Banca de DEFESA: NAYONARA KAROLYNNE COSTA DE ARAÚJO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : NAYONARA KAROLYNNE COSTA DE ARAÚJO
DATA : 12/09/2022
HORA: 09:30
LOCAL: AUDITÓRIO NUPPRAR
TÍTULO:

COMPORTAMENTO TÉRMICO E ESTUDO CINÉTICO PARA O COPROCESSAMENTO DO ÓLEO DE SOJA/GASÓLEO UTILIZANDO CATALISADORES DE ARGILA BENTONITA


PALAVRAS-CHAVES:

Biocombustíveis, óleo de soja, estudo térmico, estudo cinético, gasóleo, copirolise


PÁGINAS: 100
RESUMO:

A ambiciosa busca por combustíveis fósseis causaram sérias preocupações ambientais, atraindo cada vez mais a atenção da indústria e da comunidade científica à pesquisa e desenvolvimento de combustíveis alternativos sustentáveis e ecológicos. Portanto, para mitigar as preocupações ambientais e atender à crescente demanda de energia, os óleos vegetais, em especial o óleo de soja, têm atraído grande atenção dos pesquisadores por desenvolverem um combustível ecologicamente correto e de alta qualidade através da pirolise. A partir desta reflexão, a presente tese tem como objetivo a produção de hidrocarbonetos renováveis a partir da copirólise do óleo de soja/gasóleo utilizando bentonita (ácida, pilarizada e impregnada com níquel) como catalisador. Os catalisadores a base de argila bentonita foram caracterizados por DRX, BET e FTIR e apresentaram resultados conforme a literatura. O estudo térmico e o termocatalítico apresentaram três eventos característicos de degradação da biomassa de óleo de soja, (1) etapa: evaporação da umidade (20 - 150°C), (2) etapa: zona de decomposição ou zona pirolítica ativa e (3) etapa: acima de 500°C é a etapa final de carbonização. Por fim, foi realizado o estudo cinético a partir dos dados termogravimétricos, foi possível calcular a energia de ativação (Ea) para cada conversão utilizando os métodos isoconversionais de Flynn-Wall-Ozawa (FWO) e Kissinger-Akahira-Sunose (KAS) que apresentaram valores de R2 acima de 0,9 demonstrando uma adaptação satisfatória dos modelos ao processo. A biomassa de óleo de soja com argila bentonita ácida impregnada com níquel obteve o melhor resultado, ou seja, a presença do catalisador diminuiu a energia de ativação do óleo de soja de 385,61 e 356,04 kJ/mol para método KAS e FWO respectivamente, para 99,88 kJ/mol para o método FWO e 138,77 kJ/mol para o método de KAS, podendo ser considerada como uma promissora matéria-prima para o processo de pirólise. Em seguida, foi realizado o estudo térmico e cinético do coprocessamento da mistura óleo de soja/gasóleo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2140818 - AMANDA DUARTE GONDIM
Interno - 348475 - DJALMA RIBEIRO DA SILVA
Externa à Instituição - ARUZZA MABEL DE MORAIS ARAUJO - UFRN
Externa à Instituição - FABÍOLA CORREIA DE CARVALHO - CTGás
Externa à Instituição - VIVIANE DE OLIVEIRA CAMPOS - UFRN
Notícia cadastrada em: 08/09/2022 15:03
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao