Banca de QUALIFICAÇÃO: LUIZ CARLOS ALVES JUNIOR

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LUIZ CARLOS ALVES JUNIOR
DATA : 31/08/2020
HORA: 16:00
LOCAL: PLATAFORMA REMOTA
TÍTULO:

AVALIAÇÃO QUANTITATIVA E QUALITATIVA DAS ALTERAÇÕES FACIAIS APÓS LIPECTOMIA BUCAL


PALAVRAS-CHAVES:

Fotogrametria, Lipectomia, Gordura subcutânea


PÁGINAS: 34
RESUMO:

INTRODUÇÃO: A lipectomia bucal trata-se da remoção de um tecido gorduroso localizado na face, indicada com finalidade estética e funcional. A fotogrametria tridimensional ou estereofotogrametria é uma técnica de imagem que cria uma imagem de superfície 3D usando várias câmeras ou várias tomadas fotográficas. OBJETIVO: Identificar parâmetros clínicos e cirúrgicos, e avaliar se a lipectomia bucal como procedimento cirúrgico isolado causa alterações estéticas quantitativamente mensuráveis e subjetivamente perceptíveis. MÉTODOS: Trata-se de um estudo de eficácia do procedimento cirúrgico. Foram realizadas lipectomias bucais em 15 pacientes criteriosamente selecionados, um total de 30 lipectomias bucais. Um protocolo fotográfico para fotogrametria tridimensional foi realizado em dois tempos operatórios, T0: pré-operatório e T1: 10 meses pós-operatório. Observou-se os parâmetros clínicos e cirúrgico: abertura interincisal, peso corporal, quantidade de gordura removida em gramas e mililitros; e escala visual analógica de dor. Para análise subjetiva será realizado, através do Formulário Google®, uma análise fotográfica com Cirurgiões Buco-maxilo-faciais, Cirurgiões Plásticos e especialistas em Harmonização facial. A avaliação quantitativa da alteração do tecido mole será realizada através do programa GOM inspect® utilizado um mapa de cores e medições milimétricas na região subzigomática. Será utilizado os testes Mann Whitney, ANOVA para amostras repetidas, Friedman, Wilcoxon. RESULTADOS PRELIMINARES: A amostra foi comporta por três homens e 12 mulheres, sendo 11 leucodermas e quatro feodermas. A média de remoção de gordura foi de 3,79 gramas nas 30 hemi-faces. A idade média foi de 27,78 anos (21-34 anos) no momento do procedimento cirúrgico. A escala visual analógica de dor mostrou uma numeração média 2,13 com sete dias pós-operatório que retornou a zero com um mês, pós-operatório. A quantidade de gordura em gramas foi correspondente a quantidade de gordura observada em mililitros. A abertura interincisal teve como mediana de diminuição de 14 mm (Q25-9,5; Q75-18,4) aos sete dias pós-operatório, e retornou aos parâmetros iniciais com um mês. Para cada lado foi utilizado 1,75 tubete anestésico.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2379951 - ADRIANO ROCHA GERMANO
Interno - 1640419 - RODRIGO OTHAVIO DE ASSUNCAO E SOUZA
Externo à Instituição - JOSÉ WILSON NOLETO JÚNIOR - UFPB
Notícia cadastrada em: 14/08/2020 09:10
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao