Banca de QUALIFICAÇÃO: DAVI CORREIA DE OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DAVI CORREIA DE OLIVEIRA
DATA : 19/11/2020
HORA: 09:00
LOCAL: PLATAFORMA REMOTA
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DO TEMPO CLINICO E LABORATORIAL DAS PLACAS OCLUSAIS CONVENCIONAL E DIGITAIS EM PACIENTES COM HÁBITO PARAFUNCIONAL: ESTUDO PILOTO


PALAVRAS-CHAVES:

Placas Oclusais; Bruxismo; Desenho Assistido por Computador;


PÁGINAS: 67
RESUMO:

As placas estabilizadoras são utilizadas para o manejo da disfunção temporomandibular (DTM), e, principalmente para proteger o paciente dos danos causados pelo bruxismo do sono. Existem diferentes métodos de confecção da placa e poucos estudos avaliaram o tempo de ajuste para instalação das placas, e nenhum que avaliou o tempo de confecção e laboratorial. O presente estudo objetivou avaliar o tempo clinico e laboratorial das placas convencionais (PC) e as confeccionadas por CAD/CAM fresada (PF) em pacientes com bruxismo, quanto ao tempo clinico e laboratorial, e conforto. Para isso foi realizado um ensaio clínico randomizado com 18 pacientes (5 PC; 13 PF) que apresentaram um diagnóstico provável de bruxismo através da aplicação de questionários e avaliação clinica. Foram cronometrados os tempos para as respectivas etapas clínicas e laboratoriais. O conforto foi avaliado através de uma escala visual analógica na consulta de confecção clinica e após 30 dias de uso. Os resultados preliminares mostraram uma média de tempo de confecção clinica para as PF de 18min e 47 segundos, e para PC de 44min e 01 segundo. A média de tempo da consulta de instalação das PF foi de 29min e 14 segundos, enquanto para as PC foi de 43min e 06 segundos. Foi apresentada uma média de conforto de 9,16 para a consulta clinica de confecção das PF e de 7,6 para PC. Considerando o conforto com relação ao uso da placa após 30 dias, as PF obtiveram uma média de conforto de 8,08 e as PC de 6,8. O tempo de confecção clinica da PF foi 57% menor que o da PC e o tempo de instalação foi de 32% menor. Considerando o conforto da primeira consulta de confecção o percentual de diferença foi de 21% e em relação ao uso foi de 19%, ambos favorecendo a PF. Em conclusão, foi possível observar uma grande diminuição do tempo de confecção clinica ao empregar o fluxo digital que é utilizado para a confecção das PF e uma considerável diminuição do tempo de instalação clinica. Além disso, as placas “digitais” proporcionaram maior conforto na confecção e utilização das mesmas


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2946627 - ERIKA OLIVEIRA DE ALMEIDA
Interno - 1466265 - GUSTAVO AUGUSTO SEABRA BARBOSA
Externo ao Programa - 1031499 - LAERCIO ALMEIDA DE MELO
Notícia cadastrada em: 13/11/2020 09:00
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao