Banca de DEFESA: ANDERSON MATHEUS ANDRÉ DE OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANDERSON MATHEUS ANDRÉ DE OLIVEIRA
DATA : 17/11/2022
HORA: 14:00
LOCAL: Ambiente virtual (google.meet)
TÍTULO:

POLÍTICA PÚBLICA DE INTERIORIZAÇÃO DO TURISMO NO SEMIÁRIDO POTIGUAR: MARTINS E PORTALEGRE EM FOCO


PALAVRAS-CHAVES:

Semiárido, Turismo, Interiorização, Políticas Públicas

 


PÁGINAS: 157
RESUMO:

A sociedade na qual estamos inseridos é perceptível uma conjuntura de política mundial em um movimento a procura de descentralizar o poder de decisão do Estado para instâncias de governabilidade na percepção de consolidar ainda mais os vínculos democráticos e as ações governamentais com autencidade, eficiência e cooperação. No território brasileiro essa tendência é defendida pela Constituição Federal de 1988 tencionando essa descentralização como pressuposto para a elaboração de políticas públicas. Neste contexto, o Ministério do Turismo (Mtur) criado no ano de 2003 elaborou uma política para o setor do turismo, criando o Plano Nacional do Turismo (PNT) e dentro deste plano o Programa de Regionalização do Turismo (PRT), propriamente para fomentar a organização de conselhos regionais com base na gestão da atividade turística para atender as demandas de interiorizar o turismo, assim como possibilitar o trabalho colaborativo entre poder público, iniciativa privada e sociedade civil, tendo como objetivo principal a interiorização do turismo no território brasileiro. Essa dissertação tem como objetivo analisar a política pública de turismo com foco na interiorização do turismo no Semiárido do Rio Grande do Norte (RN), obtendo como referência empiríca os municípios de Martins e Portalegre. A pesquisa se apoia no método dialético, no qual, a partir do mesmo entendemos as contradições da atividade pesquisada. Este trabalho assume um caráter analítico tendo como suporte as ideias de autores como Cruz (2000, 2001, 2007), Beni (2000), Fonseca (2005), Santos e Silveira (2006), Santos (2004), Moraes (2005) e dentre outros. A dissertação assume também um caráter preponderante qualitativo, com base técnica de coleta de dados primários (entrevistas). Os dados secundários foram obtidos através de uma discussão relacionado ao PRT e dados cedidos pelo Mtur. As principais conclusões são que Martins e Portalegre localizados no Semiárido Potiguar apresentam potencial turístico, porém falta a execução de uma política eficaz para o setor e faça com que estes municípios, sejam inseridos nos destinos turístico do RN e até mesmo do Nordeste. É perceptível que a falta de informações sobre as potencialidades turísticas de Martins e Portalegre se torne um entrave para a interiorização do turismo. Evidenciamos uma fragilidade nos dados cedidos pelo Mtur, assim como nas entrevistas e também no PRT principal fonte para interiorização do turismo, no qual o mesmo não contribuiu de forma significativa para o desenvolvimento do turismo nos territórios de Martins e Portalegre, sendo esta a realidade de outros municípios com potencialidades turísticas no interior do Semiárido nordestino


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 6347943 - RITA DE CASSIA DA CONCEICAO GOMES
Interno - 4891437 - IAPONY RODRIGUES GALVAO
Externa à Instituição - LARISSA DA SILVA FERREIRA ALVES - UERN
Notícia cadastrada em: 01/11/2022 14:25
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa20-producao.info.ufrn.br.sigaa20-producao