Dissertações/Teses

Clique aqui para acessar os arquivos diretamente da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFRN

2021
Teses
1
  • KÁRLIA DALLA SANTA AMARAL
  • SISTEMAS DE DESSALINIZAÇÃO DO SEMIÁRIDO DO RIO GRANDE DO NORTE: PERCEPÇÃO SOCIAL E AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA PARA ATIVIDADES PRODUTIVAS AGROPECUÁRIAS

  • Orientador : JULIO ALEJANDRO NAVONI
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOANA DARC FREIRE DE MEDEIROS
  • JOSÉ ARAÚJO DANTAS
  • JULIO ALEJANDRO NAVONI
  • MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
  • MARIA CRISTINA BASÍLIO CRISPIM DA SILVA
  • Data: 27/05/2021

  • Mostrar Resumo
  • O Rio Grande do Norte apresenta a maior parte do seu território inserido dentro do polígono das secas, e com mais da metade da população desta região, habitando a zona rural.  Nessa região, equipamentos de dessalinização foram instalados, a fim de melhorar a qualidade de água para consumo humano, no entanto, gerando uma grande quantidade de rejeito salobro. Deste modo, o presente trabalho teve como objetivo, averiguar a qualidade da água subterrânea e do subproduto da dessalinização, para uso em atividades produtivas agropecuárias, como de avaliar a percepção comunitária, a respeito da tecnologia implantada. A base de dados empregada, cedida em sua maior parte pelo Programa Água Doce (PAD), constituiu-se de laudos da qualidade da água e entrevistas semiestruturadas, referentes a 33 municípios do RN. A avaliação da água subterrânea para fins de irrigação, abordada no primeiro capítulo, demostrou que os parâmetros pH, condutividade, sólidos totais dissolvidos (STD), cloreto, manganês, urânio e zinco apresentaram concentrações acima dos limites recomendados para culturas vegetais. Quase a metade dos poços apresentou águas com risco alto (43%) de salinização dos solos, porém, baixo de sodificação (45%). Todas as fontes hídricas analisadas mostraram-se inadequadas ao rendimento de plantas mais sensíveis, e com níveis de sódio (> 115 mg/L) capaz de ocasioná-las algum grau de lesão foliar. Para a produção de animais, STD, magnésio, sulfato e manganês apresentaram concentrações acima dos valores máximos recomendados. Através do segundo capítulo, a composição físico-química da água subterrânea e do concentrado foi empregada para a determinação de índices de qualidade, visando os usos de irrigação e dessedentação animal. Um elevado percentual da água dos poços (51%) e do concentrado (65%) foram classificados com qualidade ruim e péssima para o cultivo de plantas. Inversamente, a maior parte das águas subterrâneas (87%) e do rejeito salobro (71%), integraram as classes de melhor qualidade (excelente e boa) para a produção de animais. O diagnóstico dos sistemas de dessalinização, realizado no terceiro capítulo, demostrou que em 42 localidades, 53% das famílias eram usuárias dos sistemas de dessalinização. Gastos mensais fixos como: tarifa de energia elétrica (62%), remuneração de operadores (90%) e fundo de reserva (100%) foram majoritariamente liquidados pela própria comunidade. Após a implantação dos dessalinizadores, o modelo de gestão implementado e performance de serviços foram avaliados, obtendo-se mais de 90% de respostas satisfatórias (excelente e bom) para cada aspecto e/ou variável apontada. Quanto ao estudo de percepção da qualidade das fontes de água consumida (cisternas e dessalinizada), realizado em 4 localidades, 46% dos entrevistados de relataram perceber alterações nas propriedades organolépticas do recurso, principalmente relacionadas ao sabor, ocasionado pelo cloro e ou sais. Cerca da metade do público abordado afirmou ter recebido informações sobre boas práticas higiênicos-sanitárias. Enfermidades, como diarreia e verminose, foram os exemplos mais citados. Mecanismos comunitários de gestão se mostraram como um importante instrumento na manutenção dos dessalinizadores. No entanto, detectou-se a necessidade de uma maior sensibilização da população, através de abordagens educativas e de comunicação social, tendo em vista ampliar a percepção dos riscos associados a água de consumo humano.


  • Mostrar Abstract
  • Most of the territory of the state of Rio Grande do Norte (RN) is inserted within the drought polygon, a region where more than half of the population live in rural areas. To improve the drinking water in the region, desalination equipment was installed, however, this equipment has generated a large amount of brackish waste. Thus, this study sought to investigate the quality of underground water and desalination by-products in agricultural activities and to evaluate community perceptions of this technology. The database used, which was mostly provided by the Programa Água Doce (PAD), consisted water quality reports and semi-structured interviews carried out in 33 municipalities in RN. An evaluation of underground water for irrigation purposes, which is discussed in the first chapter, revealed that the pH, conductivity, total dissolved solids (TDS), chloride, manganese, uranium, and zinc levels were above the limits recommended to cultivate vegetables. The waters in almost half of the wells presented high risks of soil salinization (43%), but low risks of sodification (45%). All the water sources analyzed were inadequate to cultivate most sensitive plants as they had sodium levels (> 115 mg/L) that can cause some degree of leaf damage. With respect to raising livestock, STD, the concentrations of magnesium, sulphate and manganese were above the maximum recommended values. In the second chapter, the physical-chemical composition of the groundwater and concentrate was used to determine quality indices, given their use in irrigation and livestock desedimentation. Well water (51%) and concentrate (65%) qualities were found to have higher percentages classified as poor and very poor for plant growth, respectively. Conversely, most of the groundwater (87%) and brackish waste (71%) were classified in the best quality classes (excellent and good) for livestock raising. A diagnosis of the desalination systems, which is carried out in the third chapter, revealed that in 42 locations 53% of the families used the desalination systems. Fixed monthly expenses such as: electricity (62%), operator salaries (90%) and reserve funds (100%) were mostly paid by communities themselves. After the desalinizators were implanted, an evaluation of the management model and service performance was carried out and revealed a 90% satisfactory response rate (excellent and good) for each aspect and/or variable analyzed. With respect to perceptions on the quality of sources of consumed water (cisterns and desalinated water), which were evaluated in four locations, 46% of respondents reported perceiving changes in the organoleptic properties of the water, mainly that they could taste chlorine and/or salts. About half of the respondents said they had received information on good hygiene and sanitary practices. Diseases, such as diarrhea and verminosis, were the most frequently cited examples. Community management tools proved to be important to maintaining desalinizators. However, this study found that there is a need for greater awareness among the population, for example through educational approaches and social communication, on the risks associated with this water for human consumption.

2
  • PAULO RICARDO COSME BEZERRA
  • TECNOLOGIAS SOCIAIS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: UM ESTUDO EM COMUNIDADES RURAIS DO TERRITÓRIO MATO GRANDE POTIGUAR

  • Orientador : JORGE EDUARDO LINS OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CIBELE SOARES PONTES
  • DENES DANTAS VIEIRA
  • JORGE EDUARDO LINS OLIVEIRA
  • JOSÉ GOMES FERREIRA
  • MARISTELA OLIVEIRA DE ANDRADE
  • Data: 30/06/2021

  • Mostrar Resumo
  • As dificuldades encontradas no território Mato Grande Potiguar para o desenvolvimento das atividades, no meio rural, promovem a pobreza e o desemprego do pequeno produtor, levando ao êxodo rural para a capital, Natal, e outras regiões do Brasil. Buscando mudar essa realidade, as empresas eólicas inseridas nesse território iniciaram em 2017 um projeto estimulando o desenvolvimento territorial e potencializando o crescimento da economia, por meio de capacitações de fomento à inovação através da difusão de tecnologias sociais como alternativa para a solução de diversos problemas econômicos, sociais e ambientais. Diante desse contexto, esta Tese colabora e orienta no entendimento das novas formas de relações sociais, uso e ocupação do solo, convivência com o território e a criação de negócios de impacto social, respondendo a um questionamento central: Em que medida as tecnologias sociais contribuem para o desenvolvimento sustentável das comunidades rurais do território Mato Grande Potiguar? A pesquisa de campo se apoia em uma base metodológica que incorpora a realidade quantitativa do perfil dos pequenos produtores rurais, descrição do território, uso das tecnologias sociais e o mapeamento dos negócios de impacto social e qualitativa analisando o comportamento das pessoas, transformação territorial e o desenvolvimento sustentável do território. E ainda, de forma exploratória apresenta a percepção dos moradores quanto a contribuição dos parques eólicos para a promoção do desenvolvimento sustentável do território Mato Grande que segundo eles é mais desagregadora que agregadora, porque promove o crescimento econômico, acelerando a eficiência do mercado, gerando empregos e promovendo novos negócios, porém os aspectos sociais e ambientais são variáveis negativas que merecem atenção. A organização do desenho da cadeia de valor do impacto da Teoria da Mudança aplicada às comunidades rurais do território Mato Grande Potiguar permite identificar e analisar a relação entre o que foi planejado e os resultados obtidos nas mensurações, considerando assim, que as tecnologias sociais construídas geram impacto positivo para as comunidades rurais e promovem melhoria social, econômica e ambiental. As tecnologias implementadas nas propriedades rurais promovem a consciência ambiental, fortalecimento das capacidades do “eu posso fazer”. As ações desenvolvidas serviram para reforçar a compreensão de que as adversidades do território do Mato Grande não são fatores limitadores. E, os negócios de impacto social apresentam-se como um instrumento chave de alto potencial de melhoria das condições de vida do pequeno produtor rural. No entanto, fatores como: conhecimento de gestão, vocação empreendedora, falta de infraestrutura para escoar a produção, ausência de políticas de crédito para a produção e investimentos, torna frágil a consolidação da atividade empreendedora para os pequenos produtores rurais.


  • Mostrar Abstract
  • The difficulties found in the territory of Mato Grande Potiguar for the development of daily activities in rural areas, promote poverty and unemployment, of the small producer, leading to the rural exodus to the capital, Natal, and other regions of Brazil. Seeking to change this reality, the wind companies operating in this territory started a project in 2017 stimulating territorial development and boosting economic growth, through training to foster innovation through the dissemination of social technologies as an alternative for solving various economic problems , social and environmental. In this context, this Thesis collaborates and guides the understanding of new forms of social relations, land use and occupation, coexistence with the territory and the creation of businesses with social impact, answering a central question: To what extent do social technologies contribute for the sustainable development of rural communities in the Mato Grande Potiguar territory? The field research will be supported by a methodological basis that incorporates the quantitative reality of the profile of small rural producers and description of the territory, use of social technologies and mapping of businesses with social and qualitative impact, analyzing people's behavior, territorial transformation, its surroundings and the development of the territory. And yet, to analyze the perception of residents regarding the contribution of wind farms to the promotion of sustainable development in the Mato Grande Potiguar territory, which according to them is more disaggregating than aggregating, because it promotes economic growth, accelerating market efficiency, generating jobs and promoting new businesses, but social and environmental aspects are negative variables that deserve attention. The organization of the design of the impact value chain of the Theory of Change applied to rural communities in the Mato Grande Potiguar territory allows us to identify and analyze the relationship between what was planned and the results obtained in the measurements, thus considering that the constructed social technologies generate positive impact on rural communities and promote social, economic and environmental improvement. The technologies implemented on rural properties promote environmental awareness, capacity building - “I can do it”. The actions developed in rural communities served to reinforce the understanding that the adversities in the territory of Mato Grande are not limiting factors. And, social impact businesses are presented as a key instrument with a high potential for improving the living conditions of small rural producers. However, factors such as management knowledge, entrepreneurial vocation, lack of infrastructure to transport production, absence of credit policies for production and investments, making the consolidation of entrepreneurial activity fragile.

3
  • MARIA DE FÁTIMA BATISTA DUTRA
  • A BIOTECNOLOGIA COMO INSTRUMENTO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL E AMBIENTAL APLICADO A PALMA FORRAGEIRA

  • Orientador : MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOSEMIR MOURA MAIA
  • JOSÉ ARAÚJO DANTAS
  • MARIA DE FATIMA FREIRE DE MELO XIMENES
  • NATONIEL FRANKLIN DE MELO
  • PAULO SERGIO MARINHO LUCIO
  • Data: 25/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • Na região semiárida do Nordeste brasileiro as oscilações das chuvas têm influenciado para que os sistemas de exploração dos pequenos agricultores não atinjam resultados aceitáveis, gerando consequências severas para as condições de renda e, por conseguinte de vida destes agricultores, as populações nordestinas ainda não encontraram o sincronismo entre a cultura tradicional e os imperativos do ambiente. Um fato relevante para esta região é que as cactáceas presentes no ambiente semiárido apresentam extrema importância para a sustentabilidade do bioma caatinga, servindo como fonte de forragem e alimento para os animais, especialmente nas épocas de seca prolongada, com destaque para a palma forrageira. Uma das maiores dificuldades para o desenvolvimento da cultura da palma forrageira é a limitada disponibilidade de material de cultivo, sendo muito lento o sistema convencional de propagação. Desse modo, a biotecnologia é uma ferramenta de grande importância para propiciar benefícios a diferentes setores da sociedade, especialmente à agropecuária, por esta razão a micropropagação tem sido utilizada com êxito em diversas espécies, visando um sistema eficiente de multiplicação para estas cactáceas. Em vista disso, o objetivo geral deste trabalho foi investigar através da biotecnologia, um método de propagação rápido e eficiente para a palma forrageira tolerante a cochonilha-do-carmim a ser utilizado no semiárido nordestino, contribuindo para melhorar o potencial agropecuário e econômico no Rio Grande do Norte e consequentemente a convivência com o semiárido. Desta forma, esta pesquisa buscou desenvolver protocolos de micropropagação com duas variedades de palma forrageira, Orelha-de-elefante e Miúda, comparou o padrão de desenvolvimento in vitro e efetuou testes de aclimatização em estufa, apontando materiais tolerantes a cochonilha-do-carmim propícios a serem cultivados nesta região. No último capítulo através da aplicação de questionários aos agricultores familiares, identificou-se o perfil socioeconômico dos que cultivam palma forrageira das variedades em estudo em alguns municípios do Rio Grande do Norte. Em suma, após 120 dias de cultivo in vitro constatou-se que a metodologia aplicada tem o potencial de incrementar o rendimento na multiplicação de materiais genéticos de alto valor para a cultura de palma, as duas variedades estudadas são promissoras e apresentaram uma ótima adaptação na fase de aclimatização. O perfil socioeconômico dos agricultores se caracterizou por apresentar algumas particularidades relevantes nos municípios do Rio Grande do Norte tais como predominância do sexo masculino, criação de subsistência, baixo grau de instrução, plantação em sistema convencional de cultivo e inexistência de controle de pragas. As informações pertinentes à cultura da palma forrageira relatadas neste trabalho demonstram seu potencial, porém ainda existem muitas elucidações sobre sua utilidade e aplicações que devem ser investigadas.


  • Mostrar Abstract
  • In the semi-arid region of Brazilian North-east, the oscillation of rainfalls have influenced to the systems of exploration from small farmers to do not achieve acceptable results, generating severe consequences on the condition of income, and, consequently of these farmers’ live, the northeastern population that did not have found the synchronism between traditional culture and imperatives of the environment yet. A relevant fact of this region is the cacti in the semi-arid ambience present extremal importance to sustainability of caatinga biome, assisting as fountain of fodder and food to animals, especially in severe drought season with focus on cactus pear. One of the hardest difficulties to the development of cactus pear culture is the limited availability of cultivable material, being highly slow the conventional propagation system. Therefore, biotechnology is a tool with a huge importance to provide benefits to different sectors of society, especially farming, for this reason the micropropagation has been used successfully to different species, looking for an efficient multiplication system for these cacti. Thus, the general purpose of this work was to investigate through biotechnology, a fast and efficient method of investigation to cactus pear tolerant to carmine cochineal to be used in the north-east semi-arid, contributing to improve the agricultural and economic potential of the Rio Grande do Norte and consequently coexistence with the semi-arid. In this way, this search quested to develop to micropropagation protocol with two cactus pear varieties, “Miúda” and “Mexican Elefant Ear”, compared to in vitro development pattern and made acclimatization in greenhouse, pointing tolerant materials to Cochineal Carmine favourable to being cultivated in this region. In the last chapter, throughout the application of questionnaires to the familiar farmers, It was identified the socio-economic profile of who cultivates cactus pear of varieties of this research of some municipalities in the Rio Grande do Norte. Succinctly, after 120 days of in vitro cultivation it was recognized that the applied methodology has the potential to increment the yield of genetic material multiplication with a high value to the cactus culture, the two explored selections are promising and showed a great adaptation in the acclimatization stage. The farmers socio-economic profile was characterized for show some relevant particularities in municipalities of the Rio Grande do Norte such as the predominance of male sex, creation of subsistence, low degree of instruction, plantation in the conventional system of cultivation and lack of pest control. The relevant information to the culture of cactus pear reported in this work demonstrates its potential however there are several elucidations about its utility and applications that should be investigated.

4
  • CÁSSIO LÁZARO SILVA INÁCIO
  • MOSQUITOS VETORES (DIPTERA: CULICIDAE) DO SEMIÁRIDO BRASILEIRO: FATORES BIOECOLÓGICOS, SOCIOAMBIENTAIS E EPIDEMIOLÓGICOS

  • Orientador : MARIA DE FATIMA FREIRE DE MELO XIMENES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA FERREIRA UCHOA
  • ELIANE MARINHO SORIANO
  • MARIA DE FATIMA FREIRE DE MELO XIMENES
  • MARÍLIA GABRIELA DOS SANTOS CAVALCANTI
  • PATRICIA BATISTA BARRA MEDEIROS BARBOSA
  • Data: 31/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • Os mosquitos são insetos presentes em todo o planeta. Atualmente são conhecidas cerca de 3.578 espécies. No Brasil, são relatadas cerca de 530 espécies de mosquitos, dentre estas, algumas são consideradas vetores de patógenos causadores de doenças. Estima-se que na Caatinga, bioma exclusivamente brasileiro, ocorrem cerca de 80 espécies. No estado brasileiro do Rio Grande do Norte já foram registradas 76 espécies. Os mosquitos são insetos holometabólicos, ou seja, possuem metamorfose completa, passando pelos estágios de ovo, larva, pupa e adultos. Os imaturos habitam o ambiente aquático e seus criadouros são diversos, podem ser naturais ou artificiais, temporários ou permanentes. Os adultos apresentam vida livre fora da água e são os responsáveis pela reprodução; se alimentam de carboidratos de origem vegetal, no entanto, somente as fêmeas são adaptadas para também se alimentar de sangue. Essa alimentação sanguínea acaba propiciando a infecção e transmissão de agentes patogênicos. O Rio Grande do Norte vem sofrendo ao longo dos anos com epidemias de Dengue, Zika e Chikungunya, doenças cujo principal vetor é o Aedes aegypti. Os estudos sobre a fauna de mosquitos no estado ainda são escassos, necessitando assim de mais pesquisas para uma melhor compreensão das relações destes insetos na transmissão de patógenos e com o meio ambiente. Neste sentido, o presente trabalho buscou inventariar a fauna de culicídeos no município de Currais Novos em área urbana e natural preservada. No meio urbano, foi realizado o monitoramento mensal da população de Aedes aegypti com a utilização de ovitrampas. As armadilhas foram instaladas semanalmente no intradomicílio, equidistantes cerca de 300m e substituídas a cada sete dias. Foram calculados os índices Índice de Positividade de Ovitrampas (IPO), Índice de Densidade de Ovos (IDO), Índice da Média de Ovos (IMO) para cada período estudado, os quais são importantes para o entendimento da dinâmica populacional e período reprodutivo de mosquitos. Um total de 92.340 ovos foram coletados durante o estudo, entre maio de 2018 e março de 2020. O índice de positividade de ovitrampas apresentou correlação positiva com as chuvas. A pesquisa viral em insetos adultos oriundos dos ovos coletados, revelou um possível novo vírus específico de insetos, por métodos de inferência filogenética: Máxima Verossimilhança, Máxima Parcimônia e Neighbor-Joining. Em ambiente de mata, ovos, larvas, pupas e adultos foram investigados. As coletas de ovos ocorreram por meio de ovitrampas. Os imaturos, por busca ativa em criadouros naturais e os insetos adultos com armadilha Shannon. Todas as coletas ocorreram uma vez por mês, na área preservada no período de abril de 2017 a março de 2020 no Cânion dos Apertados em Currais Novos. Um total de 15 táxons foram encontrados, sendo 14 de imaturos e 13 de mosquitos adultos. A correlação dos insetos com as variáveis climáticas locais foi constatada, tendo a temperatura como componente climático preponderante. Para os imaturos foram registrados 14 tipos de criadouros naturais. O trabalho resultou em 2.342 mosquitos adultos coletados entre as 17h-20h. Haemagogus spegazzinii foi a única espécie silvestre encontrada naturalmente infectada por arbovírus, o vírus dengue tipo 2. O ciclo dessa espécie dura em torno de 14 dias, da eclosão até a fase adulta. Os ovos de mosquitos dessa espécie podem resistir à dessecação por 380 dias, e os adultos da espécie apresentaram 4 morfotipos. Desse modo, o presente trabalho acrescenta novas informações sobre os mosquitos da caatinga e contribui para o entendimento de sua biologia e estratégias de sobrevivência no semiárido em meio urbano e natural. Neste aspecto, o monitoramento das populações de mosquitos pode auxiliar em políticas públicas para o controle e combate destes insetos a partir do conhecimento sobre os nichos, bioecologia, frequência, abundância e sazonalidade dos mosquitos.


  • Mostrar Abstract
  • Mosquitoes are insects present all over the planet. Currently, about 3,578 species are known. In Brazil, about 530 mosquito species are reported, and among these, some are considered vectors of disease-causing pathogens. It is estimated that about 80 species occur in Caatinga, an exclusively Brazilian biome. In the Brazilian state of Rio Grande do Norte, 76 species have already been recorded. Mosquitoes are holometabolic insects, i.e., they have complete metamorphosis, passing through the stages of egg, larva, pupa and adult. The immatures inhabit the aquatic environment, and their breeding sites are diverse, and can be natural or artificial, temporary or permanent. Adults live freely outside the water and are responsible for reproduction; they feed on carbohydrates of plant origin, however, only the females are adapted to also feed on blood. They feed on carbohydrates of vegetable origin; however, only the females are adapted to also feed on blood. This blood feeding ends up favoring the infection and transmission of pathogens. Rio Grande do Norte has been suffering over the years with epidemics of Dengue, Zika, and Chikungunya, diseases whose main vector is the Aedes aegypti. Studies on the mosquito fauna in the state are still scarce, thus requiring further research for a better understanding of the relationships of these insects in the transmission of pathogens and with the environment. In this sense, the present work sought to analyze the fauna of Culicidae in the municipality of Currais Novos in urban and preserved natural areas. In the urban area, the monthly monitoring of the Aedes aegypti population was performed with the use of ovitraps. The traps were installed weekly in the household, equidistant about 300m, and replaced every seven days. We calculated the indexes Ovitrap Positivity Index (OVI), Egg Density Index (EDI), and Mean Egg Index (MSI) for each period studied, which are important for understanding the population dynamics and reproductive period of mosquitoes. A total of 92,340 eggs were collected during the study, between May/2018 March/2020. The ovitrap positivity index showed a positive correlation with rainfall. Viral research in adult insects from eggs revealed evidence of a possible new insect-specific virus by phylogenetic inference methods: Maximum Likelihood, Maximum Parsimony, and Neighbor-Joining. In the natural area, collections were made monthly using ovitraps, active search for immatures in natural breeding sites, and Shannon traps for adult insects in the Apertados Canyon. A total of 15 taxa were found, 14 immature and 13 adult mosquitoes. The correlation of the insects with local climatic variables was observed. For immature mosquitoes, 14 breeding sites were recorded. A total of 2,342 adult mosquitoes were collected between 5pm-8pm. Haemagogus spegazzinii was the only wild species found naturally infected with arbovirus, dengue virus type 2. It was also observed that the species' cycle lasts about 14 days from hatching to adulthood. Eggs of this species can resist desiccation for 380 days, and the adults of the species can have 4 morphotypes. Thus, the present work contributes to the understanding of the human implications facing the epidemiology of arboviroses in urban and natural environments. In this aspect, the monitoring of mosquito populations helps in policies for the control and combat of these insects and with the knowledge of the relationships between mosquitoes in the semiarid region of Brazil, about the niches, bioecology, frequency, abundance, and seasonality of mosquitoes.

2020
Teses
1
  • FELIPHE LACERDA SOUZA DE ALENCAR
  • BIOPROSPECÇÃO DA Chromobacterium violaceum PARA ABIORREMEDIAÇÃODO CHUMBO: APLICAÇÕES EM BIOTECNOLOGIA E EDUCAÇÃO EM SAÚDE

  • Orientador : VIVIANE SOUZA DO AMARAL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • VIVIANE SOUZA DO AMARAL
  • JULIO ALEJANDRO NAVONI
  • SILVIA REGINA BATISTUZZO DE MEDEIROS
  • FABIO TEIXEIRA DUARTE
  • NATALY ALBUQUERQUE DOS SANTOS
  • Data: 04/05/2020

  • Mostrar Resumo
  • A presença do metal pesado chumbo no meio ambiente pode ocasionar agravos não somente ao equilíbrio ecológico, mas também à saúde humana. Nesse contexto, se apresenta o município Lages Pintadas, área em estudo, situado na região semiárida do Rio Grande do Norte, o qual sofre impactos decorrentes tanto da ação antrópica quanto da radiação natural, tendo o chumbo como um importante resíduo impactante. Diante do exposto, se enfatiza a necessidade quanto ao desenvolvimento e a aplicação de ferramentas de gerenciamento e manutenção de ambientes impactados pelo chumbo, tendo por base o estudo do potencial biorremediador de diferentes cepas de Chromobacterium violaceum. O isolamento e a identificação microbiológica das respectivas cepas bacterianas ocorreram conforme metodologia preconizada pelo Standard Methods for Examinations of Water and Wastewater. As linhagens: ATCC 12472, fornecida pelo Laboratório de Biologia Molecular e Genômica da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e a cepa denominada SCV1, isolada do açude riacho da cachoeira, localizado no município de Lajes Pintadas, semiárido do Rio Grande do Norte foram testadas quanto ao padrão de resistência ao chumbo em concentrações decrescentes e diferentes tempos de exposição, avaliando-se em seguida por microscopia eletrônica de varredura diferentes arranjos dos níveis de remoção metálica testados. A avaliação do estresse oxidativo foi baseado na atividade da enzima antioxidante Catalase e Superóxido Dismutase. Os extratos proteicos totais, para posterior análise de proteoma, foram quantificados pelo método de Bradford e resolvidos em gel de poliacrilamida 13% (SDS-PAGE). Ao fim da eletroforese cada banda dos respectivos testes e controles foram excisadas e digeridas in gel, seguidas da extração de peptídeos. As análises de proteômica, caracterização e comparação do perfil proteico total das respectivas cepas, ATCC e SCV1, em presença e ausência de Pb (NO3)2 foram baseadas em nano cromatografia líquida acoplada a ionização eletrospray e espectrometria de massas sequencial (nanoLC-ESI-MS/MS), utilizando o espectrômetro de massas LTQ Orbitrap XL ETD e cromatógrafo nLC Easy 1000. Os dados observados são promissores, no que se refere à viabilidade de uso da C. violaceum como ferramenta biorremediadora para o combate e a mitigação da problemática poluição e contaminação ambiental por metais pesados. Ambas as cepas, ATCC 12472 e SVC1 apresentaram padrões similares de resistência quando expostas às concentrações mais baixas do Pb (NO3)2 (0,5 mM a 3 mM). Entretanto, a cepa SCV1, isolada do ambiente, apresentou um padrão de resistência mais eficiente do que a cepa ATCC 12472, sobretudo entre as concentrações de 4 a 6 mM. Ao comparar a eficiência quanto à remoção in vitro do Pb (NO3)2 no meio, a cepa regional SCV1 foi capaz de remover até duas vezes mais a concentração do metal quando comparada à ATCC 12472. As observações ao microscópio eletrônico de varredura evidenciaram a capacidade da C. violaceum se biossorver ao chumbo, sem, no entanto, sofrer alterações em sua estrutura, mantendo a forma bacilar. A análise de proteoma das cepas ATCC 12472 e SCV1 expostas ao estresse oxidativo induzido por uma concentração equivalente a 3 mM chumbo, em um período de 12 horas revelou um total de 1930 proteínas em ambas as cepas. Em ATCC 12472, 11,7% das proteínas apresentaram funções relacionadas ao transporte, principalmente associadas ao sistema de transporte tipo ABC. Ao passo que na cepa SCV1 esse valor correspondeu a 21.3%. Mecanismos de complexação e ligação biomolecular estiveram presentes em cerca de 70% das proteínas da cepa ATCC 12472 e em 60% na cepa SCV1, das quais grande parte se associou à complexação de metais, tais como ferro, zinco, cobre e manganês e magnésio. A maioria das proteínas up-reguladas de ambas as cepas desempenharam funções relacionadas à complexação, transporte, efluxo, ou ainda mecanismos associados ao reparo de material genético, resposta ao estresse oxidativo e resistência celular. Foram identificadas ainda proteínas com domínio conservado ausente ou ainda com domínios de função desconhecida, sendo considerados potenciais produtos para a biorremediação, uma vez que apresentaram contexto gênico relacionado, sobretudo, ao transporte de biomoléculas, regulação transcricional, biometilação e quimiotaxia. Ademias foram identificadas proteínas hub-gargalo (bottlenecks), essenciais à manutenção e homeostase da rede de interação proteína-proteína e desempenharam, sobretudo, funções associadas ao reparo, resposta ao estresse e metabolismo de aclimação. Este é o primeiro estudo acerca da proteômica de resistência da C. violaceum frente ao metal pesado chumbo. A relativa eficiência metabólica constatada na cepa SCV1 de C. violaceum em relação à ATCC 12472 sugere que bactérias quando expostas a determinados agentes poluentes e contaminantes tendem a desenvolver mecanismos de resistência frente às pressões seletivas impostas pelo meio. As alterações no perfil de proteínas da C. violaceum em condição de estresse oxidativo indica reprogramação metabólica e revela a importante capacidade de adaptação desta bactéria.


  • Mostrar Abstract
  • The presence of toxic waste in the environment can cause harm not only to ecological balance, but also to human health. This problem is intensified when the perimeter of industries approaches populated areas, especially those inserted in regions surrounding rivers, weirs and reservoirs, such as the municipality of Lages Pintadas, located in the semi-arid region of Rio Grande do Norte, which suffers impacts resulting from both anthropic action and natural radiation, with heavy metal lead as an important impacting residue. Given the above, we present the need for the development and application of management and maintenance tools for environments impacted by lead, based on the study of the bioremediation potential of different strains of Chromobacterium violaceum. The isolation and microbiological identification of the respective bacterial strains occurred according to the methodology recommended by the Standard Methods for Examinations of Water and Wastewater. The strains were tested for the pattern of lead resistance in decreasing concentrations and different exposure times, then evaluated by scanning electron microscopy different bacterial arrangements against the metal, followed by the evaluation by atomic absorption spectrophotometry of the levels of metallic removal tested in the presence of C. violaceum. Oxidative stress was based on the activity of the antioxidant enzyme catalase (CAT). After electrophoresis - SDS-PAGE, each lane was excised according to the protein density. Protein sequencing was performed in a liquid chromatography system coupled to a mass spectrometer. The observed data are promising, with regard to the viability of using C. violaceum as a bioremediation tool to combat and mitigate the problematic pollution and environmental contamination by heavy metals. The resistance profiles of C. violaceum in face of high concentrations of Pb (NO3)2 indicate the metabolic versatility of this organism. Both strains showed similar resistance patterns when exposed to the lowest concentrations of Pb (NO3)2, 1 to 5 mM. However, the SCV1 strain, isolated from the environment, showed a more efficient resistance pattern than the ATCC 12472 strain, standard strain, especially between concentrations of 7 to 10 mM. When comparing the efficiency regarding in vitro Pb (NO3)2 removal in the medium, the SCV1 strain was able to remove up to twice as much metal concentration when compared to ATCC. Observations under a scanning electron microscope (SEM) showed the ability of C. violaceum to withstand concentrations of up to 10 mM Pb (NO3)2, without, however, undergoing significant changes in its structure, maintaining its bacillary shape. The analysis of total proteins revealed a total of 1930 proteins in both strains. In ATCC 12472, 21.3% of proteins had transport-related functions, mainly associated with the ABC-type transport system. Complexation and biomolecular binding mechanisms were present in about 70% of the proteins of the ATCC strain and in 60% in the SCV1 strain, of which a large part was associated with the complexation of metals, such as iron, zinc, copper and manganese and magnesium. In addition, repair proteins, cell resistance and response to oxidative stress were identified in both strains, such as Glutathione-S-transferases. Most of the supra regulated proteins of both strains performed functions related to complexation, transport, efflux, or mechanisms associated with the repair of genetic material, response to oxidative stress and cell resistance. This is the first study on the resistance proteomics of C. violaceum against heavy metal lead. The relative metabolic efficiency observed in the wild strain of C. violaceum in relation to ATCC suggests that bacteria when exposed to certain polluting agents and contaminants tend to develop resistance mechanisms against the selective pressures imposed by the medium. Changes in the protein profile of C. violaceum under oxidative stress indicate metabolic reprogramming and reveal the important adaptability of this bacterium. Numerous so-called hypothetical proteins with a probable association with the transport of biomolecules, efflux systems and ionic complexation were identified in this study. Such observation opens up to the scientific field the possibility of studying and unraveling these proteins as possible candidates for bioremediation processes against lead and other heavy metals.

2
  • KÍVIA SOARES DE OLIVEIRA
  • A BIOTECNOLOGIA VEGETAL, CONHECIMENTO TRADICIONAL E PRÁTICAS DE MANEJO: SUBSÍDIOS À CONSERVAÇÃO DE Hancornia speciosa Gomes

  • Orientador : MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • DANIEL DURANTE PEREIRA ALVES
  • PRISCILA FABIANA MACEDO LOPES
  • MARIA CRISTINA BASÍLIO CRISPIM DA SILVA
  • NATONIEL FRANKLIN DE MELO
  • Data: 10/07/2020

  • Mostrar Resumo
  • A mangabeira (Hancornia speciosa Gomes) é uma espécie frutífera nativa do Brasil, apresenta ampla distribuição geográfica que vai desde os Cerrados até os tabuleiros costeiros do Nordeste, sendo bastante conhecida pela importância socioeconômica, ambiental e cultural. Nas últimas décadas, a intensificação da ação antrópica vem contribuindo para a redução significativa de seus campos nativos, e, consequentemente, de sua diversidade genética. Isto justifica a necessidade iminente de alternativas que possibilitem sua recomposição em ambiente natural e a conservação de seus genótipos. Nesse contexto, o objetivo geral da tese foi o de propor o desenvolvimento de estratégias que subsidiem a conservação ex situ e in situ da mangabeira utilizando como ferramentas a biotecnologia vegetal e os estudos etnobotânicos. Assim, este estudo inclui abordagens que envolvem aspectos da biotecnologia vegetal na conservação ex situ da mangabeira; de caracterização morfológica da espécie H. speciosa em diferentes unidades de paisagens, bem como uma abordagem etnobotânica a qual buscou caracterizar o conhecimento, uso e as principais práticas locais de manejo que envolve a espécie. Para tanto, uma das etapas dessa pesquisa gerou o capítulo 1, intitulado: “Crescimento lento em cultura in vitro para a conservação de Hancornia speciosa Gomes”. Nele, explantes nodais de mangabeira foram inoculados em meios de cultura MS contendo variadas concentrações dos agentes osmóticos sorbitol e sacarose, a fim de se observar qual tratamento induziria o crescimento lento da cultura sem afetar a viabilidade das plantas. Ao fim de 120 dias, comprovou-se a partir da analise estatística com 5% de significância que a adição de agentes osmóticos na concentração de 5 g L-1 de sorbitol + 15 g L-1 de sacarose reduz a taxa de crescimento in vitro mantendo a viabilidade das plantas. Já o aumento das concentrações de sorbitol em combinação com sacarose reduz o crescimento in vitro, porém, não se mostraram viáveis para a manutenção das plantas ao longo dos 120 dias de cultivo.


  • Mostrar Abstract
  • The mangabeira (Hancornia speciosa Gomes) is a native fruit species from Brazil wich has a broad geographic distribution that goes from the Cerrado to the coastal plains of the Northeast, being well known for socio-economic, environmental and cultural importance. In the last decade the intensification of human actions has contributed to the significant reduction in their native fields, thus, to their genetic diversity. This justifies the imminent need for alternatives that enable its recovery in natural environment and the conservation of their genotypes. In this context, the general objective of the thesis was to propose the development of strategies that support the ex situ and in situ conservation of mangabeira using as tools plant biotechnology and ethnobotanical studies. Thus, this study includes approaches that involve aspects of plant biotechnology in the ex situ conservation of mango trees; morphological characterization of the species H. speciosa in different landscape units, as well as an ethnobotanical approach which sought to characterize the knowledge, use and main local management practices involving the species. Therefore, one of the stages of this research generated chapter 1, entitled: “Slow growth in vitro culture for the conservation of Hancornia speciosa Gomes”. In it, mangrove nodal explants were inoculated in MS culture media containing varying concentrations of sorbitol and sucrose osmotic agents, in order to observe which treatment would induce slow growth of the culture without affecting plant viability. After 120 days, it was verified from the statistical analysis with 5% of significance that the addition of osmotic agents in the concentration of 5 g L-1 sorbitol + 15 g L-1 sucrose reduces the growth rate in vitro maintaining the viability of the plant. Increasing sorbitol concentrations in combination with sucrose reduces in vitro growth; however, they were not viable for the maintaining of plants during 120 days of cultivation.

3
  • FÁTIMA AURILANE DE AGUIAR LIMA ARARIPE
  • EFETIVIDADE DE GESTÃO DE ÁREAS PROTEGIDAS NA DEPRESSÃO SERTANEJA SETENTRIONAL E SEUS EFEITOS SOBRE A CONSERVAÇÃO DA CAATINGA

  • Orientador : MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DIOGENES FELIX DA SILVA COSTA
  • EDSON VICENTE DA SILVA
  • ILTON ARAUJO SOARES
  • MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • RAMIRO GUSTAVO VALERA CAMACHO
  • Data: 31/08/2020

  • Mostrar Resumo
  • As Unidades de Conservação (UC) são ferramentas importantes para a manutenção da biodiversidade em nível mundial. Para isso é necessário que essas UCs compreendam territórios representativos dos biomas do país, bem como tenham uma boa qualidade de gestão. Um bioma que necessita de atenção com relação ao estudo de suas áreas protegidas é a Caatinga, por ser exclusivamente brasileira, por ainda ser pouco conhecida e valorizada e por possuir uma pequena porcentagem de território protegido. Para compreender melhor a situação de efetividade de conservação das UC desse bioma é necessário avaliar sua gestão. Dessa forma, a referida tese teve como objetivo analisar a efetividade de gestão de UCs federais, Estação Ecológica (ESEC) de Aiuaba (CE), ESEC do Seridó (RN), Floresta Nacional (FLONA) de Sobral (CE) e FLONA de Açu (RN) da Ecorregião da Depressão Sertaneja Setentrional. Para avaliar essa efetividade de gestão, foi aplicada a metodologia Rapid Assessment and Prioritization of Protected Area Management (RAPPAM). Essa análise foi realizada com base em 3 objetivos, cada um correspondendo a um artigo que compõe esta tese. O Capítulo 1 objetivou identificar os indicadores do método RAPPAM mais relacionados com a efetividade de gestão das quatro UCs analisadas. Para isso foram coletados dados da aplicação da metodologia nos ciclos de 2005/2006; 2010 (dados obtidos a partir dos relatórios do ICMBio e WWF-BRASIL (2012)) e 2019/2020 (a pesquisadora aplicou a metodologia nesse período) sendo feita uma Análise de Componente Principal a partir desses dados. O Capítulo 2 objetivou avaliar as pressões e ameaças que permeiam quatro UCs federais da Depressão Sertaneja Setentrional. Dessa forma, foram utilizados os dados coletados a partir do RAPPAM 2019/2020, fazendo-se uma avaliação sobre as pressões e ameaças existentes nas UCs, elencando aspectos de criticidade de pressão e criticidade de ameaça, tendência de pressão e probabilidade de ameaça. O Capítulo 3objetivou investigar o índice de efetividade de gestão das quatro UCs federais supracitadas, por meio da metodologia RAPPAM, no ciclo de 2019/2020. Os dados obtidos levaram a análise de efetividade a partir do levantamento das pressões e das ameaças, do contexto em que as UCs se encontram inseridas (Importância Biológica, Importância Socioeconômica e Vulnerabilidade), além da determinação do Índice Geral de efetividade de Gestão obtido a partir da análise dos elementos: Planejamento, Insumos, Processos e Resultados. De forma geral as duas ESECs, UCs de Proteção Integral (PI), apresentaram efetividade alta, enquanto as duas FLONAs, UCs de Uso Sustentável (US), apresentaram efetividade Média. Os principais indicadores (módulos) que contribuíram para esse resultado foram: Planejamento de Gestão, Pesquisa, Avaliação e Monitoramento; Desenho e Planejamento da Área, além do Processo de Tomada de Decisão. As principais pressões e ameaças identificadas foram: caça, espécies exóticas e invasoras, processos seminaturais e pastagem. Finalmente, pode-se considerar que os principais problemas encontrados nas UCs estão relacionados ao elemento Insumos, que compreende os Recursos Humanos e Financeiros, Comunicação e Informação, além de Infraestrutura. Neste sentido, melhorar as condições dos Insumos, impacta diretamente nas atividades de planejamento, avaliação, monitoramento e tomada de decisão, que por sua vez contribuem com a efetividade de gestão dessas áreas. De posse desses resultados pode-se traçar estratégias prioritárias para garantir a capacidade de conservação das UCs de Caatinga da região da Depressão Sertaneja Setentrional analisadas nesta pesquisa.


  • Mostrar Abstract
  • Protected Areas (PA) are important tools for maintaining biodiversity worldwide. For that, it is necessary that these PA understand territories representative of the country's biomes, as well as have a good quality of management. A biome that needs attention regarding thestudy of its protected areas is the Caatinga, because it is exclusively Brazilian, because it is still little known and valued and because it has a small percentage of protected territory. In order to better understand the conservation effectiveness status of PA in this biome, it is necessary to evaluate its management. Thus, the aforementioned thesis aims to analyze the management effectiveness of federal PA, ESEC de Aiuaba (CE), ESEC do Seridó (RN), FLONA de Sobral (CE) and FLONA de Açu (RN) of the Ecoregion of Depression Sertaneja Northern. To assess this management effectiveness, the Rapid Assessment and Prioritization of Protected Area Management (RAPPAM) methodology was applied. This analysis was carried out based on 3 objectives, each corresponding to an article that composes this thesis. Chapter 1 aimed to identify the indicators of the RAPPAM method most related to the management effectiveness of the four UCs analyzed. For that, data were collected from the application of the methodology in the 2005/2006 cycles; 2010 (data obtained from the reports of ICMBio and WWF-BRASIL (2012)) and 2019/2020 (the researcher applied the methodology in this period) and a Principal Component Analysis was made from these data. Chapter 2 aimed to assess the pressures and threats that permeate four federal UCs of the Northern Country Depression. For this, the data collected from RAPPAM 2019/2020 were used, making an assessment of the pressures and threats existing in the PA, listing aspects of pressure criticality and threat criticality, pressure trend and threat probability. Chapter 3 aimed to investigate the management effectiveness index of the four federal UCs mentioned above, using the RAPPAM methodology, in the 2019/2020 cycle. The data obtained led to the analysis of effectiveness based on a survey of pressures and threats, the context in which the PA are inserted (Biological Importance, Socioeconomic Importance and Vulnerability), in addition to determining the General Management Effectiveness Index obtained from analysis of the elements: Planning, Inputs, Processes and Results. In general, the two Ecological Stations (ESECs), PA of Integral Protection (IP), showed high effectiveness, while the two National Forests (FLONAs), PA of Sustainable Use (US), showed Average effectiveness. The main indicators (modules) that contributed to this result were: Management Planning, Research, Evaluation and Monitoring; Design and Planning of the Area, in addition to the Decision-Making Process. The main pressures and threats identified were: hunting, exotic and invasive species, semi-natural processes and pasture. Finally, it can be considered that the main problems found in PA are related to the element Inputs, which comprises Human and Financial Resources, Communication and Information, in addition to Infrastructure. In this sense, improving the conditions of the Inputs, directly impacts the planning, evaluation, monitoring and decision-making activities, which in turn contribute to the effective management of these areas. With these results in mind, priority strategies can be outlined to ensure the conservation capacity of the Caatinga UCs in the Northern Depression region analyzed in this research.

