Banca de QUALIFICAÇÃO: LEONARDO MAGALHÃES CARLAN

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LEONARDO MAGALHÃES CARLAN
DATA : 16/03/2021
HORA: 14:30
LOCAL: PLATAFORMA REMOTA
TÍTULO:

IMUNOEXPRESSÃO DAS PROTEÍNAS SHH, GLI-1 E ECADERINA EM DISPLASIA EPITELIALE CARCINOMA EPIDERMOIDEDE LÍNGUA ORAL


PALAVRAS-CHAVES:

Carcinoma de Células Escamosas. Transição epitéliomesenquimal.Fatores de Transcrição.Prognóstico.


PÁGINAS: 69
RESUMO:

O processo de carcinogênese acontece, em geral, lentamente, podendo levar vários anos para que uma célula cancerosa prolifere e dê origem a um tumor visível. Antes do surgimento do carcinoma, a maioria dos casos apresentam lesões de aspecto clínico benigno, mas com alterações de proliferação e atipía celular consideráveis, denominadas de displasias epiteliais. Diversos mecanismos orquestram esse complexo processo, no qual as células malignas adquirem um fenótipo agressivo que resulta em aumento da motilidade individual e na capacidade de invadir tecidos circunvizinhos. Isso ocorre por um processo regulatório e programado denominado transição epitélio-mesenquimal (TEM), que é crucial para aquisição deste fenótipo maligno agressivo. Durante este processo, as células epiteliais perdem parte de suas características e adquirem outras inerentes às células mesenquimais, processo esse controlado por diversos fatores de transcrição indutores destas alterações, dando além das habilidades citadas anteriormente, características de célula tronco, de resistência ao tratamento anti-neoplásico, angiogênese e sobrevivência. O objetivo do presente estudo é investigar a expressão imunoistoquímica das proteínas Shh, Gli-1 e E-caderina,sinalizadoras da TEM em displasias epiteliais e carcinomas epidermoideslocalizados em língua oral por. Serão investigadas possíveis associações entre a expressão destas proteínas com a gradação histopatológicadas displasias epiteliais e com os diferentes graus histopatológicos, aspectos clínicos e sobrevida em carcinomas epidermoides em língua oral. Com os resultados obtidos neste estudo, pretende-se contribuir para o melhor entendimento de eventos sinalizadores da transformação maligna em lesões com este potencial em língua oral, além de avançar sobre o conhecimento do papel dessas proteínas da TEM como possíveis biomarcadores de etapas da carcinogênese em carcinoma epidermoide oral.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 350484 - ROSEANA DE ALMEIDA FREITAS
Interna - 350485 - HEBEL CAVALCANTI GALVAO
Interna - 346077 - LELIA BATISTA DE SOUZA
Notícia cadastrada em: 05/03/2021 13:49
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao