Banca de QUALIFICAÇÃO: LUCAS MELO DA COSTA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LUCAS MELO DA COSTA
DATA : 06/04/2021
HORA: 14:30
LOCAL: PLATAFORMA VIRTUAL
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DA IMUNOEXPRESSÃO DA YES-ASSOCIATED PROTEIN (YAP) EM HIPERCERATOSES E DISPLASIAS EPITELIAIS ORAIS


PALAVRAS-CHAVES:

Leucoplasia oral; Eritroplasia; Imuno-histoquímica; Carcinogênese.


PÁGINAS: 37
RESUMO:

Lesões diagnosticadas clinicamente como leucoplasias, eritroplasias ou leucoeritroplasias se enquadram no grupo de desordens orais potencialmente malignas (DOPMs), as quais histopatologicamente podem exibir achados que variam desde a hiperceratose, passando pelas displasias epiteliais orais (DEOs) até o carcinoma de células escamosas oral (CCEO). Mesmo com inúmeros esforços nas últimas décadas, a avaliação de critérios morfológicos continua sendo a principal forma de tentar predizer o risco de transformação maligna dessas lesões, e a busca por um biomarcador que auxilie nesse escalonamento preditivo representa uma importante ferramenta que pode possibilitar maiores chances de tratamento precoce aos pacientes acometidos pelas DOPMs. Este estudo tem o objetivo de avaliar a imunoexpressão da Yes-Associated Protein (YAP) em lesões orais diagnosticadas clinicamente como leucoplasias, eritroplasias ou leucoeritroplasias e histopatologicamente como hiperceratoses ou displasias epiteliais orais, correlacionando esta imunoexpressão com o grau de severidade histopatológica dessas lesões, visando auxiliar em sua estratificação de risco. A amostra será composta por 20 casos de hiperceratose (lesões com ausência de displasia), 60 casos de displasia epitelial oral (20 displasias leves, 20 moderadas e 20 severas) e 10 casos de mucosa oral normal (grupo controle). Serão coletados também os dados clínicos e epidemiológicos desses pacientes. Para a avaliação do grau de displasia, serão utilizadas as gradações da OMS (EL-NAGGAR et al., 2017), seguida do Sistema Binário (KUJAN et al., 2006). Para a análise do perfil imunoistoquímico da proteína YAP, serão avaliadas: localização intra-celular, a quantidade de células marcadas e sua distribuição no tecido epitelial (XIAO et al., 2014). Para a análise entre parâmetros clínicos, histopatológicos e a imunoexpressão da YAP serão realizados os testes estatísticos Qui-quadrado de Pearson e Exato de Fisher. Para todas as análises, será considerado o nível de significância de 5%, sendo considerados significativos valores de p ≤ 0,05.


MEMBROS DA BANCA:
Interna - 2492713 - ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
Interna - 1258693 - LELIA MARIA GUEDES QUEIROZ
Presidente - 1298808 - MARCIA CRISTINA DA COSTA MIGUEL
Notícia cadastrada em: 23/03/2021 13:52
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao