Banca de QUALIFICAÇÃO: RHANNIEL THEODORUS HELHYAS OLIVEIRA SHILVA GOMES VILLAR

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RHANNIEL THEODORUS HELHYAS OLIVEIRA SHILVA GOMES VILLAR
DATA : 17/12/2019
HORA: 08:30
LOCAL: Escola Multicampi de Ciências Médicas
TÍTULO:

RESIDÊNCIA EM CLÍNICA MÉDICA NO HOSPITAL REGIONAL DO SERIDÓ: PERCEPÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE


PALAVRAS-CHAVES:

preceptoria; formação pelo trabalho; assistência em saúde; clínica médica


PÁGINAS: 55
RESUMO:

Por meio da interiorização dos cursos de medicina no Brasil, fruto do Programa Mais Médicos (PMM) em 2014, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte criou a Escola Multicampi de Ciências Médicas (EMCM/UFRN). A fim de promover a fixação profissional e ampliar a politica de interiorização, a EMCM criou, em 2016, quatro programas de residência em Saúde, a saber: Residência Multiprofissional em Atenção Básica, Residência Multiprofissional em Saúde Materno Infantil, Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade, Residência Médica em Cirurgia Geral. Em 2017 foi instalado o quinto programa de pós-graduação, a Residência em Clínica Médica (PRCM) que tem como cenário de prática principal o Hospital Regional do Seridó (HRS).  Este estudo é um relato de experiência oriundo das vivências dos três primeiros residentes do programa e tem como objetivo identificar as modificações dos processos de trabalho, bem como avaliar os benefícios e desafios estruturais do PRCM na perspectiva dos trabalhadores. A coleta de dados foi realizada entre os julho e agosto de 2017 através de entrevista semiestruturada e registro em diário de campo a partir de observação participante. Também foi utilizada a técnica de matriz do tipo SWOT para a realizar uma análise comparativa entre as recomendações da CNRM e as rotinas praticadas pelos residentes, para recomendar modificações a estrutura curricular do PRCM. Foram identificadas como principais pontos de discussão, a preceptoria da residência e o corporativismo  médico instalado na região, analisadas pela perspectiva da análise temática. Podemos concluir que para a melhoria na interiorização da formação médica no país, ainda é necessário preceptoria interessada em prestar assistência de qualidade juntamente com a residência em clínica médica, constituindo no principal tema a ser considerado que influenciando negativamente no processo de formação profissional. Existem boas iniciativas e estratégias que visam facilitar o ingresso de profissionais no serviço, por parte da universidade, mas ainda existem barreiras a serem superadas, principalmente no que se refere ao corporativismo da classe médica juntamente com as influências políticas indiscriminadas existente no país.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2249092 - ANA LUIZA DE OLIVEIRA E OLIVEIRA
Interno - 1348383 - GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
Externa ao Programa - 3137906 - RAQUEL LITTERIO DE BASTOS
Externo à Instituição - NILTON PEREIRA JÚNIOR - UFU
Notícia cadastrada em: 05/12/2019 14:36
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa23-producao.info.ufrn.br.sigaa23-producao