Banca de QUALIFICAÇÃO: INGRID RAFAELLA DANTAS DOS SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : INGRID RAFAELLA DANTAS DOS SANTOS
DATA : 31/08/2022
HORA: 10:30
LOCAL: Sala RUTE do Hospital Universitário Onofre Lopes
TÍTULO:

TELEINTERVENÇÃO GUIADA POR VÍDEO ÀS FAMÍLIAS DE CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA AUDITIVA


PALAVRAS-CHAVES:

família; correção da deficiência auditiva; técnicas e procedimentos assistidos por vídeo; fonoaudiologia; telessaúde. 


PÁGINAS: 30
RESUMO:

As famílias desempenham um importante papel na construção da comunicação da criança, moldando o seu contexto de linguagem de acordo com as experiências vividas. Porém, com o diagnóstico da deficiência auditiva, além da experiência de privação sensorial, as relações família-criança podem se alterar e tendem a refletir dificuldades tanto na sintonia da interação como da comunicação, o que potencialmente leva a prejuízos para a aquisição e desenvolvimento da linguagem oral, mesmo após a adaptação dos dispositivos auditivos. É importante, pois, o estudo de intervenções específicas, além das terapias tradicionais que podem não ser suficientes para suprir as necessidades das famílias, sejam relacionais ou de fornecimento de input linguístico ideal aos seus filhos (as). Estudos prévios com esse público demonstram efeitos positivos com a utilização de ferramentas como o videofeedback – que consiste em reassistir momentos mais bem sucedidos de interações para modificação de comportamentos e melhoria da sintonia família criança em um sistema que se retroalimenta. Com a intensificação da telefonoaudiologia por ocasião da pandemia de COVID-19 e, considerando que ainda há uma lacuna nas ofertas dos serviços especializados em reabilitação auditiva em localidades remotas ou sem estrutura, a ferramenta de videofeedback é potencial para o atendimento fonoaudiológico remoto, porém na literatura não há estudos sobre esta temática específica. Assim, o objetivo da referida pesquisa é avaliar a efetividade da aplicação do videofeedback com famílias de crianças com deficiência auditiva de forma remota. Trata-se, pois de um estudo de intervenção com amostra de conveniência composta por 20 participantes, aleatorizados em grupos controle e experimental, a partir do universo de famílias crianças em reabilitação de um centro de saúde auditiva do estado do Rio Grande do Norte, após o consentimento para a sua participação na pesquisa. Além da coleta de dados documental, para a caracterização das famílias e das crianças, serão avaliadas a interação, por meio de gravação e análise de vídeo por juízes com cegamento em relação ao estudo, além da aplicação de protocolos clínicos como questionários às famílias e avaliação da audição e linguagem das crianças. A análise descritiva das necessidades de informações das famílias, da autoestima, do empoderamento e das habilidades da criança será realizada por meio de tabelas e gráficos. A análise inferencial com a comparação entre os grupos controle e experimental por meio do Teste JT (Jacobson, Truax, 1991), que possibilita a análise do índice de mudança confiável e significância clínica. Espera-se como resultados, que este estudo possa contribuir para o avanço de ferramentas para a telefonoaudiologia na área de reabilitação auditiva infantil.  


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - ADRIANE LIMA MORTARI MORET - USP
Interna - ***.716.504-** - ISABELLE CAHINO DELGADO - UFPB
Presidente - ***.716.504-** - ISABELLE CAHINO DELGADO - null
Notícia cadastrada em: 14/07/2022 13:35
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao