel de marcadores moleculares para melhoramento genético do Penaeus vannamei


PALAVRAS-CHAVES:

Aquicultura; carcinicultura; doenças virais; microssatélites; SNPs.


PÁGINAS: 91
RESUMO:

A carcinicultura brasileira tem sofrido profundos impactos em decorrência de diferentes doenças infecciosas nas últimas décadas, sobretudo nos estados do Rio Grande do Norte e do Ceará. Nesse sentido, o estudo do genoma do camarão Penaeus vannamei é de fundamental importância para entender mecanismos essenciais à sobrevivência dos mesmos e, assim, desenvolver ferramentas eficazes para controle dos surtos virais. Entre essas ferramentas, o uso de marcadores moleculares associados a características de interesse dos sistemas de produção já tem se mostrado uma estratégia promissora, entretanto as informações sobre esses marcadores ainda é bastante limitada. Assim, o estudo teve como objetivo identificar e caracterizar em detalhes os marcadores do tipo polimorfismo de nucleotídeo único (SNP) e microssatélites (STR) já disponíveis e validados na literatura para o P. vannamei, além de desenvolver um painel de marcadores microssatélites que possa ser aplicado para acessar a variabilidade genética em programas de melhoramento do camarão marinho. No capítulo 1, 512 SNPs foram identificados e classificados em detalhes. Foi observado que a maioria dos SNPs estavam presentes nas proteínas receptores Toll like 1 e 3, subunidades grandes e pequenas da hemocianina e fatores anti-lipopolissacarídeos 1 e 2, permitindo propor seu uso como alvos em estudos de associação envolvendo resistência em P. vannamei. No capítulo 2, foi identificado que 306 STR polimórficos foram validados em estudos populacionais. Desses, 119 STRs eram perfeitos, com a maior prevalência de dinucleótidicos (45,3%). O número de repetições ininterruptas variou de 3 a 62, com a maioria consistindo em repetições curtas. Na anotação funcional, 62 sequências (STRs inseridos) em que possuíam similaridade puderam ser atribuídos a genes preditos. As proteínas identificadas estão relacionadas principalmente à ligação (58,3%) e atividade catalítica (31,25%). No capítulo 3, 28 STRs perfeitos foram selecionados para um estudo populacional. Após amplificação desses marcadores para validação na população, 15 STRs apresentaram padrão de banda satisfatória, com 55o C sendo a melhor temperatura de anelamento. Após padronização das reações de PCR, 6 STRs que apresentaram maior polimorfismo e melhor visualização de amplificação foram escolhidos para a testagem em 50 animais. Diante dos resultados prévios obtidos, pode-se concluir que os loci microssatélites polimórficos aqui descritos constituem potenciais marcadores para estudos populacionais em Penaeus vannamei.


MEMBROS DA BANCA:
Externa ao Programa - 1731226 - KARINA RIBEIRO
Presidente - 1997012 - RAQUEL CORDEIRO THEODORO
Interna - 1674709 - VIVIANE SOUZA DO AMARAL
Notícia cadastrada em: 24/11/2021 15:03
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao