Banca de DEFESA: SILVIA BATISTA TORRES CLEMENTE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : SILVIA BATISTA TORRES CLEMENTE
DATA : 16/11/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Online - link: https://meet.google.com/djv-ykmn-qzn
TÍTULO:

DESAFIOS E PERSPECTIVAS NA IMPLANTAÇÃO DE UM CENTRO ESPECIALIZADO EM REABILITAÇÃO NO INTERIOR DO RIO GRANDE DO NORTE


PALAVRAS-CHAVES:

Rede de cuidado à pessoa com deficiência; Centro Especializado em Reabilitação; pesquisa-ação; Pessoa com Deficiência.


PÁGINAS: 36
RESUMO:

Introdução: O direito universal à saúde, consolidado a partir do Sistema Único de Saúde (SUS) possibilitou a incorporação das necessidades das Pessoas com Deficiência (PcD) às políticas de Saúde. A criação e implementação da Rede de Cuidado à Saúde da Pessoa com Deficiência (RCPCD) reconfigurou o modelo de atenção à saúde destinada às pessoas com deficiência, estabelecendo uma nova lógica na organização dos serviços de saúde ofertados e criando espaços capazes de atender às necessidades dessa população, como os Centros Especializados em Reabilitação (CER). Objetivos: Este trabalho tem como objetivo realizar o diagnóstico situacional do Centro Especializado em Reabilitação do município de Caicó/RN; Discutir as potencialidades e fragilidades encontradas pelos profissionais que compõem a equipe, a partir do Instrutivo de Reabilitação Auditiva, Física, Intelectual e Visual – MS/2020; descrever o fluxo de referência e contrarreferência entre a RAS e o CER III de Caicó/RN. Metodologia: Trata-se de um estudo de natureza qualitativa, utilizando a metodologia da pesquisa-ação, por ser uma estratégia de pesquisa onde o sujeito investiga e intervém na sua própria prática. Foram realizadas duas oficinas diagnósticas com a equipe de profissionais: a primeira teve como base o estudo do Instrutivo de Reabilitação Auditiva, Física, Intelectual e Visual – MS/2020 e,na segunda, os profissionais apontaram fragilidades e potencialidades do serviço, bem como descreveram o fluxograma do CER III. Resultados: As oficinas possibilitaram maior interesse dos profissionais pelo instrumento normativo, observando-se umaumento das consultas ao Instrutivo de Reabilitação pela equipe de profissionais. Dentre as potencialidades, foi destacado o engajamento dos profissionais desde a implantação do serviço. Como fragilidade, foi apontada a ausência de alguns serviços de reabilitação, conforme orientação do próprio instrutivo e portaria de habilitação, a deficiência de estrutura física e de materiais, assim como a rotatividade de alguns profissionais, que impede, dificulta a continuidade do trabalho. A equipe também referiu certa dificuldade em trabalhar o fluxograma vigente e fizeram uma sugestão de adaptação do mesmo. Considerações Finais: As estratégias utilizadas neste estudofomentaram reflexões a respeito do funcionamento do serviço e quanto à necessidade de se instituir espaços de educação permanente. Um relatório técnico será enviado aos gestores no sentido de contribuir para o adequado funcionamento do CER III no município de Caicó-RN.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2172036 - MARIA JOSE PEREIRA VILAR
Externa ao Programa - 2075537 - LILIANE PEREIRA BRAGA
Externo à Instituição - LUCIDIO CLEBESON DE OLIVEIRA - UERN
Notícia cadastrada em: 08/11/2021 10:08
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa12-producao.info.ufrn.br.sigaa12-producao