2019
Teses
1
  • THIAGO FARIAS NÓBREGA
  • USO DE ESPÉCIES NATIVAS EM ENSAIOS ECOTOXICOLÓGICOS PARA AVALIAR A QUALIDADE DE ÁGUA E SEDIMENTO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOCE, RN

  • Orientador : RAQUEL FRANCO DE SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • IVANEIDE ALVES SOARES DA COSTA
  • MARIA CRISTINA BASÍLIO CRISPIM DA SILVA
  • ODETE ROCHA
  • RAQUEL FRANCO DE SOUZA
  • VIVIANE SOUZA DO AMARAL
  • Data: 21/02/2019

  • Mostrar Resumo
  • Na bacia hidrográfica do Rio Doce (BHRD), Nordeste Brasileiro, verifica-se ocupação não planejada, poluição e elevado déficit hídrico. Tais fatores foram agravados pela seca que se iniciou em 2012 e perdurou por 5 anos. Estudos já realizados nesta bacia hidrográfica apontaram altos níveis de antropização nos seus reservatórios próximos à costa (Lagoa de Extremoz e Rio Doce). No entanto poucas são as informações referentes às suas áreas de nascente, no alto curso dos Rios Do Mudo e Guajiru. Esta pesquisa buscou descrever as características químicas e ecotoxicológicas da água e sedimento de oito reservatórios de água, localizados nos Rios Do Mudo e Guajiru, em 2016. Além disso, este trabalho propõe o uso de cladóceros, que ocorrem naturalmente na bacia hidrográfica, para estudos ecotoxicológicos. Esta tese divide-se em três capítulos. O primeiro capítulo intitulado “Utilização de Cladocera Indígenas da Bacia Hidrográfica do Rio Doce, Nordeste do Brasil, como alternativa à organismos exóticos em estudos ecotoxicológicos”, implantou o cultivo e descreveu a história de vida de duas espécies nativas (Moina micrura e Ceriodaphnia cornuta), em comparação com uma espécie já padronizada e amplamente usada em estudos ecotoxicológicos (Ceriodaphnia dubia). Como esperado as espécies do gênero Ceriodaphnia spp apresentam variáveis da história de vida semelhantes. Em comparação intraespecífica, os registros indicaram melhores resultados para a metodologia de cultivo usada no presente estudo em comparação aos dados disponíveis na literatura. Percebeu-se também, que M. micrura é mais tolerante à substância de referência (NaCl), seguida de C. cornuta e C. dubia. A maior tolerância à salinidade das espécies nativas é um fator positivo, com possibilidade de indicação para uso em ambientes de clima semiárido, nos quais eventos de toxicidade poderiam atribuídos com maior segurança a outros parâmetros que não à salinidade natural, comum em reservatórios afetados por estiagens prolongadas. O segundo capítulo “Qualidade da água superficial de reservatórios temporários localizados entre a região semiárida e o litoral do Nordeste Brasileiro”. O objetivo deste trabalho foi analisar características físicas, químicas e ecotoxicológicas de amostras ambientais de água dos corpos hídricos estudados em relação à precipitação, ocupação do solo e critérios de qualidade de água. Verificou-se que a condutividade elétrica (CE), dureza, teores de Cd, Ni e cloreto foram significativamente diferentes entre as bacias dos Rios Guajiru e do Mudo; isto provavelmente deve-se, a diferentes litologias em cada sub-bacia. Os metais Cd, Pb, Cu e Zn foram maiores aos limites adotados para garantir a proteção da vida aquática, consumo humano e criação de animais. O Pb e a condutividade elétrica, também apresentaram valores superiores aos indicados para irrigação. Foram observados também, efeitos tóxicos à reprodução de M. micrura e Ceriodaphnia silvestrii, o que sugere a biodisponibilidade de Pb, Cu e Zn. No terceiro capítulo “Reservatórios rasos de água superficial no semiárido brasileiro: análises ecotoxicológicas e geoquímicas de sedimentos” procurou-se descrever o comportamento dos metais (Fe, Cd, Ni, Cu, Mn, Pb, Zn e Cr), matéria orgânica e granulometria dos sedimentos, em relação ao clima e litologia. Levou-se em consideração possíveis efeitos tóxicos sobre os organismos teste Hyalella azteca e Hyalella meinerti, como indicativo de poluição. Observou-se que o comportamento dos metais ao longo da maioria das estações de amostragem, não era afetado significativamente por atividades antropogênicas. No entanto nas estações de amostragem com maior adensamento populacional, foram verificados efeitos tóxicos, aos organismos testes, com mortalidade superior a 20%.


  • Mostrar Abstract
  • In the Doce River watershed (RDW), Brazilian Northeast, there is an unplanned occupation, pollution and high water deficit. These factors were aggravated by the drought that started in 2012, and lasted for 5 years. Studies already carried out on this watershed showed high levels of anthropization on their shells near the coast (Extremoz Lake and Doce river). However there are few information pertaining to their spring areas, in the Mudo and Guajiru rivers. This research sought to describe the chemical and ecotoxicological characteristics of the water and sediment, of eight reservoirs of water, located in the sub basins of the Mute and Guajiru Rivers, in 2016. In addition, this work proposes the use of Cladocera, that occurring naturally in the watershed, in ecotoxicological studies. This information is divided into three chapters.The first titled " Using Indigenous Cladocera from Doce River Watershed, Northeast of Brazil, as alternatives to exotic organisms in Ecotoxicological Studies.", deployed the culture and described the life story of two native species (Moina micrura and Ceriodaphnia cornuta), compared to a species already standardized and widely used in ecotoxicological studies (Ceriodaphnia dubia). As expected, the species Ceriodaphnia spp. exhibit similar life history variables. In intraspecific comparison, records indicate better results for the cultivation methodology used in this study compared to data available in the literature. It was noticed that M. micrura is more tolerant to the reference substance (NaCl), followed by C. cornuta and C. dubia. The increased tolerance to salinity of native species is a positive factor, with possibility of indication for their use in semi-arid climates, environments in which events of toxicity could be assigned with greater safety to other parameters not to salinity natural, common in reservoirs affected by prolonged droughts. The second chapter "Surface water quality of temporary reservoirs located between the semi-arid region and the Brazilian northeast coast", the aim of this work was to analyze physical, chemical and ecotoxicological characteristics in relation to rainfall, soil occupancy and water quality criteria. It was found that electrical conductivity (EC), hardness, Cd, Ni and chloride were significantly different between the sub basins, this is probably due, different lithologies. The Cd, Pb, Cu and Zn content, present disconformity to quality criteria for the protection of aquatic life, for human consumption and animal breeding. The Pb and EC also showed values higher than those indicated for irrigation. Toxic effects were also observed for the reproduction of M. micrura and Ceriodaphnia silvestrii, which suggests the bioavailability of Pb, Cu and Zn. The third chapter, " Shallow surface water reservoir in the Brazilian semiarid: ecotoxicological and geochemical analysis of sediment.", this study aimed to describe the behavior of metals (Fe, Cd, Ni, Cu, Mn Pb, Zn and Cr), organic matter (O.M.), carbonate and particle size, in relation to climate and lithology. Took into consideration possible toxic effects to the Hyalella azteca e H. meinerti, pollution indicative. It was observed that the behavior of metals over most sampling stations was not significantly affected by anthropogenic activities. However, in the sampling stations with the highest population densification, toxic effects were verified, with mortality higher than the 20%.

2
  • ILTON ARAUJO SOARES
  • SUSTENTABILIDADE SOCIOAMBIENTAL E EFETIVIDADE DE GESTÃO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO

  • Orientador : JORGE EDUARDO LINS OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DIOGENES FELIX DA SILVA COSTA
  • EDSON VICENTE DA SILVA
  • JORGE EDUARDO LINS OLIVEIRA
  • JOSE PETRONILO DA SILVA JUNIOR
  • RODRIGO GUIMARÃES DE CARVALHO
  • Data: 26/02/2019

  • Mostrar Resumo
  • O objetivo desta pesquisa foi analisar efetividade de gestão e a sustentabilidade socioambiental da Área de Proteção Ambiental de Jenipabu – APAJ, localizada no litoral oriental do estado do Rio Grande do Norte. A tese está dividida em duas partes: uma em escala estadual, onde foi feito um estudo integrado das unidades de conservação – UCs localizadas no estado do Rio Grande do Norte a partir de variáveis espaciais e instrumentos de planejamento e gestão; e outra em escala local, onde foram investigados os principais conflitos socioambientais, a efetividade de gestão e a sustentabilidade da APAJ. Foram utilizados o método dialético e a abordagem sistêmica e os procedimentos metodológicos envolveram: pesquisas de campo, aplicação de questionário e formulário, análise de conteúdo, mapeamento aerofotogramétrico com uso de veículo aéreo não tripulado – VANT (drone), análise temporal de imagens aéreas, montagem de uma base de dados geográficos através de SIG, seleção e análise de indicadores de sustentabilidade aplicados a unidades de conservação e utilização de técnicas de estatística descritiva. Os resultados da pesquisa estão divididos em quatro artigos científicos: no primeiro foi feita uma análise do contexto das UCs localizadas no estado do Rio Grande do Norte a partir de variáveis espaciais e instrumentos de planejamento e gestão, a fim de servir de subsídios para o planejamento e gestão dessas áreas protegidas. No segundo artigo foram investigados os principais conflitos socioambientais da APAJ. No terceiro artigo foi elaborada uma adaptação da metodologia RAPPAM para analisar e mensurar a efetividade de gestão da área de estudo. No último artigo foi feita uma análise da sustentabilidade da APAJ a partir da seleção de indicadores de sustentabilidade. Os dados obtidos em escala estadual apontaram que das 27 UCs localizadas no estado, 12 possuem conselho gestor e oito têm plano de manejo. O bioma marinho tem 173.183 ha de área protegida por UCs, a mata atlântica 89.587 ha e o bioma caatinga tem 43.565. O conjunto de UCs analisado apresentou algumas assimetrias geoespaciais, quais sejam: há uma maior concentração de UCs localizadas no litoral oriental; o bioma da mata atlântica tem aproximadamente 25% do seu território protegido, enquanto o bioma caatinga, que ocupa a maior parte do território potiguar, tem menos de 1% de área protegida por UCs; a maioria das UCs e a maior parte do território protegido por essas áreas pertencem à categoria de uso sustentável, que propicia menor proteção à biodiversidade do que as UCs de proteção integral.  Diante desse quadro, torna-se necessária a priorização da criação de UCs no bioma caatinga e estabelecer as áreas de proteção integral como grupo de manejo prioritário para criação de novas UCs. Em relação aos resultados em escala local, foram identificados sete tipos de conflitos socioambientais na APAJ, sendo o principal deles a ocupação irregular dos campos de dunas fixas e móveis por residências e imóveis comerciais. Além disso, sua implantação não levou ao reordenamento territorial da área. No tocante a efetividade de gestão, a APAJ tem um grau de efetividade médio de 42,25%, entretanto, bem próximo do grau de efetividade baixo. As principais pressões e ameaças foram ocupação humana, turismo e recreação e coleta de produtos não madeireiros. Os indicadores da metodologia RAPPAM que apresentaram os menores valores foram: recursos financeiros, recursos humanos, resultados, infraestrutura e pesquisa, avaliação e monitoramento. Os resultados da pesquisa apontam para um quadro de insustentabilidade e que a APAJ não tem um planejamento e gestão estratégicos que levem ao alcance dos seus objetivos de criação. Além disso, os resultados sugerem um cenário futuro pessimista com possível redução do grau de efetividade e de sustentabilidade, caso não sejam tomadas medidas para aumento dos recursos financeiros e humanos, planejamento e gestão estratégica, implantação dos instrumentos de monitoramento e fiscalização do plano de manejo.


  • Mostrar Abstract
  • The objective of this paper was to analyze management effectiveness and the socio-environmental sustainability of the Jenipabu Environmental Protection Area – APAJ, located on the eastern coast of the state of Rio Grande do Norte. The research is divided into two parts: one on a state scale, where was conducted an integrated study of the conservation units – UCs located in the state of Rio Grande do Norte from spatial variables and instruments of planning and management; and another on local scale, where were investigated the main socio-environmental conflicts, the effectiveness of management and the sustainability of the APAJ. Were used the dialectical method and the systemic approach, and the methodological procedures involved: field surveys, application of the questionnaire and form, content analysis, aerial photogrammetric mapping using unmanned aerial vehicle, temporal analysis of aerial images, assembly of a geographic database through GIS, selection and analysis of the sustainability indicators applied to units of conservation and use of descriptive statistics techniques. The results of the research are divided into four paper: in the first one was made an analysis of the context of the UCs located in the state of Rio Grande do Norte from spatial variables and instruments of planning and management, in order to serve as subsidies for the planning and management of these protected areas. In the second paper the main socio-environmental conflicts of the APAJ were investigated. In the third paper, an adaptation of the RAPPAM methodology was developed to analyze and measure the management effectiveness of the study area. In the last paper was made an analysis of the sustainability of the APAJ from of the selection of sustainability indicators. The data obtained on a state scale showed that of the 27 UCs located in the state, 12 have management board and eight have a managing plan. The marine biome has 173,183 ha of area protected by UCs, the Atlantic forest 89,587 ha and the Caatinga biome has 43,565.  The set of UCs analyzed presented some geospatial asymmetries, which are: there is a higher concentration of UCs located on the eastern coast; the Atlantic forest biome has approximately 25% of its protected territory, while the caatinga biome, which occupies most of the Potiguar territory, has less than 1% of protected area to UCs; the majority of UCs and most of the territory protected by these areas belong to the category of sustainable use, that provides less protection to biodiversity than integral protection UCs. Given this scenario, it is necessary to prioritise the creation of UCS in the Caatinga biome and establish the areas of integral protection as a priority management group for the creation of new UCS. Regarding the results at local scale, seven types of socio-environmental conflicts were identified in the Apaj, the main one of them was the irregular occupation of the fixed and movable dunes fields by residences and commercial properties. In addition, its implementation did not lead to territorial reordering of the area. Regarding the effectiveness of management, the APAJ has an average degree of effectiveness of 42.25%, however, very close to the degree of low effectiveness. The main pressures and threats were human occupation, tourism and recreation and collection of non-timber products. The indicators of the RAPPAM methodology that presented the lowest values were: financial resources, human resources, results, infrastructure and research, evaluation and monitoring. The results of the research point to a framework of unsustainability and that APAJ does not have a strategic planning and management that lead to the achievement of its creation goals. In addition, the results suggest a pessimistic future scenario with possible reduction of effectiveness and sustainability, if no measures are taken to increase financial and human resources, strategic planning and management, implementation of the monitoring and control instruments of the management plan.

3
  • LUCIANA DE CASTRO MEDEIROS
  • AVALIAÇÃO DO RISCO À SAUDE HUMANA PELA EXPOSIÇÃO AOS SUBPRODUTOS DA CLORAÇÃO DA ÁGUA DO SISTEMA DE ABASTECIMENTO PÚBLICO

  • Orientador : VIVIANE SOUZA DO AMARAL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JEAN LEITE TAVARES
  • JULIO ALEJANDRO NAVONI
  • MARIA CRISTINA BASÍLIO CRISPIM DA SILVA
  • VANESSA BECKER
  • VIVIANE SOUZA DO AMARAL
  • Data: 27/02/2019

  • Mostrar Resumo
  • Diante do crescimento populacional e da degradação da qualidade da água dos mananciais de abastecimento público, torna-se cada vez mais desafiador abastecer as populações com água segura, de qualidade e em quantidade ideal, através das tecnologias de tratamento mais empregadas. As estações tratamento de água (ETA) são constituídas por diferentes tecnologias de tratamento bastante difundidas em todo o mundo. Os processos de filtração e desinfecção da água são fundamentais no tratamento para abastecimento humano. No entanto, nesses processos pode haver geração de resíduos ou de subprodutos que causem riscos à saúde da população. Foi realizada uma revisão sistemática sobre aspectos toxicológicos dos trihalometanos (THM) gerados no processo de desinfeção por cloração de agua de abastecimento público, na qual mostrou os citotóxicos, genotóxicos e mutagênicos dos THM além de demonstrar a necessidade de estudos que visem avaliar mais realisticamente as condições de exposição da população a esta família de substancias toxicas. Diante disso, este estudo propõe avaliar a eficiência do processo de tratamento de potabilização de água do sistema de distribuição além dos consequentes riscos sanitários atrelados a ocorrência destes. Para tanto, amostras de água foram coletadas em uma estação de tratamento de água (ETA) do município de Extremoz (RN) a fim de identificar os processos físico-químicos vinculados á formação de THMs além de avaliar os riscos sanitários atrelados com a exposição aos THMs através da rede pública de distribuição. Foram executadas análises físico-químicas, microbiológicas e hidrobiológicas. Os resultados comprovaram que a formação dos THM está relacionada às condições de cloração, como tempo de contato e concentração, assim como às características da água bruta, como a concentração e propriedades da matéria orgânica. No entanto, a água de lavagem dos filtros (ALF) tratada em lagoa de sedimentação e recirculada no sistema contribuiu para floração de cianobactérias potencialmente produtoras de cianotoxinas. A água de abastecimento público tratada a partir de um manancial com elevada presença de matéria orgânica, filtração direta, recirculação de ALF e desinfecção por cloro possui riscos sanitários devido a elevada formação de THM. Desta forma, fica evidente que a concepção de operacionalização da ETA para tratar água bruta com elevada carga de matéria orgânica gera riscos à população abastecida, uma vez que contribuem para formação de elevadas concentrações de THM, sendo comprovados os riscos não carcinogênicos e carcinogênicos da exposição a quantidade desses compostos para os consumidores de água tratada de uma lagoa tropical.


  • Mostrar Abstract
  • In front to the population growth and the degradation of water quality from public supply sources, it is becoming challenging supply to populations of safe water with ideal quality and quantity through the most commonly used treatment technologies. Water treatment plants (WTP) are constituted by different treatment technologies worldwide used. The processes of filtration and disinfection are required in the water treatment for human supply. However, in these processes there may be the generation of residues or by-products that could cause health risks to the population. A systematic review about toxicologic aspect of trihalomethanes (THM) generated in the disinfection process by chlorination of water from supply distribution system, in which the cytotoxic, genotoxic and mutagenic of THM was shown along with the demonstration of the need for studies aimed assess in a more realistic way the exposure condition of the population to this family of toxic substances.  Moreover this study propose to assess the efficiency of the water potability treatment from a water net supply and the related health risks linked to the THMs exposure through the public water distribution system. Physico-chemical, microbiological and hydrobiological analyses were performed. The results showed that the THM´s formation is related to chlorination conditions, such as contact time and concentration of it, as well as the raw water characteristics, such as the concentration and properties of organic matter. However, the filter washing water (FWW) treated in a sedimentation pond and recirculated in the system contributed to the cyanobacterial bloom, which are potentially producing cyanotoxins. Public supply water treated in a source with high organic matter, direct filtration, FWW recirculation and chlorine disinfection has sanitary risks due to the high THMs formation. In this way, it is evident that the WTP operationalization concept for treating raw water with high organic matter loading poses risks to the population supplied, since they contribute to the formation of high concentrations of THM and the non-carcinogenic and carcinogenic risks of exposure the amount of these compounds to consumers of treated water from a tropical lagoon.

4
  • DOUGLISNILSON DE MORAIS FERREIRA
  • AVALIAÇÃO DE RISCO NO REÚSO DE ESGOTOS DOMÉSTICOS UTILIZADOS NA AGRICULTURA

  • Orientador : VIVIANE SOUZA DO AMARAL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDRE LUIS CALADO ARAUJO
  • JEAN LEITE TAVARES
  • JULIANA DELGADO TINOCO
  • JULIO ALEJANDRO NAVONI
  • LUIZ PEREIRA DE BRITO
  • Data: 28/02/2019

  • Mostrar Resumo
  • A escassez hídrica é uma problemática atual de relevância mundial. No cenário nacional, essa realidade alcança níveis elevados de seca em boa parte do ano, em especial no semiárido, sendo necessária a busca de alternativas mitigadoras, como o reúso agrícola, prática comumente utilizada em diversos países, e, em crescimento no Brasil. No entanto, o país não dispõe de legislação específica que contemple limites norteadores de parâmetros para o esgoto utilizado, os quais podem minimizar os impactos gerados à saúde e ao ambiente.  Nesse sentido, este trabalho realizou diagnóstico sensorial junto aos moradores residentes nas proximidades de Estações de Tratamento de Esgotos Domésticos, no intuito de avaliar os impactos causados com o funcionamento. Paralelamente, a partir das diretrizes e legislações internacionais que tratam dessa temática, realizou-se revisão bibliográfica para proposição de limites de segurança para o reúso agrícola e, posterior definição de índices de riscos (IRA, ITR), envolvendo os parâmetros de maior significado sanitário (físicos, químicos, biológicos). Na aplicação desses índices, utilizou-se como campo de atuação os municípios de Caiçara do Rio do Vento, Parelhas, Pedro Velho e Santana do Seridó, localizados no Rio Grande do Norte, em virtude da existência de atividades de reúso para alimentação humana e animal. Na percepção, realizada em Parelhas e Pedro Velho, os impactos produzidos pelo sistema de tratamento, como odor e proliferação de mosquitos - ocasionando problemas econômicos, sociais e sanitários - contribuem para a rejeição da população. Por outro lado, observou-se considerável aceitação no reaproveitamento do esgoto em atividades agrícolas. Em se tratando dos limites e índices propostos, estes são o primeiro passo para uma futura incorporação regulamentar da atividade, tendo como campo primário de aplicação o semiárido, mas expansível às diversas regiões, pela similaridade nas condições, eficiência e operacionalização das Estações do país, composto em sua maioria por sistemas de Lagoas de Estabilização.


  • Mostrar Abstract
  • Water scarcity is a current problem of global relevance. In the national scenario, this reality reaches high levels of drought in most of the year, especially in the semi-arid region, and it is necessary to search for mitigating alternatives, such as agricultural reuse, a practice commonly used in several countries, and growing in Brazil. However, the country does not have specific legislation that includes guiding limits of parameters for the sewage used, which can minimize the impacts generated to health and the environment. In this sense, this work carried out a sensorial diagnosis with the resident residents in the vicinity of Domestic Sewage Treatment Stations, in order to evaluate the impacts caused by the operation. At the same time, from the guidelines and international legislation dealing with this issue, a bibliographic review was carried out to propose safety limits for agricultural reuse and subsequent definition of risk indexes (IRA, ITR), involving parameters of greater sanitary significance (physical, chemical, biological). In the application of these indices, the municipalities of Caicara do Rio do Vento, Parelhas, Pedro Velho and Santana do Serido, located in Rio Grande do Norte, were used as a field of action, due to the existence of reuse activities for human and animal feeding. In the perception, carried out in Parelhas and Pedro Velho, the impacts produced by the treatment system, such as odor and mosquito proliferation - causing economic, social and sanitary problems - contribute to population rejection. On the other hand, there was considerable acceptance in the reuse of sewage in agricultural activities. When dealing with the limits and indexes proposed, these are the first step towards a future regulatory incorporation of the activity, having as primary field of application the semiarid, but expandable to the different regions, by the similarity in the conditions, efficiency and operation of the Stations of the country, composed mostly of systems of Stabilization Ponds.

5
  • ANA CECÍLIA FEITOSA DE VASCONCELOS
  • INDICADORES DE VULNERABILIDADE SOCIOAMBIENTAL: proposição de framework e aplicação na cidade de Natal - RN

  • Orientador : ELIZA MARIA XAVIER FREIRE
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
  • GESINALDO ATAÍDE CÂNDIDO
  • MÔNICA MARIA SOUTO MAIOR
  • SERGIO MURILO SANTOS DE ARAÚJO
  • Data: 08/03/2019

  • Mostrar Resumo
  • A definição de vulnerabilidade socioambiental envolve uma percepção mais integrada das condições de vida de uma dada população. Deve-se olhar e perceber que os impactos advindos dos desastres naturais reconfiguram os cenários urbanos e impactam a forma e condição de vida das pessoas, mas também, que o contexto de construção da sociedade e do processo de expansão urbana nas cidades brasileiras, faz com que uma parte da população desconheça seus direitos e experimentem de forma intensa uma sobreposição de desigualdades sociais: pobreza, segregação espacial, ausência de conforto urbano e, principalmente, os direitos à cidadania. Nesse contexto, esta tese tem como objetivo propor um modelo para análise da vulnerabilidade socioambiental de cidades brasileiras, a partir da proposição de um conjunto de indicadores sociais e ambientais que considerem questões sociais e urbanas. Para tanto, caracteriza-se quanto ao método como dedutivo, classificando-se como pesquisa qualitativa e quantitativa. Quanto aos objetivos se caracteriza como sendo uma pesquisa exploratória e descritiva, por se tratar de um tema atual, recente e que abre várias possibilidades de investigação, oferecendo subsídios para ampliar o debate e propiciando significativas contribuições científicas e práticas. Os resultados apresentam um conjunto de oito temas e 134 indicadores que viabilizam uma nova perspectiva para a análise da vulnerabilidade socioambiental, os quais foram aplicados na cidade de Natal (RN) e apontaram que o nível de vulnerabilidade socioambiental foi de 0,4709, classificado como ‘Alto’. Esse resultado é considerado insatisfatório e preocupante, pois coloca a cidade frente a muitas problemáticas que demandam urgência na sua resolução, como forma de garantir condições mínimas de qualidade de vida aos seus citadinos. No entanto, é importante salientar a importância de analisar a cidade com um olhar mais direcionado para cada tema e cada indicador analisado e identificar quais deles necessitam de mais atenção para sanar as problemáticas que os envolvem. Ademais, foi possível identificar que a região Norte foi a que apresentou o nível de vulnerabilidade classificado como ‘Alto’. Essa também é a região mais pobre de Natal e, por conseguinte, a que apresenta os problemas mais latentes nas questões referentes aos temas analisados, sobretudo, Saúde, Trabalho e renda, Infraestrutura Urbana, Educação e cultura. Tal fato o coloca em um nível de correlação linear fraca e de disparidade frente as regiões mais abastadas da cidade: região Leste e região Sul. Desse modo, o estudo apresentado representa um conjunto de informações da cidade de Natal (RN) de fácil entendimento e capaz de gerar comunicação na sociedade e fornecer informações adequadas para a tomada de decisão. Portanto, poderá servir de suporte aos interesses do poder público, pois poderá avaliar e monitorar os indicadores em dado espaço temporal, garantindo eficiência das políticas adotadas e, por conseguinte, melhorando a cidade para os cidadãos.


  • Mostrar Abstract
  • The definition of socio-environmental vulnerability involves a more integrated perception of the living conditions of a given population. It should be noted that the impacts of natural disasters reconfigure urban scenarios and impact the form and condition of people's lives, but also, that context of society construction and the process of urban expansion in Brazilian cities, makes a part of the population does not know their rights and intensely undergo an overlapping of social inequalities: poverty, spatial segregation, lack of urban comfort and, above all, the rights to citizenship. In this context, this thesis aims to propose a model for the analysis of socio-environmental vulnerability of Brazilian cities, based on the proposal of a set of social and environmental indicators that consider social and urban issues. For this, it is characterized concerning the method as deductive, being classified as qualitative and quantitative research. Regarding the objectives, it is characterized as an exploratory and descriptive research, because it is a current and recent theme that opens up several possibilities for investigation, offering subsidies to broaden the debate and providing significant scientific and practical contributions. The results present a set of eight themes and 134 indicators that make possible a new perspective for the socio-environmental vulnerability analysis, which were applied in the city of Natal (RN) and indicated that the level of socio-environmental vulnerability was 0.4709, classified as 'High'. This result is considered unsatisfactory and worrying, because it places the city in front of many problems that demand urgency in its resolution, as a way of guaranteeing minimal quality of life conditions for its citizens. However, it is important to stress the importance of analyzing the city with a more targeted look at each theme and each indicator analyzed and identifying which ones need more attention to address the issues that surround them. In addition, it was possible to identify that the North region was the one that presented the level of vulnerability classified as 'High'. This is also the poorest region of Natal and, therefore, the one that presents the most latent problems in the issues related to the topics analyzed, especially Health, Work and Income, Urban Infrastructure, Education and Culture. This fact places it in a level of weak linear correlation and disparity against the richest regions of the city: East region and South region. Thus, the presented study represents a set of information of the city of Natal (RN) of easy understanding and capable of generating communication in society and providing adequate information for decision making. Therefore, it can support the interests of public power, since it can evaluate and monitor the indicators in a given time space, guaranteeing efficiency of the adopted policies and, consequently, improving the city for the citizens.

6
  • MIKAELLE KALINE BEZERRA DA COSTA
  • ACIDENTES OFÍDICOS EM REGIÃO SEMIÁRIDA POTIGUAR: EPIDEMIOLOGIA, ETNOZOOLOGIA E DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA COMO SUBSÍDIOS À PREVENÇÃO DE ACIDENTES E CONSERVAÇÃO DE ESPÉCIES

  • Orientador : ELIZA MARIA XAVIER FREIRE
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIZA MARIA XAVIER FREIRE
  • MARIA DE LIMA ALVES
  • MARIA RITA MONTEIRO DE LENCASTRE CAMPOS
  • MIGUEL FERNANDES KOLODIUK
  • ROMULO ROMEU DA NÓBREGA ALVES
  • Data: 24/05/2019

  • Mostrar Resumo
  • Acidentes ofídicos constituem problema de saúde pública, e frequente em todo o mundo. O Brasil abriga cerca de 405 espécies de serpentes descritas, destas, 15,3% são peçonhentas e podem ocasionar lesões com envenenamento fatal em suas vítimas. De forma geral, esses acidentes resultam das interações humanas com as serpentes, bastante conflitantes e diversificadas quanto à utilidade e simbolismo desses animais. Além disso, ações antrópicas têm provocado alterações ambientais que reduzem a disponibilidade de habitats naturais para as serpentes, aumentando o contato entre estas e seres humanos. Entender o comportamento humano perante esses animais requer uma abordagem etnozoológica, pois esta avalia os conhecimentos, conceitos e utilidades dos animais nas sociedades humanas, contribuindo para a elaboração de estratégias de conservação no contexto das comunidades locais. Nesse sentido, este estudo teve como objetivos avaliar o padrão epidemiológico dos acidentes ofídicos no Estado do Rio Grande do Norte, contribuir para a prevenção de novos acidentes e conservação de espécies, através de abordagem etnozoológica, e promover ações socioeducativas e de divulgação científica em área considerada de risco. Foi realizada análise retrospectiva dos acidentes ofídicos ocorridos no estado do Rio Grande do Norte de 2007 a 2016, avaliando o padrão epidemiológico dos acidentes e relacionando a sua ocorrência com fatores ambientais. Tomando como base os dados registrados no SINAN, identificaram-se as áreas de risco por meio deste estudo, quando foi elencado o município de Santa Cruz/RN, o mais populoso da microrregião da Borborema potiguar, área de risco iminente de acidentes ofídicos, principalmente com espécie de Bothrops (jararaca). Neste município foram aplicados formulários semiestruturados por meio de entrevista com vítimas de acidentes ofídicos durante o período em questão, para identificar as características do acidente, registrar suas percepções sobre as serpentes, enfim, analisar a Etnozoologia sob a ótica dos acidentados.  Estes estudos possibilitaram integrar os conhecimentos local e científico para produção de materiais didáticos e instrucionais, pensados e elaborados para divulgação científica a grupos distintos (educadores, estudantes, técnicos da área de saúde e comunidade em geral), com abordagens acessíveis e imagens de serpentes comuns no semiárido. As análises dos dados epidemiológicos e etnozoologicos, além de identificar a população economicamente ativa, residente em área rural e dependente da agricultura de subsistência como a mais susceptível aos acidentes ofídicos, apontaram ainda algumas limitações, dentre as quais o reconhecimento das serpentes peçonhentas, e resistência à manutenção de mitos e crenças ligadas especialmente ao tratamento das vítimas. Os materiais didáticos produzidos foram aplicados, avaliados e divulgados ao público-alvo. Mudanças positivas na percepção foram constatadas e a expectativa é que a divulgação científica e popularização da Ciência promovam a disseminação dos novos conhecimentos, desmistificação acerca das serpentes, redução de acidentes e conservação de espécies.


  • Mostrar Abstract
  • Globally, the snakebites have increased considerably, but are still considered by the World Health Organization as a neglected tropical disease. These accidents may be the result of human interaction with snakes, which is quite diverse and includes conflicting aspects as to the usefulness and symbolism of these animals to society. Among the possible factors that may contribute to the increase in the incidence of snakes is the notable alteration in the environment caused by anthropic actions that reduce the availability of habitats and intensify the contact between snakes and humans. Understanding human behavior towards these animals requires an ethnozoological approach, since it investigates the knowledge, concepts and uses of animals in human societies. In this sense, this study aims to evaluate the epidemiological pattern of ophidian accidents occurring in Rio Grande do Norte, contribute to the prevention of new accidents and conservation of species through an ethnozoological approach, and promote socio-educational actions in a considered area of risk. Therefore, a retrospective analysis of snake bites occurred in Rio Grande do Norte state for ten years (2007-2016) was carried out by assessing the epidemiological pattern of accidents and relating their occurrence with environmental factors (temperature and rainfall). Based on the risk areas identified in this study, an ethnozoological survey was being carried out with the victims of ophidian accidents in the municipality of Santa Cruz-RN, integrating the scientific and popular knowledge, three instructional materials, Manual, Paradidático book and were designed and elaborated to adequately serve different audiences (teachers and students), health technicians, the community at large, addressing the common semiarid  snakes and snake bites. This study presents the results of the application of these materials to different levels of the school environment. where socio-environmental and educational actions will be developed with the local population for recording and monitoring of accidents. The state of Rio Grande do Norte has a great number of snake species and the micro-region of Borborema potiguar is the area with the highest risk of accidents, with environmental characteristics favorable to accidents. In addition, part of its population is involved in agricultural or domestic activities, activities that bring humans closer to snakes. As for the snakes of the medical importance, the Bothrops is responsible for over 80% of cases occurring in the state. In order to mitigate these accidents and improve the public health system for the care of the victims, educational work can contribute to the reduce accidents, prevent snakes from being killed due to a lack of knowledge of ecological importance of these animals to the general population.

2018
Teses
1
  • MYCARLA NELY RODRIGUES DOS SANTOS
  • ANÁLISE DO RISCO À SAÚDE DE UMA POPULAÇÃO EXPOSTA A RADIOATIVIDADE NATURAL NO SEMIÁRIDO DO NORDESTE BRASILEIRO

  • Orientador : VIVIANE SOUZA DO AMARAL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • VIVIANE SOUZA DO AMARAL
  • CIBELE SOARES PONTES
  • MARIA DAS GRACAS ALMEIDA THORNTON
  • GUILLERMINA BONGIOVANI
  • JEAN LEITE TAVARES
  • Data: 28/02/2018

  • Mostrar Resumo
  • O urânio presente na formação geológica de cidades no interior norte-rio-grandense favorece a contaminação ambiental por radionuclídeos, dentre eles o gás radônio e o chumbo, oriundos do processo de decaimento espontâneo deste metal. Essa radioatividade natural é capaz de gerar diversos efeitos negativos à saúde humana. Diante disto, o presente estudo objetivou avaliar os danos à saúde da população do município de Lajes Pintadas/RN, frente aos contaminantes ambientais presentes na região. Para a realização deste objetivo foram realizados as seguintes metodologias: avaliação da percepção do risco pela população exposta; a quantificação de gás radônio nas residências; quantificação de chumbo em amostras ambientais e biológicas; avaliação de efeitos a níveis genéticos por meio de teste de genotoxicidade; e uma revisão bibliográfica sobre esta temática no Estado. Os dados gerados a partir da avaliação da percepção do risco, demonstrou que a população apresenta condições socioeconômicas que a torna vulnerável as problemáticas ambientais ali estabelecidas. Mesmo a maioria da população não apresentando conhecimento sobre a radiação natural, existe uma percepção clara da presença de um problema que está causando danos à saúde dos moradores. Considerando os resultados oriundos a partir da avaliação de risco, foi possível detectar que há baixos níveis de chumbo nos compartimentos ambientais e que a população encontra-se efetivamente exposta ao chumbo geogênico. Além disso, foi constatada uma exposição a níveis elevados de radônio na Região que pode comprometer a saúde da população residente. A presença deste gás pode estar associada à alta frequência de morte celular observada nos indivíduos estudados. No entanto, a evidencia do dano genético observado sustenta a ideia de que a radioatividade presente na região é um dos agentes causadores das alterações celulares. Desta forma, estes resultados apontam para a importância do estudo do impacto dos subprodutos da radiação natural nesta região, uma vez que ainda existem poucas pesquisas realizadas nesta área, conforme foi identificado pela revisão bibliográfica. A partir da análise do conjunto desses dados, é possível realizar o gerenciamento dessa área de risco, adotando-se medidas que minimizem os impactos adversos gerados a saúde da população. No entanto, tal preocupação não é realidade nos países subdesenvolvidos como o Brasil. Apesar de ser uma problemática de saúde humana cientificamente comprovada, as políticas públicas não investem em recursos e consequentemente, o governo tem que investir cada vez mais no tratamento de saúde daqueles que podem ser vítimas dos efeitos da exposição à radioatividade natural.


  • Mostrar Abstract
  • The uranium presents in the geological formation of cities in the inner of Rio Grande do Norte state, promotes environmental contamination by radionuclides, including radon gas, coming from the spontaneous decay process of this metal. This natural radioactivity is able to generate several negative effects on human health. Therefore this, study aims to assess the health damage of the child population of the municipality of Lajes Pintadas / RN, due to the environmental contaminants present in the region (uranium and its by-products). For this purpose it is being doing: the quantification of by-products of natural radiation in the homes and in the biological samples (Radon and Lead), evaluation of effects at genetic levels by micronucleus test and evaluation of the perception of risk by the population. With the results obtained will be performed a mapping of the risk due to natural exposure to radioactivity contributing with the adoption of mitigation actions for improving the quality of life of the population.

2
  • LUZIANA MARIA NUNES DE QUEIROZ
  • EXPANSÃO URBANA E VULNERABILIDADES CITADINA: CARTO(GRAFIAS) SOCIOECONÔMICAS E DE INFRAESTRUTURA URBANA

  • Orientador : MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMILTON GURGEL GUERRA
  • EDNEIDE DA CONCEICAO BEZERRA
  • IONE RODRIGUES DINIZ MORAIS
  • MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • RAMIRO GUSTAVO VALERA CAMACHO
  • Data: 28/03/2018

  • Mostrar Resumo
  • Delineado esse itinerário de pesquisa, parte-se da hipótese de que, no processo de expansão urbana, os bairros de ocupação recente, por se localizarem, grosso modo, na periferia da cidade, apresentam índices e níveis de vulnerabilidades socioeconômica e de infraestrutura urbana mais elevados, enquanto que nos bairros de ocupação antiga esses indicadores são mais baixos, evidenciando a relação existente entre expansão urbana e as vulnerabilidades citadinas. Na perspectiva de investigar em que medida existe relação entre o processo de expansão urbana e os fenômenos das vulnerabilidades socioeconômica e de infraestrutura urbana, delineou-se um itinerário de pesquisa norteado pelos seguintes questionamentos: Quais os aspectos que marcaram o processo de expansão urbana de Caicó, segundo suas fases de ocorrência? Considerando a cartografia atual da cidade, como se configura a organização de bairros, em termos de ocupação antiga e de expansão urbana recente? Quais os níveis de vulnerabilidade socioeconômica da Cidade de Caicó, por zonas geográficas e bairros, em termos de bairros de ocupação antiga e bairros de formação recente? Como se encontra a cidade, no que se refere à infraestrutura? Quais os níveis de vulnerabilidade da infraestrutura urbana de Caicó, por zonas geográficas e bairros, em termos de bairros de ocupação antiga e bairros de formação recente? Existe associação entre os índices e níveis de vulnerabilidade socioeconômica e de infraestrutura urbana, em Caicó, considerando suas zonas geográficas e bairros? E Em que medida esse quadro de vulnerabilidades afeta os residentes na cidade? Ponderando esses questionamentos, definiu-se como objetivo geral: compreender a relação entre expansão urbana e as vulnerabilidades socioeconômica e de infraestrutura urbana na Cidade de Caicó, definindo os anos de 1980 como divisor no seu processo de configuração espacial e a associação dos resultados dos índices de vulnerabilidades socioeconômica e de infraestrutura urbana de Caicó, considerando a aplicação do IVSB e do IVIU, e como objetivos específicos: analisar os aspectos que marcaram o processo de expansão urbana de Caicó e delimitaram suas fases de ocorrência; examinar aspectos do processo de configuração do espaço citadino em termos espaço-temporais, considerando os anos de 1980 como marco divisório; calcular os índices e níveis de vulnerabilidade socioeconômica de Caicó; produzir a cartografia da vulnerabilidade socioeconômica de Caicó; descrever a infraestrutura da cidade, considerando as variáveis saúde, educação, transporte, segurança, esportes e cultura/lazer por zonas geográficas; elaborar uma proposta de indicadores de vulnerabilidade de infraestrutura urbana; mensurar os índices e níveis da vulnerabilidade de infraestrutura urbana de Caicó e produzir sua respectiva cartografia; demonstrar os índices e níveis de vulnerabilidade socioeconômica e de infraestrutura urbana e associar os resultados obtidos por zonas geográficas e bairros de Caicó. Os objetivos foram alcançados tomando por base um percurso metodológico respaldado na pesquisa bibliográfica, documental e análise qualitativa e quantitativa dos dados a partir da aplicação do IVSB (Maior, 2014) e da construção do IVIU. Os resultados obtidos permitiram a identificação dos indicadores do IVSB e do IVIU da cidade de Caicó. A avaliação do IVSB constatou que a cidade apresentou uma oscilação entre índices muito baixo e médio de vulnerabilidade socioeconômica, e que essas vulnerabilidades estão associadas ao processo de expansão urbana, visto que este fenômeno se torna mais presente em bairros de formação recente, em geral situados na periferia das cidades, onde se concentram populações de menor poder aquisitivo e as políticas públicas são mais negligenciadas. Quanto ao IVIU, o estudo realizado constatou que os índices da cidade apresentaram-se bastante insatisfatórios, e que os mesmos não evidenciam correlação com expansão citadina, isso porque a condição de vulnerabilidade de infraestrutura se apresentou dispersa por toda a cidade, não se restringindo a bairros de formação recente, o que se mostra preocupante, haja vista a condição de vulnerabilidade a que está submetida uma parcela considerável da população local. Na sobreposição das vulnerabilidades socioeconômica e de infraestrutura urbana, ficou evidente que a cidade não sofre consequências sérias quanto à vulnerabilidade socioeconômica e, contrariamente, à vulnerabilidade de infraestrutura urbana, apresenta resultados preocupantes, retratando a carência de bens e serviços urbanos, haja vista a condição de vulnerabilidade a que está submetida parcela considerável da população local.


  • Mostrar Abstract
  • This research itinerary is based on the hypothesis that, in the process of urban expansion, the neighborhoods of recent occupation, because they are located roughly on the outskirts of the city, present indexes and levels of socioeconomic vulnerability and urban infrastructure High, while in the old occupation neighborhoods these indicators are lower, evidencing the relationship between urban expansion and urban vulnerabilities. In order to investigate the extent to which there is a relationship between the process of urban expansion and the phenomena of socioeconomic and urban infrastructure vulnerabilities, a research itinerary was outlined guided by the following questions: Which aspects marked the process of urban expansion in Caicó, according to its phases of occurrence? Considering the current cartography of the city, how is the organization of neighborhoods shaped, in terms of old occupation and recent urban expansion? What are the levels of socioeconomic vulnerability of the City of Caicó, by geographic areas and neighborhoods, in terms of neighborhoods of old occupation and neighborhoods of recent formation? How is the city in terms of infrastructure? What are the levels of vulnerability of Caicó urban infrastructure, by geographic areas and neighborhoods, in terms of old occupation neighborhoods and neighborhoods of recent formation? Is there an association between the indices and levels of socioeconomic vulnerability and urban infrastructure, in Caicó, considering their geographical areas and neighborhoods? And To what extent does this vulnerability affect the residents of the city? Considering these questions, it was defined as a general objective: to understand the relationship between urban expansion and socioeconomic and urban infrastructure vulnerabilities in the city of Caicó, defining the 1980s as a divisor in its spatial configuration process and the association of index results Socioeconomic vulnerability and urban infrastructure of Caicó, considering the application of IVSB and IVIU, and as specific objectives: to analyze the aspects that marked the process of urban expansion of Caicó and delimited their phases of occurrence; To examine aspects of the process of configuring city space in space-time terms, considering the 1980s as a dividing point; To calculate the levels and levels of socioeconomic vulnerability of Caicó; To produce the cartography of the socioeconomic vulnerability of Caicó; Describe the city's infrastructure, considering the variables health, education, transportation, safety, sports and culture / leisure by geographical areas; Prepare a proposal for indicators of vulnerability of urban infrastructure; To measure the indices and levels of the urban infrastructure vulnerability of Caicó and produce their respective cartography; To demonstrate the indices and levels of socioeconomic vulnerability and of urban infrastructure and to associate the results obtained by geographical zones and neighborhoods of Caicó. The objectives were achieved based on a methodological course supported by bibliographic, documentary and qualitative and quantitative data analysis, based on the application of IVSB (Major, 2014) and the construction of IVIU. The results obtained allowed the identification of the IVSB and IVIU indicators of the city of Caicó. The evaluation of the IVSB found that the city showed an oscillation between very low and medium levels of socioeconomic vulnerability, and that these vulnerabilities are associated with the process of urban expansion, since this phenomenon becomes more present in neighborhoods of recent formation, On the periphery of cities, where populations with lower purchasing power are concentrated and public policies are more neglected. Regarding the IVIU, the study found that the city indices were very unsatisfactory, and that they did not show a correlation with urban expansion, because the vulnerability condition of the infrastructure was dispersed throughout the city, not restricted to Neighborhoods of recent formation, which is worrying given the vulnerability condition to which a considerable portion of the local population is subjected. In the overlapping of socioeconomic and urban infrastructure vulnerabilities, it was evident that the city has no serious consequences for socioeconomic vulnerability and, contrary to the vulnerability of urban infrastructure, presents worrying results, portraying the lack of urban goods and services, given the condition of vulnerability to which a considerable part of the local population is subjected.

3
  • FRANKLIN ROBERTO DA COSTA
  • ANÁLISE DA VULNERABILIDADE AMBIENTAL DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOCE (RN)

  • Orientador : RAQUEL FRANCO DE SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALFREDO MARCELO GRIGIO
  • EDUARDO RODRIGUES VIANA DE LIMA
  • JOANA DARC FREIRE DE MEDEIROS
  • JULIO ALEJANDRO NAVONI
  • SEBASTIAO MILTON PINHEIRO DA SILVA
  • Data: 24/05/2018

  • Mostrar Resumo
  • A Bacia Hidrográfica do Rio Doce – BHRD localiza-se na porção leste do Estado do Rio Grande do Norte. É uma unidade geográfica que vem, ao longo do tempo, apresentando um processo de ocupação desordenada, em suas mais variadas formas. As diversidades de sistemas ambientais existentes fazem dela uma área potencialmente vulnerável a impactos ambientais negativos. Nesse contexto, a presente tese teve como objetivo identificar e mapear as características territoriais e geoambientais e as vulnerabilidades natural e ambiental da Bacia Hidrográfica do Rio Doce – RN, tendo como suporte operacional e metodológico as Geotecnologias de softwares livres. Como resultado, propôs-se uma nova delimitação da BHRD, na qual houve um acréscimo de 2,29% da sua área total oficial, passando de 387,8 km² para 396,7 km². A caracterização geoambiental mostrou que a bacia vem sofrendo ações antrópicas que estão alterando a paisagem local, transformando áreas, anteriormente consideradas “preservadas” em áreas impactadas, principalmente próximo aos grandes centros urbanos e nas nascentes dos rios do Mudo e Guajirú. Dentre as atividades mais impactantes, destacam-se: o cultivo sazonal, responsável pela retirada da vegetação natural, inclusive matas ciliares, para o cultivo de monoculturas e hortaliças no leito maior e menor dos rios Guajirú e do Mudo; a produção em áreas de assentamentos rurais, nas nascentes do rio Guajiru; o cultivo perene de coco, banana e caju nos leitos dos rios com características perene, próximo a Lagoa de Extremoz; a expansão urbana em direção ao Rio Mudo, nas proximidades da área urbana de Ceará – Mirim, às margens da Lagoa de Extremoz até a desembocadura e no Rio Guajirú, além dos povoados e distritos de Serrinha e Massaranduba e as zonas urbanas de Extremoz e Natal, e finalmente, a atividade mineradora, nas áreas onde aflora a formação geológica Suíte Intrusiva Dona Inês. O resultado dessas atividades na bacia se refletiu nos mapeamentos das vulnerabilidades natural e ambiental. Na vulnerabilidade natural, a bacia foi classificada como Medianamente Estável/Vulnerável, equivalente ao valor 2,1, nível 4, com fortes tendências a se tornar Moderadamente Vulnerável. Isso se dá pela pressão exercida nas áreas urbanas localizadas mais a leste da bacia, que apresentam rochas sedimentares da Formação Barreiras e sedimentos Quaternários, com uma geomorfologia, solos e vegetação alterados pela ação antrópica, mas minimizado pela distribuição mais regular das chuvas. Já para a vulnerabilidade ambiental, os resultados mostraram que a bacia se classifica com um grau de vulnerabilidade Moderadamente Vulnerável, com valor 2,4, nível 2. Nesse caso, a influência das ações antrópicas no meio fez com que esses valores chegassem a 2,7 em áreas urbanas, diminuindo em direção a porção oeste da bacia. Conclui-se que o atual estágio de uso e ocupação da bacia está chegando ao limite da sustentabilidade. Os resultados obtidos na presente tese apontam para a necessidade de elaboração de propostas que visem minimizar os impactos negativos gerados pela exploração dos recursos naturais ali existentes, permitindo alcançar a sustentabilidade socioambiental da bacia, mantendo o equilíbrio morfogênese/pedogênese, como demonstrado na análise das vulnerabilidades natural e ambiental.


  • Mostrar Abstract
  • The Rio Doce – BHRD basin is located in the eastern portion of the State of Rio Grande do Norte. Is a geographical unit that comes over time, showing a disorderly occupation process, in its most varied forms. The diversity of existing environmental systems make it an area potentially vulnerable to negative environmental impacts. In this context, this thesis aimed to identify and map the spatial and geo-environmental characteristics and natural and environmental vulnerabilities of the Rio Doce-RN basin, with operational and methodological support the Geotechnology of free software. As a result, proposed a new delimitation of the BHRD, in which there was an increase of 2.29% of the total area, your official passing of 387.8 km ² to 396.7 km ². Geoenvironmental characterization showed that the basin has suffered human actions which are changing the local landscape, turning areas, previously considered "preserved" in impacted areas, especially close to large urban centres and in the sources of the Mudo and Guajirú rivers. One of the most impressive activities include: seasonal farming, responsible for removal of natural vegetation, including riparian forests, to the cultivation of monocultures and vegetables in major and minor Guajirú and Mudo riverbeds; the production in areas of rural settlements, the Guajirú riverhead; the perennial cultivation of coconut, banana and cashew in riverbeds with perennial characteristics near the Extremoz Lagoon; urban sprawl toward the Mudo River, near the urban area of Ceará-Mirim, on the shores of the Extremoz Lagoon and Guajirú River, in addition to the towns and districts of Serrinha and Massaranduba and urban areas of Extremoz and Natal, and finally, the mining activity, in areas where touches on the Intrusive Suite Dona Inês geological formation. The result of these activities in the basin was reflected in natural and environmental vulnerabilities mappings. In natural vulnerability, the basin was classified as Medium stable/Vulnerable, equivalent to 2.1, level 4, with strong tendencies to become Moderately Vulnerable. This is the pressure in the urban areas located further east of the basin, sedimentary rocks of the Quaternary sediments and Formation, with a geomorphology, soils and vegetation changed by human action, but minimized the more regular rainfall distribution. To environmental vulnerability, the results showed that the basin ranks with a degree of vulnerability Moderately Vulnerable, with 2.4, 2 level value. In this case, the influence of human actions in the environment made these values reach 2.7 in urban areas, decreasing towards the West portion of the basin. It is concluded that the current stage of use and occupation of the basin is nearing the limit of sustainability. The results obtained in this thesis has shown a need for elaboration of proposals that aim to minimize the negative impacts generated by the exploitation of natural resources existing there, allowing achieving social and environmental sustainability of the basin by keeping the balance morphogenesis/pedogenesis, as demonstrated in the analysis of natural and environmental vulnerabilities.

4
  • LUCIANA ARAUJO MONTENEGRO
  • EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE EM ESCOLAS PÚBLICAS LOCALIZADAS EM ÁREAS DE VULNERABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

  • Orientador : MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DANIELA FRANCO CARVALHO JACOBUCCI
  • ELIZA MARIA XAVIER FREIRE
  • GESINALDO ATAÍDE CÂNDIDO
  • MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
  • MARIA DE FATIMA FREIRE DE MELO XIMENES
  • Data: 12/06/2018

  • Mostrar Resumo
  • A Educação para o Desenvolvimento Sustentável é um possível caminho para tornar a educação mais relevante para o desenvolvimento social e para o enfrentamento dos desafios ambientais e econômicos que o mundo vivencia hoje e no futuro. Este estudo pretendeu desenvolver uma proposta de inserção da Educação para a Sustentabilidade, em escolas situadas no entorno de áreas sujeitas a vulnerabilidade socioambiental, na perspectiva de contribuir com a redução dos problemas socioambientais locais. A pesquisa desenvolveu-se em uma abordagem qualitativa e quantitativa. Os procedimentos metodológicos envolveram o uso de um questionário contendo questões abertas e fechadas referentes ao tema. As questões abertas foram analisadas através da técnica de Elaboração e Análise de Unidades de Significado, que toma por base a análise de conteúdo. Para se identificarem as principais dificuldades encontradas para abordar a temática em sala, foi empregada a adoção da Pesquisa Ação Participativa, em uma abordagem qualiquantitativa. Os resultados demonstraram que a maioria dos professores apresenta a preocupação de inserir propostas voltadas à EDS ao desenvolverem os conteúdos e buscam perceber as relações existentes entre os conteúdos ministrados em sala com a sustentabilidade. Por outro lado, também permitiu constatar que um dos grandes empecilhos a esta abordagem é a escassa ou ausente abordagem do tema nos materiais didáticos utilizados por esses docentes, considerando que muitos professores limitam a inserção da abordagem em EDS à presença do tema nos materiais didáticos utilizados em sala de aula. Reflete-se, assim, a necessidade de ações que promovam a associação entre o discurso e ação da sustentabilidade com o conhecimento pedagógico, na prática docente, o que pode ser alcançado por meio da formação tanto inicial como continuada de professores.


  • Mostrar Abstract
  • Education for Sustainable Development is a possible way to make education more relevant to social development and to addressing the environmental and economic challenges facing the actual world and in the future. This study aimed to develop a proposal for the inclusion of Education for Sustainability in schools located in areas with socio-environmental vulnerability to contributing to the reduction of local socio-environmental problems. The research was developed in a qualitative and quantitative approach. The methodological procedures involved the use of a questionnaire containing open and closed questions related to the topic. The open questions were analyzed through the technique of Analysis of Units of Significance, which is based on content analysis. In order to identify the main difficulties encountered in addressing the issue in the classroom, the adoption of Participatory Action Research was used in a qualitative and quantitative approach. The results showed that most teachers are concerned about inserting proposals focused on ESD in the development of content and seek to understand the relationship between content delivered in class with sustainability. On the other hand, it also showed that one of the main obstacles to this approach is the scarce or absent approach of the subject in the teaching materials used by these teachers, considering that many teachers limit the insertion of the approach in ESD to the occurrence of the subject in the materials used in the classroom. So, we reflected that the need for actions that promote the association between the discourse and the action of sustainability with the pedagogical knowledge, in the teaching practice only can be achieved through the initial and continuous formation of teachers.

5
  • JULIANA DA SILVA IBIAPINA CAVALCANTE
  • ÁREAS COSTEIRAS: GESTÃO, PROBLEMÁTICAS E PERCEPÇÕES AMBIENTAIS NO MUNICÍPIO DE AREIA BRANCA, RIO GRANDE DO NORTE, BRASIL

  • Orientador : MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMILTON GURGEL GUERRA
  • ANNA JACINTA DANTAS DE MEDEIROS
  • ELIANE MARINHO SORIANO
  • LUIZ SODRE NETO
  • MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • Data: 02/07/2018

  • Mostrar Resumo
  • A zona costeira brasileira corresponde ao espaço geográfico de interação do ar, do mar e da terra, incluindo seus recursos renováveis e não-renováveis, abrangendo uma faixa marítima e uma faixa terrestre, sendo considerada patrimônio nacional de acordo com a Constituição Federal de 1988. É notória a importância da região litorânea do Brasil, tendo em vista sua extensão territorial, além de sua alta densidade populacional. Entretanto, são inúmeras as pressões socioeconômicas na zona costeira, podendo-se destacar o acelerado e desordenado processo de urbanização acarretando a intensa degradação dos recursos naturais, colocando em risco a sustentabilidade socioeconômica e a qualidade ambiental das populações. Como tentativa de equacionar tais problemas nas zonas costeiras, algumas políticas públicas voltadas à gestão dessas regiões necessitaram ser desenvolvidas. Em 1988 foi instituído o Gerenciamento Costeiro através da Lei nº 7.661 que introduziu o Plano Nacional de Gerenciamento Costeiro (PNGC) com o intuito de orientar a utilização racional dos recursos costeiros, protegendo o patrimônio natural, histórico, étnico e cultural. Neste sentido, este estudo teve por objetivos avaliar a evolução do gerenciamento costeiro brasileiro, bem como realizar um diagnóstico da gestão costeira potiguar, em especial no município de Areia Branca-RN, identificando as principais problemáticas ambientais relacionadas ao uso costeiro no município. Além disso, objetivou-se compreender a relação da população com o ambiente local e suas percepções acerca da qualidade ambiental e da gestão do ambiente costeiro do município de Areia Branca. Para tanto, à esta pesquisa foram aplicados os seguintes procedimentos metodológicos: análise de conteúdo do Plano Nacional de Gerenciamento Costeiro (PNGC) e o seu respectivo relatório “25 anos do Gerenciamento Costeiro no Brasil”; aplicação do Decálogo da Gestão Costeira; utilização de técnicas de geoprocessamento relacionadas à classificação do uso e ocupação do solo, bem como ao avanço de dunas; análise da percepção ambiental através da aplicação de questionários, análise estatística dos dados e análise qualitativa dos dados. Ficou constatado, que a área costeira brasileira apresenta conflitos de interesses, uma vez que as atividades nessas áreas trazem consigo inúmeros impactos no âmbito social, econômico, cultural e ambiental, apesar de sua importância econômica para o país. Devido a isso, a gestão costeira instituiu instrumentos legais, planos, programas e projetos que têm trazido resultados positivos em direção ao gerenciamento dos usos das zonas litorâneas. Entretanto, há ainda carências que deverão ser sanadas para a promoção do ordenamento do uso dos recursos naturais e da ocupação dos espaços costeiros. Verificou-se também, que o gerenciamento costeiro no estado do Rio Grande do Norte se encontra num estágio inicial de desenvolvimento, implantação e estruturação, necessitando de ações urgentes com vistas ao fortalecimento do gerenciamento costeiro na esfera estadual. Em domínio municipal, Areia Branca encontra-se em fase de discussão para o desenvolvimento de sua gestão costeira, apresentando, portanto, insuficiências em relação a políticas públicas e instrumentos normativos relacionados ao tema. Identificou-se ainda, mudanças na paisagem do município de Areia Branca ao longo dos últimos 20 anos devido à intensificação da urbanização, da produção de sal marinho, da atividade petrolífera e, ultimamente, devido à instalação de parques eólicos no município. Essas atividades colaboraram, também, para a diminuição da cobertura vegetal e redução dos campos de dunas no município. A análise da movimentação de um campo de dunas no município levou à conclusão de que as dunas da região em estudo apresentaram movimentos de avanço e retração durante o período em questão, sendo os principais fatores influenciadores deste processo a dinâmica dos ventos, a baixa precipitação no município, bem como a interferência antrópica. Sobre a percepção ambiental, a população de Areia Branca mostrou-se ciente dos problemas que atingem o ambiente costeiro do município e de sua parcela de contribuição na geração de tais problemáticas, bem como reconhecem a importância do seu envolvimento e participação na construção de um ambiente mais saudável e equilibrado. A percepção ambiental dos grupos sociais envolvidos na pesquisa mostrou-se variável e os entrevistados mostram tanto satisfações quanto descontentamentos relacionados ao uso e gestão do ambiente costeiro municipal. A beleza cênica e tranquilidade foram aspectos bem avaliados quanto à qualidade da zona costeira do município, no entanto, aspectos relacionados à infraestrutura local não foram tão bem avaliados. Além disso, os grupos entrevistados não percebem o potencial degradador das atividades econômicas realizadas no município. Sendo assim, esta pesquisa mostrou a necessidade urgente de estratégias e políticas públicas contínuas, especialmente, na área de gestão ambiental e costeira, planejamento urbano e planejamento regional para o estado do Rio Grande do Norte e, em especial, para o município de Areia Branca em consonância com as normas e instrumentos previstos na esfera federal.


  • Mostrar Abstract
  • The Brazilian coastal zone corresponds to the geographical interaction space of air, sea and land, including its renewable and non-renewable resources, covering a sea band and a terrestrial band, being considered national patrimony according to the Federal Constitution of 1988. The importance of the coastal region of Brazil is remarkable, considering its territorial extension, in addition to its high population density. However, there are numerous socioeconomic pressures in the coastal zone, highlighting the accelerated and disordered urbanization process leading to the intense degradation of natural resources, putting at risk the socioeconomic sustainability and the environmental quality of the populations. As an attempt to address such problems in coastal zones, some public policies aimed at the management of these regions needed to be developed. In 1988 Coastal Management was instituted through Law No. 7,661, which introduced the National Coastal Management Plan (PNGC) to guide the rational use of coastal resources, protecting natural, historical, ethnic and cultural heritage. In this sense, the objective of this study was evaluate the Brazilian evolution coastal management, as well as to make a diagnosis of the coastal management of Potiguar, especially in the Areia Branca city -RN, identifying the main environmental problems related to coastal use in the municipality. In addition, the objective was to understand the relationship between the population and the local environment and their perceptions about the environmental quality and the management of the coastal environment the Areia Branca city. For this purpose, were applied the following methodological procedures: content analysis of the National Coastal Management Plan (PNGC) and its respective report "25 years of Coastal Management in Brazil"; implementation of the Coastal Management Decalogue; use of geoprocessing techniques related to the classification of use and land occupation, as well as to the advancement of dunes; analysis of environmental perception through the application of questionnaires, statistical analysis and qualitative data analysis. It was verified that the Brazilian coastal area presents conflicts of interests, since the activities in these areas bring with them numerous impacts in the social, economic, cultural and environmental scope, in spite of their economic importance for the country. Due to this, coastal management instituted legal instruments, plans, programs and projects that have brought positive results towards the management uses of the coastal zones. However, there still needs to be resolved for the promotion of spatial use of natural resources and occupation of coastal areas. It was also verified that coastal management in the state of Rio Grande do Norte is at an early stage of development, implementation and structuring, necessitating urgent actions aimed at strengthening coastal management at the state level. In the municipal domain, Areia Branca is under discussion for the development of its coastal management, presenting, therefore, insufficiencies in relation to public policies and normative instruments related to the theme. It has also been identified changes in the landscape of the Areia Branca city over the last 20 years due to the intensification of urbanization, sea salt production, oil activity and, lately, due to the installation of wind farms in the municipality. These activities also contributed to the vegetation cover decrease and reduction of the dune fields in the municipality. The analysis of the dune field movement in the municipality led to the conclusion that the dunes of the region under study presented advance and retraction movements during the period in question, being the main factors influencing this process the dynamics of the winds, the low precipitation in the as well as anthropogenic interference. Regarding environmental perception, the Areia Branca population was aware of the problems that affect the coastal environment of the municipality and of its contribution to the generation of such problems, as well as the importance of its involvement and participation in the construction of an environment more healthy and balanced. The environmental perception the social groups involved in the research proved to be variable and the interviewees showed both satisfactions and discontent related to the use and management of the municipal coastal environment. Scenic beauty and tranquility were aspects well evaluated as the quality of the municipality coastal zone, however, aspects related to the local infrastructure were not so well evaluated. In addition, the interviewed groups do not perceive the degrading potential of the economic activities carried out in the municipality. Thus, this research showed the urgent need for strategies and continuous public policies, especially in the area of environmental and coastal management, urban planning and regional planning for the state of Rio Grande do Norte, and especially for the Areia Branca municipality in accordance with the rules and instruments envisaged at the federal level.

6
  • MARIA LUISA QUININO DE MEDEIROS
  • A PERSPECTIVA DE DOCUMENTOS DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE QUE SE RELACIONAM COM SUSTENTABILIDADE: UMA ABORDAGEM QUE SERVE PARA O CONTEXTO ESCOLAR DO SEMIÁRIDO NORDESTINO?

  • Orientador : MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CARLA IORIO PETROVICH
  • IVANEIDE ALVES SOARES DA COSTA
  • LUCIANA ARAUJO MONTENEGRO
  • LUIZ SODRE NETO
  • MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
  • Data: 26/10/2018

  • Mostrar Resumo
  • A Educação para o Desenvolvimento Sustentável (EDS) é uma temática que vem se disseminando cada vez mais devido às demandas planetárias atuais. Faz-se necessário, então, acompanhar como este processo está se dando no Brasil, de maneira geral e em locais específicos. Também é fundamental verificar como os professores estão envolvidos, ou não, nesta tendência.  Dito isto, este trabalho teve como objetivo traçar o cenário da EDS na educação básica, a partir de pesquisas em documentos/materiais oficiais e com professores, voltando o olhar para a região semiárida brasileira. Em um primeiro momento analisou-se nove documentos do Ministério da Educação (MEC) do Brasil, no que diz respeito a abordagem dada ao termo desenvolvimento sustentável (DS), fazendo um recorte em documentos relacionados ao ensino de ciências. Dando continuidade na pesquisa, foi a vez de avaliar doze publicações, que remetiam à sustentabilidade, do MEC e/ou do Ministério do Meio Ambiente (MMA), à luz dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), e classificar sua possível utilização em escolas do semiárido. Afunilando-se o trabalho, foi necessário movimentar a pesquisa para o campo docente e mensurar o conhecimento e concepção de professores sobre EDS, a relação desta com o seu contexto, avaliando como estes profissionais subsidiam suas ações docentes dentro desse campo. Por fim, tendo em vista os resultados da investigação, anterior, com os professores, desenvolveu-se uma ação de formação continuada com o intuito de propor a construção participativa de uma agenda de desenvolvimento sustentável à luz dos ODS. Com o desenrolar de todos esses objetivos postos, obteve-se que é urgente a discussão de uma reestruturação nos documentos do MEC, de acordo com as demandas internacionais, impedindo que as diretrizes nacionais se tornem obsoletas. Em relação as publicações do MEC e/ou MMA estas podem servir de base, em partes, para se traçar estratégias de convivência com a região semiárida, sendo assim, sugere-se que haja a construção de publicações oficiais regionalizadas. Revelou-se que os professores trabalham DS de forma fragmentada e até desconhecem o próprio termo EDS e que também não são estimulados a se articularem para buscar materiais públicos que foram produzidos alinhados à política do DS. Sobre o processo formativo, avaliou-se que que os ODS têm a capacidade de nortear de forma completa os requisitos para a sustentabilidade e aponta-se para a urgência de haver, não apenas, somente, formação complementar com os docentes, mas o conhecimento sobre esses objetivos programados na educação regular, de forma mais propositiva e estruturante, por meio de políticas educacionais.


  • Mostrar Abstract
  • Education for Sustainable Development (ESD) is a topic that has been spreading more and more due to the current planetary demands. It is necessary, then, to follow how this process is taking place in Brazil, in general and in specific places. It is also crucial to see how teachers are involved or not in this trend. That said, this work aimed to outline the ESD scenario in basic education, based on research in official documents / materials and with teachers, looking back to the semi-arid region of Brazil. At first, nine documents of the Ministry of Education (MEC) of Brazil were analyzed, regarding the approach to the term sustainable development (SD), making a cut in documents related to science teaching. Continuing the research, it was the time to evaluate twelve publications, referring to sustainability, of the MEC and / or the Ministry of Environment (MMA), in the light of the Sustainable Development Objectives (SDG), and to classify their possible use in schools of the semiarid. Restricting the work, it was necessary to move the research to the teaching field and measure the knowledge and conception of teachers about ESD, its relation with its context, evaluating how these professionals subsidize their teaching actions within this field. Finally, in view of the results of the previous research with the teachers, a continuous training action was developed with the purpose of proposing the participatory construction of a sustainable development agenda in the light of the SDOs. With the implementation of all these objectives, it has become urgent to discuss a restructuring in the MEC documents, in accordance with international demands, preventing the national guidelines from becoming obsolete. In relation to the publications of the MEC and / or MMA, these may serve as a basis for drawing up strategies for coexistence with the semi-arid region in parts, and it is therefore suggested that there be regionalised publications. It turned out that teachers work SD in a fragmented way and even do not know the term ESD itself and that they are also not encouraged to articulate to look for public materials that have been produced in line with SD policy. Regarding the training process, it was evaluated that the SDG have the ability to fully guide the requirements for sustainability and points to the urgency of having, not only, complementary training, but knowledge about these programmed objectives in regular education, in a more purposeful and structuring way, through educational policies.

2017
Teses
1
  • MARCOS PAULO GOMES PINHEIRO
  • Influência de fatores abióticos na distribuição e abundância de flebotomíneos (Diptera: Psychodidae) em uma unidade de conservação da mata atlântica do Rio Grande do Norte – uma contribuição à vigilância e controle das leishmanioses

  • Orientador : MARIA DE FATIMA FREIRE DE MELO XIMENES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIZA MARIA XAVIER FREIRE
  • HERBET TADEU DE ALMEIDA ANDRADE
  • JEFFREY SHAW
  • MARIA DE FATIMA FREIRE DE MELO XIMENES
  • PATRICIA BATISTA BARRA MEDEIROS BARBOSA
  • Data: 13/02/2017

  • Mostrar Resumo
  • As leishmanioses são graves problemas de saúde pública no Brasil, causadas por protozoários do gênero Leishmania transmitidos pelos flebotomíneos, pequenos insetos da ordem Diptera cujas fêmeas são hematófagas. A leishmaniose visceral (LV) ou calazar, tem como principal vetor nas Américas Lutzomyia longipalpis e Leishmania infantum como agente etiológico. No Brasil, a Região Nordeste se destaca com a maior incidência de casos de LV, principalmente entre as camadas mais desfavorecidas da sociedade. A leishmaniose tegumentar (LT) possui diferentes vetores e agentes etiológicos em todo o país, tem ampla distribuição, e apesar da menor gravidade, causa sérias lesões desfigurantes e incapacitantes em todas as regiões, principalmente na região Norte. É relevante a introdução de estratégias de prevenção que venham a modificar as ações humanas por meio da informação e sensibilização para o problema. A literatura de cordel se mostrou como um instrumento educativo com potencial de uso, uma vez que atrai por sua conotação lúdica e informal e desperta a atenção das pessoas de faixas etárias diferentes. O presente estudo buscou, portanto, conhecer os flebotomíneos de uma Unidade de Conservação da Mata Atlântica e seu entorno, bem como alguns fatores bióticos e abióticos relacionados à sua ocorrência, além de testar a utilização do cordel como ferramenta informativa sobre o tema. O estudo aconteceu durante três anos na área interna e externa da Floresta Nacional (Flona) de Nísia Floresta, localizada no município de Nísia Floresta, região metropolitana de Natal, Rio Grande do Norte, utilizando-se armadilhas Shannon e CDC. Foi produzido um cordel, em seu formato clássico, intitulado “Um bebedor de sangue na terra do mandacaru - Peleja contra o calazar”, para ações de educação em saúde com a população residente no entorno da Flona e com alunos de escolas do município. O uso do cordel foi validado com alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) por meio de questionários. O cordel aborda a transmissão, os sintomas, o tratamento e a profilaxia da doença. Foram coletados e identificados 82.638 flebotomíneos das espécies Evandromyia evandroi, Evandromyia lenti, Evandromyia walkeri, Evandromyia sallesi, Lutzomyia longipalpis, Micropygomyia schreiberi, Nyssomyia intermedia, Nyssomyia whitmani, Psathyromyia abonnenci, Psathyromyia brasiliensis, Psathyromyia shannoni, Psychodopygus wellcomei e Sciopemyia sordellii. Os flebotomíneos foram mais abundantes junto ao solo do ambiente silvestre, apesar de também serem abundantes junto às copas e no peridomicílio rural. L. walkeri foi a espécie mais abundante, representando 76% de todos os flebotomíneos coletados, sendo importante outras investigações acerca dessa espécie. L. longipalpis, E. evandroi e E. lenti demonstraram preferência pelos ambientes antropizados. Esse estudo comprova a elevada antropofilia de P. wellcomei, que se mostra ativo durante quase todo o dia no ambiente silvestre, bem como sua relação com os meses chuvosos. O cordel teve grande aceitação por parte dos estudantes da EJA e a experiência demonstrou que esse pode ser um importante meio para a disseminação de informações acerca da leishmaniose visceral. Com base no conhecimento da bioecologia dos flebotomíneos vetores das leishmanioses na área, bem como dos fatores envolvidos em sua ocorrência, espera-se que esse trabalho possa contribuir com estratégias de prevenção e controle das leishmanioses no Nordeste. Espera-se também que a regionalização das estratégias educativas por meio do cordel possa contribuir com a disseminação do conhecimento, sensibilizando a comunidade e divulgando um tema tão importante em saúde pública.


  • Mostrar Abstract
  • Leishmaniasis is a serious public health problem in Brazil, caused by protozoa of the genus Leishmania transmitted by sand flies, small insects of the order Diptera whose females are hematophagous. The main vector of visceral leishmaniasis (VL), or kala-azar, in the Americas is Lutzomyia longipalpis while Leishmania infantum is the etiological agent. In Brazil, the Northeastern Region stands out with the highest incidence of VL cases, especially among the most disadvantaged groups of society. Tegumentary leishmaniasis (TL) has different vectors and etiological agents throughout the country, a wide distribution, and despite its lower severity, it causes serious disfiguring and disabling lesions all over the country, especially in the North Region. It is relevant to introduce prevention strategies, through information and consciousness of the problem, in order to modify deleterious anthropic actions. Cordel folk literature has proved to be an educational instrument with potential use to address this issue, since it attracts by its playful and informal connotations and awakens the attention of people of different age groups. This study aimed, therefore, to know the sand flies fauna at an Atlantic Forest Conservation Unit and its surroundings, as well as some factors related to their occurrence, in addition to testing the use of cordel literature as an informative tool on the subject. The study took place over three years in the internal and external area of the Nísia Floresta National Forest (Flona) located in the city of Nísia Floresta, metropolitan region of Natal, Rio Grande do Norte, using Shannon and CDC traps. A cordel pamphlet in its classic format was produced, entitled "A blood drinker in the land of mandacaru - fight against kala-azar," for health educational activities among the population living in the vicinity of the Flona and students. The use of the cordel was validated through questionnaires applied to students of the Education of Young and Adults Program. The pamphlet approaches the transmission, symptoms, treatment and prophylaxis of the disease. There were collected and identified 82,638 sand flies of the species Evandromyia evandroi, Evandromyia lenti, Evandromyia walkeri, Evandromyia sallesi, Lutzomyia longipalpis, Micropygomyia schreiberi, Nyssomyia intermedia, Nyssomyia whitmani, Psathyromyia abonnenci, Psathyromyia brasiliensis, Psathyromyia shannoni, Psychodopygus wellcomei and Sciopemyia sordellii. Phlebotomines were more abundant near the soil of the wild environment, although they were also abundant near the canopy and in the rural peridomicille. L. walkeri was the most abundant species, representing 76% of all sandflies collected, and other investigations about this species are important. L. longipalpis, E. evandroi and E. lenti showed preference for anthropized environments. This study confirms the high anthropophilic behavior of P. wellcomei, which is active throughout the day in the wild, as well as its relationship with the rainy months. The cordel literature was widely accepted by students and the experience has shown that this may be an important way for dissemination of information about visceral leishmaniasis. Based on the knowledge of the bioecology of sand flies vectors of leishmaniasis in the study area, as well as the factors involved in its occurrence, it is expected that this work may contribute to strategies for the prevention and control of leishmaniasis in Northeastern Brazil. It is also desired that the regionalization of educational strategies through cordel literature can contribute to the dissemination of knowledge, sensitizing the community and disseminating such an important subject in public health.

2
  • KLÉGEA MARIA CÂNCIO RAMOS CANTINHO
  • CARACTERIZAÇÃO E AVALIAÇÃO DA QUALIDADE AMBIENTAL DO ESTUÁRIO TUBARÃO (RN) COM BASE NA ÁGUA, SEDIMENTO E MACROALGAS MARINHAS

  • Orientador : ELIANE MARINHO SORIANO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDRE LUIS CALADO ARAUJO
  • ELIANE MARINHO SORIANO
  • MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
  • MARCELLA ARAÚJO DO AMARAL CARNEIRO
  • SERGIO RICARDO DE OLIVEIRA
  • Data: 23/02/2017

  • Mostrar Resumo
  •  

    Estuários e zonas costeiras são sistemas dinâmicos de grande importância ambiental, econômica e social. Em todo o mundo estas áreas estão se tornando cada vez mais impactadas, devido às atividades antropogênicas causado pelo rápido crescimento econômico e urbanização. A presente pesquisa foi realizada no estuário Tubarão, localizado no litoral norte do Rio Grande do Norte, Brasil. A área do estuário faz parte da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Ponta do Tubarão (RDSEPT). No entorno dessa Unidade de Conservação são desenvolvidas diversas atividades econômicas tais como, pesca, agricultura, aquicultura, indústria salineira e petrolífera, além do turismo ecológico. Considerando a importância ecológica, econômica e social desse ecossistema, um estudo foi realizado com o objetivo de caracterizar e avaliar a qualidade ambiental do estuário Tubarão através da análise dos nutrientes (N e P) e metais pesados contidos na água, sedimento e macroalgas marinhas (Gracilariopsis e Hypnea). A pesquisa realizada com tal propósito apresenta-se composta por três capítulos: (1) no primeiro capítulo a dinâmica de nutrientes foi investigada para compreensão dos processos biogeoquímicos e para identificar possíveis impactos antropogênicos nesse ecossistema tropical; (2) o segundo capítulo da tese, analisa e aponta quais os compartimentos (água, sedimento e macroalgas) que detêm a maior concentração de metais pesados e finalmente o terceiro capítulo (3) o qual discorre sobre a percepção ambiental dos extrativistas da RDSEPT e que tem como objetivo mensurar o entendimento da população sobre as questões ambientais da reserva. Os resultados obtidos nos diferentes capítulos fornecem informações importantes sobre a saúde ambiental do estuário Tubarão e podem auxiliar na gestão da reserva.


  • Mostrar Abstract
  • Estuaries and coastal zones are dynamic systems of great environmental, economic and social importance. All over the world these areas are becoming increasingly impacted because of the anthropogenic activities caused by rapid economic growth and urbanization. This research was carried out in the Tubarão estuary, which is located in the northern coast of Rio Grande do Norte, Brazil. The estuary area is part of the Ponta do Tubarão Sustainable Development Reserve (RDSEPT). In the surroundings of this conservation unit, several economic activities are developed, such as fishing, agriculture, aquaculture, saline and oil industry, besides ecological tourism. Considering the ecological, economic and social importance of this ecosystem, a study was run to characterize and evaluate the environmental quality of the Tubarão estuary through analysis of nutrients (N and P) and heavy metals in water, sediment and seaweeds (Gracilariopsis and Hypnea). The research carried out for this purpose is composed of three chapters: (1) in the first chapter the dynamic of nutrients was investigated to understand the biogeochemical processes and to identify possible anthropogenic impacts in this tropical ecosystem; (2) the second chapter of the thesis analyzes and points out which compartments (water, sediment and seaweeds) that hold the largest concentration of heavy metals and finally the third chapter (3) which examines the RDSEPT extractivists’ environmental perception and aims to measure the population's understanding of reserve environmental issues. The results obtained in the different chapters provide important information on the state of environment of the Tubarão estuary and may contribute to the reserve management.

3
  • GABRIELLA CYNARA MINORA DA SILVA
  •  

    MAPEAMENTO DE BANCOS DE ALGAS E FANERÓGAMAS NA ÁREA DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL DOS RECIFES DE CORAIS - RN UTILIZANDO GEOTECNOLOGIAS


  • Orientador : ELIANE MARINHO SORIANO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIANE MARINHO SORIANO
  • JORGE EDUARDO LINS OLIVEIRA
  • LAURA EMMANUELLA ALVES DOS SANTOS SANTANA DE OLIVEIRA
  • MARCELLA ARAÚJO DO AMARAL CARNEIRO
  • RODRIGO GUIMARÃES DE CARVALHO
  • Data: 23/02/2017

  • Mostrar Resumo
  • As macroalgas e fanerógamas marinhas, associadas aos recifes de corais, compreendem um dos ambientes mais produtivos do planeta.  As macroalgas desempenham uma série de serviços ecossistêmicos, dentre os quais se destacam a produção primária, a construção dos recifes, a facilitação para o estabelecimento dos corais e a formação de habitats para inúmeras outras espécies de organismos. Por outro lado, elas são potencialmente sensíveis às alterações ambientais, em especial aos impactos causados pelas mudanças climáticas e à pressão das atividades humanas. Diante destas alterações ambientais, são necessários estudos que possam explicar os impactos que essas mudanças causam nesses organismos e, assim, estabelecer estratégias para a conservação e restauração desses ambientes. Técnicas de sensoriamento remoto, combinadas com observações in situ, têm sido bastante utilizadas para mapear bancos algais em todo o mundo. A Área de Preservação Ambiental dos Recifes de Corais/RN – APARC abriga uma grande diversidade de espécies algais, no entanto, apesar de constituir uma Unidade de Conservação, é provável que seus recursos estejam sendo depredados decorrentes de atividades antrópicas, como o turismo e a pesca predatória, e das mudanças no clima global, como a variação na temperatura e na acidez dos oceanos. Nesse sentido, este trabalho utilizou dados de satélite Advanced Land Observing Satellite (ALOS), instrumento Advanced visible and Near infrared Radiometer type 2 (AVNIR-2) para verificar a distribuição de macroalgas e fanerógamas na APARC, mais precisamente nos recifes de Maracajaú e Rio do Fogo. Para isso, foram realizadas classificações não supervisionadas e uma série de classificações supervisionadas flexíveis e rígidas. Além disso, foram realizadas análises de cluster para verificar a similaridade das composições bentônicas entre as estações estudadas em cada um dos recifes. Por fim, foi confeccionado o Modelo Digital Batimétrico (MDB) e o Modelo Digital de Terreno (MDT), a fim de entender a relação entre a fixação e o desenvolvimento das macroalgas e fanerógamas com a profundidade da água e a declividade dos corpos recifais. A classificação supervisionada Maxlike gerou os mapas temáticos de ambos os recifes. No recife de Maracajaú, o Maxlike identificou sete classes: (1) Algas densas; (2) Areia; (3) Fanerógamas esparsas; (4) Fanerógamas densas; (5) Algas calcárias; (6) Algas esparsas; e (7) Areia fina. O coeficiente Kappa (0,84) foi considerado excelente. No recife de Rio do Fogo, o Maxlike identificou seis classes: (1) Macroalgas; (2) Concreções de algas calcárias; (3) Areia; (4) Areia com mistura calcária; (5) Fanerógamas e (6) Recifes de corais. O coeficiente Kappa (0,75) foi considerado substancial. Em ambos os recifes, as macroalgas encontram-se predominantemente na área central, entre as isóbatas -1 e -3 m, principalmente. É uma área relativamente plana, com 2% de declividade em Maracajaú e 3% em Rio do Fogo.  As algas calcárias, formando ou não concreções, localizam-se principalmente nas extremidades do recife, especialmente na borda externa (reef front), em profundidades de até -5 m. As fanerógamas ocorrem principalmente na borda interna (back reef), entre as isóbatas -2 e -6 m. As bordas dos recifes configuraram as regiões de maior declividade, com até 5% no recife de Maracajaú e até 7% no recife de Rio do Fogo. Em ambos os recifes foram registrados os seguintes grupos morfofuncionais: foliáceas, ramificadas, coriáceas, calcárias articuladas e calcárias crostosas. Espera-se que esse trabalho possa fornecer subsídios para o planejamento e gestão da APARC, conduzindo a utilização cada vez mais sustentável dessa Unidade de Conservação.


  • Mostrar Abstract
  • Seaweeds and seagrasses associated with coral reefs comprise one of the most productive environments on the planet. Seaweeds have several roles in ecosystem services, including primary production, reef construction, facilitation of coral establishment and habitat formation for numerous other species. On the other hand, they are potentially sensitive to environmental changes, especially the impacts caused by climate change and the pressure of human activities. Because of these environmental changes, studies that can explain the impacts that these changes cause in these organisms and, thus, establish strategies for the conservation and restoration of these environments are needed. Remote sensing techniques combined with in situ observations have been widely used to map algal beds around the world. The Coral Reef Environmental Preservation Area / RN - APARC shelters a large diversity of algal species; however, although it is a conservation unit, its resources are likely to be depleted due to anthropic activities, such as tourism and fishing, and changes in global climate, such as changes in ocean temperature and acidity. In this sense, this study applied Advanced Land Observing Satellite (ALOS) satellite data, an Advanced Visible and Near Infrared Radiometer (AVNIR-2) instrument to verify the distribution of seaweeds and seagrasses in APARC, more precisely in the Maracajaú and Rio do Fogo reefs. For this, unsupervised classifications and a series of soft and hard supervised classifications were performed. Moreover, cluster analyzes were performed to verify the similarity of the benthic compositions among the studied stations in each of the reefs. Finally, the Digital Bathymetric Model (MDB) and the Digital Terrain Model (MDT) were also generated in order to understand the relationship between seaweed and seagrass establishment and development with the water depth and the slope of the reef body.The supervised classification Maxlike generated the thematic maps of both reefs. In the Maracajaú reef, the Maxlike identified seven classes: (1) Dense seaweed; (2) Sand; (3) Sparse seagrass; (4) Dense seagrass; (5) Calcareous seaweed; (6) Sparse seaweed; and (7) Fine sand. The Kappa coefficient (0.84) was considered excellent. Concerning Rio do Fogo reef, the Maxlike identified six classes: (1) Seaweed; (2) Calcareous seaweed concretions; (3) Sand; (4) Sand with limestone; (5) Seagrass; and (6) Coral Reefs. The Kappa coefficient (0.75) was considered substantial. In both reefs, seaweeds are predominantly in the central area, mainly between isobaths -1 and -3 m. This region is a relatively flat area, with a 2% slope in Maracajaú and a 3% slope in Rio do Fogo. Calcareous seaweed, forming or not concretions, are located mainly in the reef extremities, especially in the reef front, in depths of up to -5 m. Seagrasses occur mainly in the back reef, between isobaths -2 and -6 m. The edges of the reefs are the regions with the highest slopes, up to 5% in Maracajaú reef and up to 7% in Rio do Fogo reef. In both reefs, the following morphofunctional groups were recorded: foliose, leathery, corticated, articulated calcareous and crustose seaweed. This work may provide support for the planning and management of APARC, leading to the increasingly sustainable use of this conservation unit.

4
  • ROSANGELA GONDIM D OLIVEIRA
  • LAGOSTA, PESCA E PESCADOR MERGULHADOR NO LITORAL ORIENTAL DO NORDESTE DO BRASIL: ABORDAGENS E DESAFIOS

  • Orientador : JORGE EDUARDO LINS OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDSON VICENTE DA SILVA
  • ELIANE MARINHO SORIANO
  • GRACO AURELIO CAMARA DE MELO VIANA
  • JORGE EDUARDO LINS OLIVEIRA
  • JOSE DA SILVA MOURÃO
  • Data: 24/02/2017

  • Mostrar Resumo
  • A pesca da lagosta espinhosa, do caribe ou de rochas (Decapoda, Achelata, Palinuridae) é uma importante atividade que suporta uma das mais lucrativas pescarias do mundo. Apesar das  medidas de manejo adotadas, trata-se de um recurso marinho que atualmente é bastante explorado. No Brasil, um conjunto de fatores concorre para essa exploração. As dificuldades se refletem na rotatividade das normas para a pesca da lagosta ao longo de 44 anos (de 1967 a 2010) e no não acompanhamento dos desembarques da pesca desde o ano de 2010. Soma-se a esse cenário a pesca realizada com apetrechos não legais, como a rede e o mergulho, livre ou com compressor e “marambaias”. Embora o uso do mergulho, em especial com o emprego do compressor, tenha tornado a pesca da lagosta uma atividade de maior precisão nas capturas, também passou a apresentar maior risco à saúde e à vida dos pescadores. Recifes costeiros são encontrados na plataforma continental do Rio Grande do Norte, litoral Nordeste oriental do Brasil, local da pesca de mergulho e de uma rica biodiversidade, destacando-se a população jovem das lagostas. Este trabalho foi realizado na perspectiva de uma abordagem integradora entre a pesca e o pescador mergulhador, com foco em três objetivos: fazer uma reconstrução histórica da pesca durante os anos de 2001-2010, descrever o perfil sociodemográfico, riscos e conflitos da atividade do mergulho e comparar seu conhecimento sobre a bioecologia da lagosta com o conhecimento científico. A análise da pesca foi baseada em planilhas do programa Estatpesca/IBAMA/RN. Foi utilizado um formulário formado por questões estruturadas e semiestruturadas, que coletou informações socioeconômicas dos pescadores (como idade, escolaridade, renda mensal, entre outras), suas estratégias da pesca (tais como, tipo de mergulho e apetrecho usado, procura ativa da lagosta, locais de pesca e profundidade atingida) e seu conhecimento sobre as normas de ordenamento e os riscos e conflitos. Também foram coletadas informações sobre o seu conhecimento a respeito da alimentação, estrutura trófica, reprodução e ciclo de vida da lagosta. Todas as análises estatísticas foram realizadas utilizando o software R (R DEVELOPMENT CORE TEAM, 2012), adotando o nível de significância de 5% (ZAR, 2010). Cada tipo de análise foi computado separadamente para evitar conflitos computacionais e matemáticos. Foram ainda utilizados os seguintes pacotes estatísticos adicionais do software R: pacote “ca” (GRENACRE, 1993; NENADIC, GREENACRE, 2007), “stats” (Teste de Shapiro-Wilk, PCA, PCoA, correlação de Pearson, Teste de Mann-Whitney; R DEVELOPMENT CORE TEAM, 2012) e “car” (Teste de Levene; FOX; WEISBERG, 2011). Com o modelo GLM, foi possível observar que a captura, em peso, era menor com o uso da rede, em relação ao compressor, mergulho e covo. O peso também foi significantemente maior para a embarcação grande, em relação à embarcação pequena. Analisando a escala temporal, por ano, a maior produção ocorreu em 2009 e 2010, e, quanto aos meses, independentemente do ano da amostra, o mês de agosto apresentou maior captura. Foram entrevistados 53 pescadores mergulhadores que se dedicam à pesca de lagosta. A maioria deles (89%) tem mais de 30 anos e nasceu na comunidade de Rio do Fogo. Muitos não concluíram o ensino fundamental I e são analfabetos funcionais (58,5%). Reconheceram dois grandes riscos nessa atividade: aqueles associados ao mergulho e os relacionados ao descumprimento das regras formais ou informais da captura da lagosta. Quanto aos riscos associados ao mergulho, o uso do compressor foi o mais citado pelos pescadores (48%), seguido por dormência nos membros, dores nas articulações ou sangramentos (leves) e sintomas da doença por descompressão (DCS). Conflitos entre pescadores e entre estes e órgãos fiscalizadores também foram relatados. Os resultados obtidos indicaram que o conhecimento dos pescadores sobre a bioecologia da lagosta independe da idade e do tempo de experiência, já que não houve diferença significativa entre os que mergulham há mais tempo e que têm mais idade (kendall’s tau, p > 0,05). Foi encontrado um grau alto de similaridade do conhecimento dos pescadores mergulhadores com a literatura científica a respeito da alimentação, estrutura trófica e habitat da lagosta. Entretanto, como a lagosta tem um ciclo larval de longa duração, o período de seis meses do defeso pode não ser suficiente para evitar a sobre-exploração. Esse fato, aliado aos riscos legais e econômicos e à qualidade de vida do pescador, não traz grandes perspectivas para essa pesca. Por outro lado, com uma abordagem integradora, entre os diferentes aspectos da pesca, especialmente a dimensão humana e a utilização do conhecimento científico e do conhecimento do pescador, pode ser um caminho para reverter essa realidade.


  • Mostrar Abstract
  • Spiny Lobsters, Caribbean lobster or Rock lobsters (Decapoda, Achelata, Palinuridae) are important resources and support one of the most profitable fisheries in the world. In Brazil, despite current management measures adopted, it is still a fully exploited marine resource and a number of factors contribute to this scenario. Difficulties are reflected in the rotation of standards for lobster fishing over 44 years (1967 to 2010 and non-monitoring of fisheries since 2010). Adding to this, fishing activity is carried out with non-legal paraphernalia such as nets and free diving, or compressors and "marambaias". The activity of diving in general with the aid compressors has made catches more accurate. But on the other hand, it presents greater risks to the fishers ‘life and health. Coastal reefs are found on the continental shelf of Rio Grande do Norte in Brazil's northeastern coast. It is a place for diving that has rich biodiversity, and presents a young lobster population. This work was carried out in a perspective of an integrative approach between the fisherman and the diver fisher with a focus on three objectives. To make a historical reconstruction of fishing during the years 2001-2010, to describe the sociodemographic profile, risks and conflicts of the activity and to compare his knowledge on the bioecology of the lobster with the scientific knowledge. The fishery analysis was based on spreadsheets enabled by the Estatpesca, a software program developed by the Brazilian Institute of Environment and Natural Resources (IBAMA) in Rio Grande do Norte. A structured and semi-structured questionnaire was applied in order to collect the subject ́s socio-economic information (age, education, monthly income, etc.), their fishing strategies (such as type of dive and equipment use, active lobster fishing depth) and their knowledge of the rules on risks and conflict management. Other type of information was also collected related to their knowledge on food, trophic structure, reproduction and lobster life cycle. Statistical analysis was performed using the R (R Development Core Team 2012) software, considering 5% significance level (Zar 2010). Each type of analysis was computed separately to avoid computational and mathematical conflicts. The following statistical software packages were also used: "ca" package (Grenacre 1993, Nenadic & Greenacre 2007), stats (Shapiro-Wilk test, PCA, PCoA, Pearson correlation, Mann-Whitney test; R Development Core Team 2012) and 'car' (Levene Test; Fox & Weisberg 2011). With the GLM model it was possible to observe that the capture, by weight was smaller with the use of the net, in relation to the compressor, dive and cages. Greater weight was also significantly larger for the large vessel in relation to small vessels. Analyzing the time scale, the highest production per year occurred in 2009 and 2010. As for the monthly fishery, independently of the year sampled, the month of August showed a larger catch. 53 lobster fisher-divers were interviewed. The great majority (89%) are over 30 years old and were born in the community of Rio do Fogo. Many fishers have not completed elementary school and are illiterate (58.5%). They recognized two major risks in this activity: those associated with diving and those due to noncompliance with the formal or informal rules of catching lobsters. The risks associated with diving with the use of the compressors were most cited (48%), some pointed out limb numbness, joint pain or mild bleeding as well as symptoms related to decompression sickness (DCS). The results indicate that fisher ́s knowledge of the lobster bio-ecology does not depend on age or experience. There were no significant differences between those who dive longer and are older (Kendall's tau, p> 0.05). There was a high degree of similarity in knowledge on behalf of fishers and scientific literature regarding feeding, trophic structure and lobster habitation. A larger catch was observed at the beginning of the season and also in the years 2009 and 2010 in the analyzed decade. However, since lobsters have long larval cycles, the six-month closed period may not be enough to avoid overexploitation. This together with the legal, economic risks and fisher ́ life quality do not provide great prospects for this type of activity. On the other hand, with an integrative approach, between the different aspects of fishing, especially the human dimension and the combination of scientific knowledge and fisherman knowledge it can be possible to reverse this reality.

