Banca de DEFESA: CÍNTIA BARRETO DE OLIVEIRA VARELA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CÍNTIA BARRETO DE OLIVEIRA VARELA
DATA : 08/09/2020
HORA: 14:00
LOCAL: PLATAFORMA REMOTA - GOOGLE MEET
TÍTULO:

ASSOCIAÇÃO DA EXPRESSÃO IMUNO-HISTOQUÍMICA DE 8-OHdG E O GRAU DE SEVERIDADE EM QUEILITE ACTÍNICA


PALAVRAS-CHAVES:

Queilite. Carcinoma de Células Escamosa. 8OHdG. Estresse Oxidativo


PÁGINAS: 63
RESUMO:

A queilite actínica (QA) é uma desordem potencialmente maligna que pode evoluir para o carcinoma de células escamosa de lábio inferior (CCELI). Os fatores que podem estar associados à probabilidade de transformação maligna desta condição ainda não estão bem estabelecidos, sabe-se, contudo, que a exposição à radiação ultravioleta (RUV) representa o principal fator de risco tanto para ocorrência da QA como do CCELI. A RUV causa danos oxidativos ao DNA, que levam à formação de 8-hidroxi-2′desoxiguanosina (8-OHdG), uma proteína que está associada ao processo de carcinogênese em algumas neoplasias humanas. Esta pesquisa objetivou avaliar a expressão da 8-OHdG em uma série de casos de QA e associar sua expressão a parâmetros clínico-patológicos. A amostra foi constituída de 57 casos de QA, classificados de acordo com a gradação histopatológica de displasia epitelial (OMS) em displasia epitelial leve (22), displasia epitelial moderada (17) e displasia epitelial severa (11). Foram incluídos ainda 7 casos de QA que não apresentavam displasia epitelial.  A análise da expressão da 8-OHdG foi feita de forma semiquantitativa por dois examinadores, calibrados e treinados (Kappa=0,79). Os dados foram submetidos à análise estatística através dos testes não paramétricos de Mann-Withney e de Kruskall-Wallis, com nível de significância de 5% (p<0,05). Os resultados revelaram uma forte expressão imuno-histoquímica da 8-OHdG em QA, sugerindo a participação do estresse oxidativo na patogênese desta desordem. Segundo o escore de imunorreatividade, foi observada imunorreatividade fraca em 21,1% da amostra, imunorreatividade moderada em 14% e imunorreatividade forte em 64,9%. Os testes estatísticos não mostraram diferenças estatisticamente significativas entre a expressão de 8-OHdG e os aspectos clínicos da QA; também não foi encontrada significância estatística entre a expressão de 8-OHdG e o grau de displasia epitelial da amostra (p=0,350). Com base nesses resultados, concluímos que 8-OHdG pode estar envolvida no desenvolvimento da QA, porém não é indicado como biomarcador para avaliar o seu grau de severidade.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - EDJA MARIA MELO DE BRITO COSTA - UEPB
Interna - 1258693 - LELIA MARIA GUEDES QUEIROZ
Presidente - 2644142 - PATRICIA TEIXEIRA DE OLIVEIRA
Notícia cadastrada em: 12/08/2020 14:51
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa25-producao.info.ufrn.br.sigaa25-producao