Banca de DEFESA: ANDRESSA EVELINE DE LIMA RIBEIRO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANDRESSA EVELINE DE LIMA RIBEIRO
DATA : 26/06/2019
HORA: 08:30
LOCAL: SALA II
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DE PROPRIEDADES MECÂNICAS EM CAVIDADES EXTENSAS RESTAURADAS POR DIFERENTES TÉCNICAS RESTAURADORAS


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras-chave: Resinas Compostas, Falha de Restauração Dentária, Estresse Mecânico.

 


PÁGINAS: 32
RESUMO:

INTRODUÇÃO: As técnicas restauradoras desempenham um papel fundamental na longevidade clínica das restaurações, sobretudo em cavidades extensas em  resina composta. OBJETIVO: O objetivo do estudo foi avaliar o comportamento mecânico de diferentes técnicas restauradoras em cavidades extensas. MÉTODO: Foram utilizados 120 incisivos bovinos, onde a cavidade pulpar foi preparada em formato cônico, com de 4mm de profundidade, realizada com ponta Maxicut de forma a padronizar as amostras. Foram divididos em 6 grupos: G1: Técnica direta com resina bulk fill24 hs; G2: Técnica semidireta resina Z250XT 24 hs; G3: Técnica direta com resina Z250XT 24 horas; G4: Técnica direta com resina bulk fill 6 meses; G5:Técnica semidireta resina Z250XT 6 meses; G6: Técnica direta com resina Z250XT 6 meses. Os testes realizados foram: a Profundidade de polimerização (Microdureza  Vickers (PP)), nanoinfiltração (NI) e resistência de união (RU). Os dados foram analisados através de estatística descritiva e inferencial utilizando ANOVA One Way e ANOVATwo Way com Post Hoc de Tukey. RESULTADO: Para RU, houve diferença estatisticamente significativa entre as diferentes técnicas restauradoras (p<0,005),  e não houve diferença significativa no tempo de envelhecimento (p>0,005). Para PP observou-se diferença estatisticamente significativa entre as técnicas de incremento único e convencional, com melhores resultados para a técnica convencional (p<0,005). Na NI a técnica semidireta não apresentou concentração de cristais de prata na interface adesiva, demonstrando assim, melhores resultados em relação à técnica convencional e de preenchimento único. CONCLUSÃO: Comparando a técnica restauradora convencional com a técnica restauradora semidireta, a primeira obteve melhores resultados em relação a microdureza e a técnica semidireta obteve melhores resultados nas análises de resistência de união e nanoinfiltração.

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2292784 - ISAUREMI VIEIRA DE ASSUNCAO
Externo ao Programa - 1645492 - ALEX JOSE SOUZA DOS SANTOS
Externo à Instituição - ISABELA PINHEIRO CAVALCANTI LIMA - UERN
Notícia cadastrada em: 13/06/2019 14:35
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa20-producao.info.ufrn.br.sigaa20-producao