Banca de QUALIFICAÇÃO: CAMILA MARIA BASTOS MACHADO DE RESENDE

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CAMILA MARIA BASTOS MACHADO DE RESENDE
DATA : 03/07/2019
HORA: 10:00
LOCAL: Departamento de Odontologia
TÍTULO:

EFEITOS DE DIFERENTES TERAPIAS CONSERVADORAS EM DISFUNÇÕES TEMPOROMANDIBULARES SOBRE A DOR, ASPECTOS PSICOSSOCIAIS, RELACIONADOS AO SONO E À QUALIDADE DE VIDA: ENSAIO CLÍNICO RANDOMIZADO


PALAVRAS-CHAVES:

Transtornos da articulação temporomandibular; Placas oclusais; Modalidades de fisioterapia; Aconselhamento; Ensaio clínico; Ansiedade; Depressão; Sono; Qualidade de Vida; OHRQoL; Dor


PÁGINAS: 160
RESUMO:

A disfunção temporomandibular (DTM) consiste em uma patologia multifatorial, bastante prevalente no Brasil e no mundo, tem caráter autolimitante, o que proporcionou o desenvolvimento de uma grande variedade de terapias para manejo dos seus principais sinais e sintomas. Esse ensaio clínico randomizado cego avaliou o efeito de terapias conservadoras sobre sintomas físicos, funcionais, psicológicos, relacionados ao sono e a qualidade de vida em pacientes diagnosticados com DTM. A amostra foi constituída por 87 indivíduos diagnosticados com DTM pelo Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders (RDC-TMD) randomicamente alocados entre os grupos de tratamento: dispositivo oclusal (DO), aconselhamento (AC), terapia manual (TM) e DO associado ao AC. Os sintomas de ansiedade foram diagnosticados pelo Índice de Ansiedade Traço-Estado (IDATE), Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HADS) e Inventário de Ansiedade de Beck (BAI). Os sintomas de depressão foram avaliados através do HADS e Inventário de Depressão de Beck (BDI). A qualidade subjetiva do sono, qualidade de vida geral e relacionada á saúde bucal, função e intensidade de dor foram investigadas através do Índice de Qualidade do Sono de Pittsburgh (PSQI), Questionário de Qualidade de Vida da Organização Mundial de Saúde - abreviado (WHOQOL), Impacto da Saúde Bucal na Qualidade de Vida (OHIP 14), Índice Temporomandibular (ITM) e Escala Analógica Visual (EVA) respectivamente. As coletas foram realizadas no baseline, com 1 mês e 3 meses após a conclusão das terapias por um investigador cego e treinado. Utilizou-se o teste SPANOVA para a análise do efeito das terapias ao longo do tempo e entre os grupos com nível de confiança de 95%. Observou-se que nenhuma terapia apresentou diferença estatisticamente significante em relação a outra e que todas apresentaram efeitos significativos na melhoria dos índices avaliados (sintomas de ansiedade, depressão, qualidade subjetiva do sono, qualidade de vida geral e relacionada a saúde bucal e índice de dor) ao longo do tempo. Conclui-se que todas as terapias conservadoras geraram resultados positivos em relação a sintomas físicos, psicológicos, relacionados ao sono e a qualidade de vida e que nenhuma foi superior a outra.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1466265 - GUSTAVO AUGUSTO SEABRA BARBOSA
Interna - 1459400 - ADRIANA DA FONTE PORTO CARREIRO
Interna - 2946627 - ERIKA OLIVEIRA DE ALMEIDA
Notícia cadastrada em: 27/06/2019 13:17
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa21-producao.info.ufrn.br.sigaa21-producao