5
  • MAURO SERGIO PINHEIRO LIMA
  • CONHECIMENTOS COMPLEMENTARES DA CIÊNCIA E DOS PESCADORES NA DISTRIBUIÇÃO ESPAÇO-TEMPORAL DOS RECURSOS PESQUEIROS

  • Orientador : JORGE EDUARDO LINS OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIANE MARINHO SORIANO
  • JORGE EDUARDO LINS OLIVEIRA
  • JOSE DA SILVA MOURÃO
  • JOSE GARCIA JUNIOR
  • RONALDO ANGELINI
  • Data: 18/08/2017

  • Mostrar Resumo
  • A perda da conexão da humanidade com a natureza é observada na pesca com a inversão dos valores de segurança alimentar, pelo desenvolvimento impulsiondo pelo mercado econômico, que resultou na insustentabilidade de estoques pesqueiros em todo o mundo. Entretanto, a ciência da pesca tem enfatizado, nas últimas décadas, a abordagem ecossistêmica, mediante a integração do Conhecimento Ecológico Local (CEL) dos pescadores e o conhecimento científico (CC), na construção de informações suficientes e complementares que reduzam tempo, custos e conflitos sociais. O presente estudo tenta compreender a distribuição espacial e sazonal dos recursos pesqueiros de forma interdisciplinar, através de duas abordagens distintas do conhecimento da pesca. A primeira, com base no método científico CC em observações diretas a bordo de uma frota pesqueira de rede de emalhar de fundo, e, a segunda abordagem, através de entrevistas com mestres da pesca, de modo que se buscou compreender, pelo CEL, a dinâmica da pesca com este tipo de petrecho e a formação de padrões comuns na percepção dos pescadores da distribuição dos recursos pescados. O Capítulo 1 traz uma compreensão geral das capturas observadas pela abordagem CC, com diferença espacial na biomassa e diversidade de espécies. No Capítulo 2, foi analisada a influência de fatores ambientais quanto à ocorrência e distribuição espacial de indivíduos adultos em estágio reprodutivo da espécie Caranx crysos, a mais observada (CC) dentre as que foram capturadas com rede de emalhar de fundo. No Capítulo 3, o CEL dos pescadores foi analisado quanto à dinâmica de uso de diferentes tipos de embarcação, rede e áreas de pesca ao longo do ano, com o objetivo de compreender o que mais influencia as escolhas de áreas de pesca e os impactos destas escolhas. No Capítulo 4, a abordagem integrada do CC e CEL com informações comuns à dinâmica da pesca e distribuição das três principais espécies capturadas com rede de emalhar de fundo, mostraram padrões semelhantes e complementares na distribuição destas espécies. As duas abordagens (CC e CEL) mostraram que a pesca empreendida com rede de emalhar de fundo concentra-se em áreas rasas de até 20m de profundidade, que apresenta baixa biomassa e diversidade de espécies, principalmente em trechos próximos à região metropolitana do Estado, onde foi observado o maior esforço de pesca. As áreas mais profundas e distantes da costa foram as mais produtivas e diversas. Entretanto, o acesso a estas áreas é limitado por fatores ambientais a maior parte do ano, o que, consequentemente, gera maior impacto nos descartes e acidentes com tartarugas marinhas, em decorrência do maior esforço em áreas próximas a costa. A gestão ecossistêmica da pesca para rede de emalhar de fundo deve observar tanto a distribuição dos recursos pescados em função do esforço de pesca, como o que influencia as escolhas dos pescadores a pescar em áreas reconhecidamente menos produtivas.


  • Mostrar Abstract
  • The loss of human connection with nature is observed in fishing with the reversal of ethical values of food security, driven by the development of the economic market, which has resulted in unsustainability of fish stocks worldwide. The fisheries science in recent decades has highlighted the effectiveness of the ecosystem approach, which integrates the fishers' local ecological knowledge (LEK) and scientific knowledge (SK), the construction of adequate and additional information to reduce time, social costs and conflicts. This study investigated the spatial and seasonal distribution of fishing resources through two distinct approaches to knowledge of fishing in an interdisciplinary way. In the first, SK was used in direct observations on board the bottom gillnet fishing fleet, for records of species composition and environmental variables. In the second approach, the application of interviews with fishing masters sought to understand in LEK the dynamics of fishing with this type of gillnet and the common patterns of fishers' perception of fishing resources distribution. Chapter 1 provides a general understanding of the catches observed by the SK approach, with attention to spatial distribution of biomass and species diversity in both shallow and deep areas. In Chapter 2, the influence of environmental factors on the occurrence and spatial distribution of the adult blue runner in the reproductive life stage was analyzed, being this species the most observed in the captures with the bottom-set gillnet in the SK approach. Chapter 3, the fishers' LEK was analyzed the different dynamics of use boats, net and fishing areas, throughout the year, in order to understand what most influences the choices of fishing areas and the impacts of these options. In Chapter 4, the integrated approach of SK and LEK with information common to the dynamics of fishing and distribution of the three main species caught with this fishing gear, showed similar and complementary patterns in the distribution of these species. The two approaches (SK and LEK) showed that gillnet launches are concentrated in shallow areas up to 20m deep, with low species diversity and biomass, mainly near the metropolitan region of the State, where the fishing effort was higher. The deepest and most distant areas of the coast were the most productive and diverse. However, access to these areas is limited by environmental factors for most of the year, with effects in the greatest impact on discards and accidents with sea turtles. Ecosystem management of bottom-set gillnet fisheries should take into account both the distribution of fish resources as a function of fishing effort and the influence of fishers' choices on fishing areas that are admittedly less productive.

6
  • RAFAELA MARIA DE FRANÇA BEZERRA
  • POTENCIAL UTILITÁRIO DA CAATINGA NA MICRORREGIÃO DO VALE DO AÇU-RN: um paralelo entre o setor ceramista e os assentamentos rurais como subsídio à conservação

  • Orientador : MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • ELINEI ARAUJO DE ALMEIDA
  • AMILTON GURGEL GUERRA
  • MARIA CRISTINA BASÍLIO CRISPIM DA SILVA
  • RAMIRO GUSTAVO VALERA CAMACHO
  • Data: 29/08/2017

  • Mostrar Resumo
  • A vegetação da Caatinga tem sido amplamente utilizada para fins industriais e de subsistência no Vale do Açu. Quando não realizada de forma sustentável, tal prática pode levar espécies desse bioma à uma situação de vulnerabilidade. Estudos etnobotânicos podem contribuir para identificar padrões de uso e nortear estratégias de conservação da Caatinga. Considerando a raridade de estudos dessa natureza para a região a presente tese teve como objetivo registrar a diversidade e a versatilidade de plantas da Caatinga utilizadas pela indústria ceramista e por assentamentos rurais do Vale do Açu-RN a fim de identificar espécies de intensa exploração e iminente conservação. Preliminarmente realizou-se um diagnóstico quali-quantitativo do uso da vegetação pelo setor ceramista mediante entrevistas semiestruturadas com 120 atores sociais envolvidos nesse setor, divididos em três grupos: Ceramistas, Lenheiros e Agricultores de quatro assentamentos rurais potencialmente fornecedores de lenha utilizada no processo de fabricação da cerâmica vermelha. Analisou-se a caracterização do perfil tecnológico das indústrias e a percepção dos seus impactos sobre a vegetação local. Utilizou-se a Análise de Correspondência para verificar a associação entre as espécies mais utilizadas pela indústria ceramista e as percebidas como ausentes pelos assentamentos e o modelo linear generalizado (GLM) para avaliar a relação entre a distância dos assentamentos do polo ceramista e o número de espécies citadas como ausentes. A segunda etapa consistiu em identificar a intensidade e multiplicidade de usos da vegetação pelos assentamentos rurais através de observação participante, turnê guiada e entrevistas semiestruturadas. Os usos mencionados foram distribuídos em categorias utilitárias e as espécies úteis tiveram calculados o Valor de Uso e a Importância Relativa. Estimou-se a diversidade ecológica para cada assentamento através do cálculo dos Índices de Shannon (H’) e Equitabilidade de Pielou (J) que foram comparados pelo Teste t. As proporções de categorias utilitárias foram submetidas à uma análise multinomial e a relação “Valor de Uso vs. Categorias Utilitárias” foi analisada através da Correlação de Spearman. A identificação de espécies prioritárias de conservação foi realizada através do cálculo do Índice de Prioridade de Conservação, aplicado de forma inédita no estado do Rio Grande do Norte. Esse índice fundamenta-se em escores biológicos e critérios de utilização fundamentados em inventários fitossociológicos e levantamentos etnobotânicos. Os valores obtidos para cada espécie permitiram categorizá-las de acordo com a criticidade de
    10
    seu estado de conservação. Identificou-se uma intensa dependência dos recursos da Caatinga por parte da indústria ceramista da região, com destaque para o sobreuso de Mimosa tenuiflora e Pityrocarpa moniliformis cuja percepção da diminuição da abundância tem sido observada principalmente pelos assentamentos localizados mais próximos ao polo ceramista. Em relação à utilização da vegetação pelos assentamentos, verificou-se uma elevada dependência dos recursos florestais principalmente para fins construtivos e medicinais, categorias de uso mais representativas nas quatro áreas. Dada a sua versatilidade, M. tenuiflora destacou-se como a espécie mais importante para a subsistência das famílias entrevistadas, visto que alcançou o maior Valor de Uso. Em relação à utilização terapêutica da vegetação, Poincianella pyramidalis logrou o maior índice de Importância Relativa. No que concerne ao estado de conservação da vegetação, verificou-se que uma estreita associação entre sobreexploração, raridade e índice de prioridade de conservação, onde em geral, as espécies de maior utilização são as de menor riqueza local e consequentemente possuem maior iminência de conservação. Destacaram-se nesse contexto as espécies Anadenanthera colubrina, Commiphora leptophloes, Ziziphus joazeiro, Ximenia americana, Libidibia ferrea, Auxemma oncocalyx, Handroanthus impetiginous e Myracrodruon urundeuva, que se encontram em situação de vulnerabilidade na região estudada. Considerando a elevada importância ecológica e socioeconômica da Caatinga para a microrregião do Vale do Açu, torna-se premente a adoção de medidas que oportunizem a regeneração, a conservação e o uso sustentável dessas espécies.


  • Mostrar Abstract
  • The Caatinga vegetation has been widely used for industrial and subsistence purposes in the Açu Valley. When these practices are not sustainable, some species can turn into a vulnerable situation. Ethnobotanical studies can facilitate to identify usage patterns and guide conservation strategies for Caatinga. Considering the rarity of such studies, this thesis is aimed to register the diversity and versatility of Caatinga plants used by the ceramic industry and rural settlements at the Açu Valley-RN identifying species of intense exploration and imminent conservation. Preliminarily a quali-quantitative diagnosis of the vegetation used by the ceramic industries through semi-structured interviews with 120 social actors involved in this sector, divided into three groups: Potters, Lumberjacks and Farmers in four rural settlements that are potential suppliers of timber, used in the manufacturing process of Red pottery. The characterization of the industries technological profile and the perception of their impact on the local vegetation was analyzed. Correspondence analysis were used to verify the correlation between the most used species by the ceramic industry and the ones perceived as missing by settlements and the generalized linear model (GLM) to evaluate the relationship between the distance of the settlements and industries and the number of species listed as missing. The second step was focus to identify the severity and multitude uses of the vegetation by rural settlements through participant observation, guided tour and semi-structured interviews. The mentioned uses were distributed into utility categories, the useful species had its Value in Use and Relative Importance calculated. The ecological diversity was estimated for each settlement through the calculation of Shannon index (H') and Pielou Evenness (J), then were compared by t Test. The utility categories proportions were submitted to a multinomial analysis and the relation "Value in Use vs. Utility Categories" was analyzed by Spearman Correlation. The identification of priority conservation species was performed by calculating the Conservation Priority index, a pioneer approach in the State of Rio Grande do Norte. This index is based on biological scores and in usage founded on phytosociological inventories and Ethnobotanical surveys. The values obtained for each species allowed to categorize them according to the criticality of its condition. An intense dependency of the Caatinga for the regional ceramic industry was identified, emphasizing the massive use of the Mimosa tenuiflora and Pityrocarpa moniliformis, whose perception of abundance decreased has been observed primarily by settlements located closer to the ceramic belt. Regarding the use of the vegetation 12 by the settlements, there is a high dependence of the forest resources, mainly for constructive and medicinal purposes. These categories of use were more representative in the four areas. Associated to its versatility, the M. tenuiflora was highlighted as the most important specie for the subsistence families studied, once that had achieved the highest Value in Use. In relation to the therapeutic use of vegetation, the Poincianella pyramidalis achieved the highest relative importance. Regarding the vegetation state of conservation, it was noticed a close association between massive exploitation, rarity and conservation priority index, where in general, the most used species are the ones with the smallest local abundance and therefore have greater immediacy. In this context the species Anadenanthera colubrina, Commiphora leptophloes, Ziziphus joazeiro, Ximenia americana, Libidibia ferrea, Auxemma oncocalyx, Handroanthus impetiginous and Myracrodruon urundeuva are highlighted, once that they are in a situation of vulnerability in the studied region. Considering the high ecological and socio-economic importance of the Caatinga to the Northeast region of Brazil, it becomes urgent to adopt procedures that intended the regeneration, the conservation and sustainable use of these species.

7
  • JOSIMAR ARAUJO DE MEDEIROS
  • REFLORESTAMENTO EM ÁREAS DE OCORRÊNCIA DA DESERTIFICAÇÃO NO SEMIÁRIDO NORTERIOGRANDENSE COM A FAVELEIRA (Cnidoscolus quercifolius)

  • Orientador : MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • IONE RODRIGUES DINIZ MORAIS
  • JACOB SILVA SOUTO
  • MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • MARIA CRISTINA BASÍLIO CRISPIM DA SILVA
  • RAMIRO GUSTAVO VALERA CAMACHO
  • Data: 06/12/2017

  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho trata de estudo sobre a faveleira e o uso do vegetal na reabilitação de áreas degradadas.  Objetivou-se compreender o processo de reabilitação de áreas de ocorrência da desertificação, por meio do plantio desse vegetal. O trabalho é composto por quatro manuscritos. O primeiro, classificou a faveleira, como espécie-chave cultural (CKS) do bioma Caatinga realizado através do uso de metodologia proposta por Cristancho e Vining (2004), com a colaboração de revisão de literatura sobre o vegetal, informações colhidas em entrevistas e observações in loco em áreas com a presença do vegetal.  A relação da faveleira com cinco entre os sete indicadores de CKS propostos, classifica-a como sendo um CKS do bioma caatinga. No segundo analisou-se a percepção de moradores da zona rural do Seridó acerca dos usos da faveleira. O estudo realizou-se em comunidades rurais de Caicó e São José do Seridó/RN, onde o táxon se apresenta em meio a Caatinga. Além de visitas prévias, realizou-se 57 entrevistas semiestruturadas. A todas as partes do vegetal foi atribuído relevância. O uso das sementes na alimentação dos animais domésticos, silvestres e humano e das folhas na alimentação dos animais domésticos foi apontado por 100% dos interlocutores.  O terceiro e quarto manuscritos avaliou-se  a capacidade de fixação da faveleira, em área em processo de desertificação (APD) e em área desertificada (AD).  Na estação chuvosa de 2009, foi definida a área do estudo, através de observações in loco, com a colaboração de agricultores familiares do local. Ambas se encontram localizadas na zona rural de São José do Seridó/RN. O plantio da APD ocorreu em março de 2009. As mudas foram fornecidas pelo município. A avaliação realizada em abril de 2014, das 82 mudas introduzidas, 65 se encontravam vivas. O plantio da AD ocorreu em março de 2015. As mudas foram produzidas pelos agricultores do local com uso de embalagens plásticas e através de sementeira.  Um ano depois, entre as 60 mudas plantadas com uso de cada técnica, sobreviveram, respectivamente, 56 e 46.  A APD e a AD da pesquisa, se mantiveram sendo exploradas com o pastoreio. Após o plantio, foi depositado uma camada de pedras no entorno das covas para faclitar o  armazenamento de água e outras partículas. No microssítio do entorno de 100% das covas, constatou-se o recrutamento de espécies comum na estação chuvosa e  a presença de plantas da vegetação permanente do entorno. A faveleira é uma CKS da Caatinga, adequada  para uso na reabilitação de áreas degadas, desde que com o plantio de mudas com mais de quatro meses de nascimento. É bem adaptada a semiaridez  e apresenta vínculos estreitos com a população campesina.


  • Mostrar Abstract
  • The present work deals with a study on the faveleira and the use of the vegetable in the rehabilitation of degraded areas. The objective was to understand the process of rehabilitation of areas of desertification occurrence, through the planting of this plant. The work consists of four manuscripts. The first, classified the faveleira, as a key cultural species (CKS) of the Caatinga biome carried out through the use of a methodology proposed by Cristancho and Vining (2004), with the collaboration of literature review on the vegetation, information collected in interviews and observations in loco in areas with the presence of the vegetable. The relation of the faveleira with five among the seven indicators of CKS proposed, classifies it as being a CKS of the caatinga biome. In the second, we analyzed the perception of residents of the rural area of Seridó about the uses of the faveleira. The study was carried out in rural communities of Caicó and São José do Seridó / RN, where the taxon presents itself in the middle of Caatinga. In addition to previous visits, 57 semi-structured interviews were conducted. To all parts of the vegetable has been given relevance. The use of seeds in the feeding of domestic, wild and human animals and leaves in the feeding of domestic animals was pointed out by 100% of the interlocutors. The third and fourth manuscripts were evaluated the capacity of fixation of the faveleira, in area in process of desertification (APD) and desertified area (AD). In the rainy season of 2009, the study area was defined, through in situ observations, with the collaboration of local farmers. Both are located in the rural area of São José do Seridó / RN. ODP planting took place in March 2009. The seedlings were provided by the municipality. In April 2014, of the 82 seedlings introduced, 65 were alive. AD planting took place in March 2015. The seedlings were produced by local farmers using plastic packaging and by sowing. One year later, among the 60 seedlings planted with each technique, 46 and 56 survived, respectively. The APD and AD of the research survived through grazing. After planting, a layer of stones was deposited around the pits to facilitate the storage of water and other particles. In the microsite of 100% of the pits, it was observed the recruitment of common species in the rainy season and the presence of plants of the surrounding permanent vegetation. The faveleira is a Caatinga CKS, suitable for use in the rehabilitation of degred areas, since with the planting of seedlings with more than four months of birth. It is well suited to semiaridity and has close links with the peasant population.

2016
Teses
1
  • WANESSA KALINE DE ARAUJO MOURA
  • AVALIAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA E ECOTOXICOLÓGICA DE ÁGUA E SEDIMENTO NA REGIÃO DO BAIXO CURSO DO RIO DOCE, ZONA NORTE DO NATAL/RN

  • Orientador : RAQUEL FRANCO DE SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RAQUEL FRANCO DE SOUZA
  • IVANEIDE ALVES SOARES DA COSTA
  • RENATA DE FÁTIMA PANOSSO
  • ODETE ROCHA
  • ROBERTO RODRIGUES DE SOUZA
  • Data: 22/01/2016

  • Mostrar Resumo
  • O trabalho de pesquisa objeto deste projeto foi desenvolvido na região do baixo curso do rio Doce no município de Natal, nos bairros de Lagoa Azul, Pajuçara e Redinha, ao longo do Rio Doce, limite com o município de Extremoz, Rio Grande do Norte. A região da planície fluvial do Rio Doce localiza-se em Zona de Proteção Ambiental  (ZPA-9).  Esta ZPA é uma das que ainda não estão regulamentadas e nela são observados diversos problemas ambientais decorrentes do uso e ocupação do solo, caracterizando um flagrante desrespeito à legislação ambiental e cuja proteção é dificultada devido à inexistência de mecanismos legais específicos. Este trabalho tem por objetivos implantar e estabelecer a manutenção do cultivo da espécie Hyalella azteca (Crustacea, Amphipoda) no Laboratório de Ecotoxicologia - ECOTOX (UFRN) para avaliação ecotoxicológica de sedimento; avaliar a qualidade da água e do sedimento, utilizando os cladóceros Ceriodaphnia dubia, Ceriodaphnia silvestrii e Hyalella azteca respectivamente, da região do baixo curso do Rio Doce por meio de ensaios ecotoxicológicos e análises físicas e químicas de forma a avaliar a interferência das ações humanas ao longo do rio. Foram realizadas visitas à área no período de 2012 a 2014. Os locais de amostragem foram denominados LE, R2, R3, R4 e R5. A avaliação da qualidade da água e dos sedimentos do baixo curso do rio Doce, trecho localizado entre a Lagoa de Extremoz e a Redinha, por meio de análises físicas e químicas, e de ensaios ecotoxicológicos, na água e no sedimento, nos anos de 2012, 2013 e 2014, embasou o conhecimento e respondeu as questões de pesquisa: nos testes ecotoxicológicos realizados em água e sedimentos há uma resposta mensurável da biota no ambiente aquático, pois a alteração encontrada nos parâmetros físicos e químicos medidos em água e os resultados negativos encontrados em pelo menos 50% dos testes de toxicidade crônica realizados mensalmente no período de um ano evidenciaram o comprometimento da qualidade da água do rio Doce pelo menos em parte do ano, destacando que as diversas atividades desenvolvidas no entorno da drenagem podem estar contribuindo para as variações observadas.


  • Mostrar Abstract
  • The object of this research project was developed on the lower course of the river Doce in the city of Natal, in the districts of Lagoa Azul, Pajuçara and Redinha, along the river Doce, limit with the municipality of Extremoz, Rio Grande do Norte. The region of the Doce river plain is located in the area of environmental protection (ZPA-9). This is one of the ZPA which are not yet regulated and are observed several environmental problems arising from the use and occupation of land, featuring a blatant disregard to environmental legislation and whose protection is hampered due to the lack of specific legal mechanisms. This work aims to deploy and establish the maintenance of cultivation of Hyalella azteca species (Crustacea, Amphipoda) in the laboratory of Ecotoxicology-ECOTOX (UFRN) for ecotoxicological assessment of sediment; assess the quality of the water and the sediment using the cladocerans Ceriodaphnia dubia, Ceriodaphnia silvestrii and Hyalella azteca respectively, the lower course of the Rio Doce for ecotoxicological tests and physical and chemical analyses in order to evaluate the interference of human actions along the river. The visits were carried out in the period from 2012 to 2014. Sampling sites were named LE, R2, R3, R4 and R5. The evaluation of the quality of the water and sediments of the lower course of the Doce river, excerpt located between the lagoon of Extremoz and Redinha, through physical and chemical analyses, and ecotoxicological tests, in water and sediment, in the years 2012, 2013 and 2014, served the knowledge and answered the questions of research: ecotoxicological tests carried out in water and sediments there is a measurable response of biota in aquatic environment because the change found in physical and chemical parameters measured in water and the negative results found in at least 50 of chronic toxicity tests conducted on a monthly basis within one year showed the commitment of the Doce river water quality at least part of the year, noting that the various activities carried out in the vicinity of drainage may be contributing to the observed variations.

2
  • ERMETON DUARTE DO NASCIMENTO
  • RESISTÊNCIA BACTERIANA EM RESERVATÓRIOS DO SEMIÁRIDO BRASILEIRO: CARACTERIZAÇÃO, AÇÕES PARA VIGILÂNCIA AMBIENTAL, PREVENÇÃO E EDUCAÇÃO EM SAÚDE

  • Orientador : MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUIZ SODRE NETO
  • MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
  • MARIA CELESTE NUNES DE MELO
  • MARIA DE FATIMA FREIRE DE MELO XIMENES
  • REGINA CELIA PEREIRA MARQUES
  • Data: 29/04/2016

  • Mostrar Resumo
  • A resistência aos antimicrobianos se transformou num sério problema de saúde pública mundial e vários ambientes aquáticos se apresentam contaminados por esses microrganismos. Entretanto, não há dados sobre esse fenômeno para o semiárido brasileiro. Sendo assim, este estudo teve como objetivo o isolamento e a identificação das bactérias de importância médica contaminantes de ambientes  quáticos no semiárido potiguar, a caracterização da resistência antimicrobiana, e a formulação de propostas para educação em saúde e ações para vigilância ambiental em saúde. Com este propósito foram coletadas amostras de água de quatro reservatórios do semiárido potiguar durante os períodos seco e chuvoso. As amostras foram processadas e os microrganismos foram isolados e identificados seguindo orientações de bibliografias especializadas. Em seguida foram realizados os testes de sensibilidade antimicrobiana em disco difusão, calculado o índice de múltipla resistência antibiótica (MAR) e classificados os organismos com multipla resistência às drogas (MDR). Também foram propostas ações para prevenção e educação em saúde, bem como para vigilância ambiental em saúde. Adicionalmente, foi avaliada, na Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos, a influência da concentração do fósforo em meio líquido (caldo nutriente, C:P 100:1, 1000:1 e 100.000:1) sobre a expresão fenotípica da resistência à tetraciclina, ao cloranfenicol e a eritromicina, de 41 cepas bacterianas dos Estados Unidos utilizando a técnica da Concentração Inibitória Mínima (CIM) e da Concentração Bactericida Mínima (CBM). Ao todo foram isoladas 168 bactérias, 56% no período chuvoso, com 97,6% pertecentes ao grupo das Gram-negativas, com a Família Enterobacteriaceae apresentando a maior prevalência entre esse grupo (73,2%). 95,3% das bactérias resistentes aos antimicrobianos foram isoladas durante o período seco e o índice MAR foi maior no reservatório Passagem das Traíras, com 56% de chance para que as bactérias encontradas na água desse reservatório procedam de uma fonte de contaminação com maior risco para a saúde humana. Não houve diferença estatística da ocorrência de gêneros e espécies bacterianos entre os períodos seco e chuvoso e nem entre os reservatórios, com p=0,255. Também não houve diferença estatística do índice MAR entre os períodos e os reservatórios, com p=0,224. Quando avaliada a CIM, o meio com C:P de 100.000:1, considerado com a menor concentração de fósforo, parece aumentar a sensibilidade das bactérias ao cloranfenicol e a eritromicina quando comparado aos resultados do caldo nutriente para os mesmos antimicrobianos, com um p=0,023. Nas escolas que atendem as comunidades ribeirinhas usuárias da água dos reservatórios, são propostas ações de educação em saúde que visem o levantamento de concepções sobre o conhecimento do uso dos antimicrobianos e do surgimento da resistência bacteriana a essas drogas, bem como o desenvolvimento de material para educação em saúde. E no núcleo de Vigilância Ambiental em Saúde da SESAP, são propostas a inclusão das bactérias resistentes aos antimicrobianos isoladas de ambientes aquáticos como indicadores de risco para a saúde pública, a formulação de políticas públicas visando o controle das atividades que contaminam esses recursos com esses organismos e também o monitoramento periódico da água dos diversos ambientes aquáticos.


  • Mostrar Abstract
  • A resistência aos antimicrobianos se transformou num sério problema de saúde pública mundial e vários ambientes aquáticos se apresentam contaminados por esses microrganismos. Entretanto, não há dados sobre esse fenômeno para o semiárido brasileiro. Sendo assim, este estudo teve como objetivo o isolamento e a identificação das bactérias de importância médica contaminantes de ambientes  quáticos no semiárido potiguar, a caracterização da resistência antimicrobiana, e a formulação de propostas para educação em saúde e ações para vigilância ambiental em saúde. Com este propósito foram coletadas amostras de água de quatro reservatórios do semiárido potiguar durante os períodos seco e chuvoso. As amostras foram processadas e os microrganismos foram isolados e identificados seguindo orientações de bibliografias especializadas. Em seguida foram realizados os testes de sensibilidade antimicrobiana em disco difusão, calculado o índice de múltipla resistência antibiótica (MAR) e classificados os organismos com multipla resistência às drogas (MDR). Também foram propostas ações para prevenção e educação em saúde, bem como para vigilância ambiental em saúde. Adicionalmente, foi avaliada, na Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos, a influência da concentração do fósforo em meio líquido (caldo nutriente, C:P 100:1, 1000:1 e 100.000:1) sobre a expresão fenotípica da resistência à tetraciclina, ao cloranfenicol e a eritromicina, de 41 cepas bacterianas dos Estados Unidos utilizando a técnica da Concentração Inibitória Mínima (CIM) e da Concentração Bactericida Mínima (CBM). Ao todo foram isoladas 168 bactérias, 56% no período chuvoso, com 97,6% pertecentes ao grupo das Gram-negativas, com a Família Enterobacteriaceae apresentando a maior prevalência entre esse grupo (73,2%). 95,3% das bactérias resistentes aos antimicrobianos foram isoladas durante o período seco e o índice MAR foi maior no reservatório Passagem das Traíras, com 56% de chance para que as bactérias encontradas na água desse reservatório procedam de uma fonte de contaminação com maior risco para a saúde humana. Não houve diferença estatística da ocorrência de gêneros e espécies bacterianos entre os períodos seco e chuvoso e nem entre os reservatórios, com p=0,255. Também não houve diferença estatística do índice MAR entre os períodos e os reservatórios, com p=0,224. Quando avaliada a CIM, o meio com C:P de 100.000:1, considerado com a menor concentração de fósforo, parece aumentar a sensibilidade das bactérias ao cloranfenicol e a eritromicina quando comparado aos resultados do caldo nutriente para os mesmos antimicrobianos, com um p=0,023. Nas escolas que atendem as comunidades ribeirinhas usuárias da água dos reservatórios, são propostas ações de educação em saúde que visem o levantamento de concepções sobre o conhecimento do uso dos antimicrobianos e do surgimento da resistência bacteriana a essas drogas, bem como o desenvolvimento de material para educação em saúde. E no núcleo de Vigilância Ambiental em Saúde da SESAP, são propostas a inclusão das bactérias resistentes aos antimicrobianos isoladas de ambientes aquáticos como indicadores de risco para a saúde pública, a formulação de políticas públicas visando o controle das atividades que contaminam esses recursos com esses organismos e também o monitoramento periódico da água dos diversos ambientes aquáticos.

3
  • IAPONIRA SALES DE OLIVEIRA
  • CONHECIMENTO LOCAL SOBRE ESPÉCIES DE ANFÍBIOS E BIOCONTROLE DE INSETOS PRAGAS EM SISTEMAS AGRÍCOLAS DE REGIÃO SEMIÁRIDA BRASILEIRA: SUBSÍDIOS À ETNOCONSERVAÇÃO

  • Orientador : ELIZA MARIA XAVIER FREIRE
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIZA MARIA XAVIER FREIRE
  • ERALDO MEDEIROS COSTA NETO
  • MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
  • SINEIDE CORREIA SILVA MONTENEGRO
  • SUELI APARECIDA MOREIRA
  • Data: 30/06/2016

  • Mostrar Resumo
  • A Caatinga é um dos Domínios brasileiros que mais tem sido utilizado para diversos fins econômicos, tais como pecuária, atividades agrícolas e extração de minérios, e este seu uso extensivo vem causando grandes degradações, e por vezes irreversíveis, nesse Ecossistema. Para cada atividade desenvolvida foram necessárias adaptações especificas por parte das comunidades locais, já que este Domínio se caracteriza por condições edafoclimáticas especificas do semiárido brasileiro. Neste sentido compreender como as comunidades locais estabelecem suas relações com o ambiente envolvente é um dos campos de estudo da Etnociência, entre elas a Etnoherpetologia, que delimita seu enfoque nos grupos étnicos, que conhecem, utiliza, classifica e convivem com os anfíbios e répteis. Os anfíbios são relevantes porque constituem elementos-chave para avaliação da qualidade ambiental atuando como biocontroladores de insetos vetores de doenças e/ou pragas agrícolas. Portanto, entender os processos que influenciam e/ou determina o conhecimento local sobre este grupo é essencial, pois este é o primeiro passo para o seu uso sustentável. Nesse sentido, o objetivo principal deste trabalho foi identificar as espécies de anfíbios anuros conhecidos e citadas pelas comunidades locais de Itacuruba/PE e Petrolândia/PE, situadas no semiárido nordestino, bem como avaliar o conhecimento local sobre a biologia das espécies e sua importância no controle de pragas agrícolas. Para isto, foram estabelecidos nos primeiros contatos com as comunidades de agricultores desta região através de entrevistas livres. Em seguida foram realizados quatro encontros de 15 dias cada (sendo dois para cada comunidade), onde foi possível aplicar a entrevista semiestruturados e visitas aos sítios de reprodução dos anfíbios ao longo dos sistemas agrícolas. A amostragem ocorreu de forma não aleatória intencional resultando em 369 participantes da pesquisa, em função da dedicação e frequência na atividade agrícola, como também o conhecimento sobre a existência dos anfíbios anuros nesta região. Foram identificadas 13 espécies de anuros nas regiões de estudo (dados secundários), como também foram identificados e georreferenciados os principais locais de reprodução e desenvolvimento destas espécies. Os mapas obtidos foram escaneados e ilustrados com auxílio de computação gráfica com a utilização do sofware ArcGis10. Com as respostas das entrevistas os resultados foram analisados utilizando o método quantitativo de correlação simples entre os indicadores de conhecimento dos agricultores e a biologia dos anfíbios anuros, a fim de investigar a relação entre variáveis do perfil do entrevistado e o seu conhecimento sobre as espécies. Com a identificação das espécies de anfíbios anuros da região e a analise da concepção das comunidades locais sobre a biologia destas espécies, foi possível identificar e registrar o conhecimento local sobre a importância biológica dos anuros para a região semiárida, e com estes resultados poder traçar alternativas viáveis para praticas agrícolas sustentáveis que visem à conservação das espécies.


  • Mostrar Abstract
  • A Caatinga é um dos Domínios brasileiros que mais tem sido utilizado para diversos fins econômicos, tais como pecuária, atividades agrícolas e extração de minérios, e este seu uso extensivo vem causando grandes degradações, e por vezes irreversíveis, nesse Ecossistema. Para cada atividade desenvolvida foram necessárias adaptações especificas por parte das comunidades locais, já que este Domínio se caracteriza por condições edafoclimáticas especificas do semiárido brasileiro. Neste sentido compreender como as comunidades locais estabelecem suas relações com o ambiente envolvente é um dos campos de estudo da Etnociência, entre elas a Etnoherpetologia, que delimita seu enfoque nos grupos étnicos, que conhecem, utiliza, classifica e convivem com os anfíbios e répteis. Os anfíbios são relevantes porque constituem elementos-chave para avaliação da qualidade ambiental atuando como biocontroladores de insetos vetores de doenças e/ou pragas agrícolas. Portanto, entender os processos que influenciam e/ou determina o conhecimento local sobre este grupo é essencial, pois este é o primeiro passo para o seu uso sustentável. Nesse sentido, o objetivo principal deste trabalho foi identificar as espécies de anfíbios anuros conhecidos e citadas pelas comunidades locais de Itacuruba/PE e Petrolândia/PE, situadas no semiárido nordestino, bem como avaliar o conhecimento local sobre a biologia das espécies e sua importância no controle de pragas agrícolas. Para isto, foram estabelecidos nos primeiros contatos com as comunidades de agricultores desta região através de entrevistas livres. Em seguida foram realizados quatro encontros de 15 dias cada (sendo dois para cada comunidade), onde foi possível aplicar a entrevista semiestruturados e visitas aos sítios de reprodução dos anfíbios ao longo dos sistemas agrícolas. A amostragem ocorreu de forma não aleatória intencional resultando em 369 participantes da pesquisa, em função da dedicação e frequência na atividade agrícola, como também o conhecimento sobre a existência dos anfíbios anuros nesta região. Foram identificadas 13 espécies de anuros nas regiões de estudo (dados secundários), como também foram identificados e georreferenciados os principais locais de reprodução e desenvolvimento destas espécies. Os mapas obtidos foram escaneados e ilustrados com auxílio de computação gráfica com a utilização do sofware ArcGis10. Com as respostas das entrevistas os resultados foram analisados utilizando o método quantitativo de correlação simples entre os indicadores de conhecimento dos agricultores e a biologia dos anfíbios anuros, a fim de investigar a relação entre variáveis do perfil do entrevistado e o seu conhecimento sobre as espécies. Com a identificação das espécies de anfíbios anuros da região e a analise da concepção das comunidades locais sobre a biologia destas espécies, foi possível identificar e registrar o conhecimento local sobre a importância biológica dos anuros para a região semiárida, e com estes resultados poder traçar alternativas viáveis para praticas agrícolas sustentáveis que visem à conservação das espécies.

4
  • LEONARDO PIVÔTTO NICODEMO
  • INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE PARA CAMPOS PETROLÍFEROS EM TERRA: UMA PROPOSTA METODOLÓGICA DE SISTEMATIZAÇÃO

  • Orientador : MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GESINALDO ATAÍDE CÂNDIDO
  • IONE RODRIGUES DINIZ MORAIS
  • LECI MARTINS MENEZES REIS
  • MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • VIVIANE SOUZA DO AMARAL
  • Data: 17/08/2016

  • Mostrar Resumo
  • A tessitura da discussão contemporânea acerca da sustentabilidade da indústria petrolífera torna-se cada vez mais notória ao passo em que os aspectos ambientais desta atividade apresentam, principalmente em campos petrolíferos situados em terra, um significativo potencial para geração de impactos ambientais. Portanto questiona-se como realizar metodologicamente a seleção, adaptação, validação e priorização de indicadores de sustentabilidade para a sistematização do conjunto de indicadores de sustentabilidade para campos petrolíferos em terra (ISPETRO). A primeira hipótese é a de que, a seleção de indicadores do marco ordenador da pesquisa baseada exclusivamente na caracterização ambiental e na percepção das comunidades dos campos petrolíferos seria suficiente para a proposição de indicadores de sustentabilidade para a composição do conjunto de indicadores de sustentabilidade para campos petrolíferos em terra de campos petrolíferos em terra. A segunda hipótese é a de que a seleção de indicadores do marco ordenador da pesquisa baseada exclusivamente no posicionamento técnico-científico de um conjunto de especialistas na atividade petrolífera seria suficiente para a proposição de indicadores de sustentabilidade para a composição do conjunto de indicadores de sustentabilidade para campos petrolíferos em terra de campos petrolíferos em terra. Todavia, verificou-se a necessidade de uma terceira a hipótese, que foi confirmada, isto é, quanto mais participativa, comunidade e especialistas, for a seleção dos indicadores de sustentabilidade que compõe o marco ordenador da pesquisa, melhor será a adaptação, priorização e validação do índice a ser proposto.  Para tanto, o objetivo geral da tese foi o de propor uma metodologia de seleção, adaptação, validação e priorização e sistematização de indicadores de sustentabilidade campos petrolíferos em terra (ISPETRO). Assim, foram definidos os seguintes objetivos específicos, analisar a percepção dos atores sociais diretamente afetados pela atividade petrolífera como ferramenta para seleção participativa de indicadores de sustentabilidade; analisar o posicionamento científico de uma rede de especialistas, mediante a adoção do método Delphi como ferramenta para seleção de indicadores de sustentabilidade; propor uma metodologia participativa de seleção de indicadores de sustentabilidade pautada na relação da percepção dos atores sociais integrada ao parecer científico de uma rede de especialistas; propor a validação, priorização e sistematização de um conjunto de indicadores para avaliação de sustentabilidade de campos petrolíferos em terra. A metodologia foi estruturada em quatro partes, para a primeira hipótese utilizou-se a metodologia aplicada às comunidades onde considerou-se a categoria exploratória e descritiva como os tipos de pesquisa mais indicados. Foram realizadas entrevistas padronizadas ou estruturadas a fim de agregar a percepção dos moradores dos diferentes campos petrolíferos. Inicialmente, utilizou-se para a pesquisa de percepção ambiental a entrevista estruturada pelo fato de contribuir com a coleta de dados detalhados e que possibilitassem uma melhor adaptação dos indicadores a serem propostos. Para análise dos dados, foi utilizada a análise de correspondência que consiste em técnica estatística multivariada, que fornece ferramentas para analisar a associação entre as linhas e colunas de uma tabela de contingência. A análise dos dados quantitativos procedeu-se com a técnica estatística multivaridada de correspondência (AC) através da construção de tabelas de contingência com as determinadas variáveis descritas, bem como utilizou-se do teste de proporções multinomiais para a categorização da influência dos grupos analisados sobre cada indicador. Neste teste são avaliadas proporções par a par nos dois níveis da tabela de contingência de dados entre as multinomiais.  Para avaliação dos dados qualitativos foi realizada com o auxilio da Análise de Conteúdo, utilizando-se da “descrição analítica que funciona segundo procedimentos sistemáticos e objetivos do conteúdo das mensagens”. Para a análise da segunda hipótese buscou-se a seleção dos indicadores mais apropriados para a avaliação da sustentabilidade de campos petrolíferos conforme a análise do posicionamento científico de uma rede de especialistas que foram consultados, via correio eletrônico, o que possibilitou a seleção de alguns indicadores através da adoção do método Delphi e possibilitou o levantamento das características que foram consideradas relevantes pela comunidade mas desprezadas pelos  especialistas. Desta forma, foi necessária a proposição de uma metodologia consistente cientificamente e que permitisse o cruzamento da percepção das comunidades com o posicionamento científico dos especialistas, logo foram estabelecidos e sistematizados os critérios de inclusão e exclusão dos indicadores. Após a adaptação dos indicadores com base na participação dos especialistas e da população, procedeu-se à análise de componentes principais (ACP) que é uma das mais utilizadas análises estatísticas para descrever padrões de variações dos dados em um conjunto multivariado. Foram realizadas duas etapas distintas para a seleção das variáveis relevantes para a construção dos índices de sustentabilidade dos Campos de Petróleo e Gás do Rio Grande do Norte: (1) uma ACP inicial foi realizada para inspeção dos dados de ponderação do Processo Analítico Hierárquico (AHP) e para indicar quali-quantitativamente quais os indicadores de sustentabilidade adequados para as suas respectivas dimensões e, (2) a posteriori, ACPs para cada dimensão, separadamente, para selecionar os indicadores mais relevantes. Foram selecionados 23 indicadores que forma analisados conforme a discrepância informada pelos especialistas quanto às dimensões da sustentabilidade e ficaram reordenados em indicadores da dimensão econômica E1, E2, E12, E13, E17 e S15; indicadores da dimensão social S4, S5, S14, S17 e, S19; indicadores da dimensão ambiental E3, A1, A7, A8, A10, A19 e A28; indicadores da dimensão institucional E19, E20, S20 e A29. Conclui-se que a sustentabilidade pode ser mensurada por um conjunto de indicadores definidos como prioritários capazes de indicar a situação da sustentabilidade de campos petrolíferos em terra podendo ser acrescentados os indicadores complementares com a finalidade de refinamento da avaliação. Apontam-se como o estado de sustentabilidade mais favorável os campos petrolíferos com menor interface com as comunidades e que não apresentaram Áreas de Proteção Permanente próximas às suas instalações. 


  • Mostrar Abstract
  • The tessitura of the contemporary discussion about the sustainability of the oil industry becomes increasingly evident while at environmental aspects of this activity presents, mainly in oil fields situated on land, a potential significant for the generation of environmental impacts. Therefore is questioned how to perform methodologically the selection, adaptation, validation and prioritization of sustainability indicators for the systematization of Sustainability Index in oil field on land (ISPETRO). The first hypothesis is that, the selection of indicators of mark authorizing of research based exclusively on environmental characterization and the perception of the communities of the oil fields would be enough for the proposal of sustainability indicators for the composition of the sustainability index of oil fields on land. The second hypothesis is that the selection of indicators of mark originator of research based exclusively based on technical and scientific positioning of a set of specialists in oil activity would be enough for the proposal of sustainability indicators for the composition of the sustainability index of oil fields on land. However, was found to the necessity of a third hypothesis, which was confirmed, that is, as more participative, community and specialists, is the selection of sustainability indicators that composes the mark originator of research, better will be the adaptation, prioritization and validation of the index to be proposed. For this purpose, the general objective of the thesis was to propose a selection methodology, adaptation, validation, prioritization and systematization of sustainability indicators in oil fields on land (ISPETRO). Thus, the following specific objectives were defined, analyze the perception of social actors directly affected by oil activity as a tool for participative selection of sustainability indicators; analyze the scientific positioning of a network of specialists, through the adoption the Delphi method as a tool for selecting sustainability indicators; propose a participatory methodology of selection of sustainability indicators guided in the relation of perception of integrated social actors at scientific opinion from a network of specialists; propose the validation, prioritization and systematization of a set of indicators to evaluate the sustainability of oil fields on land. The methodology it was structured into four parts, for the first hypothesis we used the methodology applied to the communities where it was considered the exploratory and descriptive category as the types of most suitable research. Were conducted standardized or structured interviews in order to aggregate the perception of residents of different oil fields. Initially, it was used for environmental perception survey the interview structured by the fact contribute to the collection of detailed data, which could allow a better adaptation of indicators to be proposed. For data analysis, was performed the correspondence analysis that consists of a multivariate statistical technique which provides tools to analyze the association between rows and columns of a contingency table. The quantitative data analysis proceeded with multivariate statistical technique of correspondence (AC) through the construction of contingency tables with determined variables described, as well as was used the multinomial proportions test for the categorization of the influence of the groups analyzed over each indicator. In this test, are evaluated proportions pairwise in the two levels of data contingency table between the multinomial. To evaluate the qualitative data was performed with the aid of Content Analysis, using the "analytical description which operates according to systematic and objective procedures of message content". For the analysis of the second hypothesis, sought to selection of the most appropriate indicators for evaluating the sustainability of oil fields according the analysis of the scientific positioning of a network of specialists who were consulted, via e-mail, allowing the selection of some indicators by adopting the Delphi method and made it possible to surveying the characteristics that were considered relevant by the community but neglected by specialists. Thus, it was necessary the proposal of a consistent methodology scientifically and to allow the crossing of the perception of the communities with scientific positioning of specialists, were thus established and systematized the criteria for inclusion and exclusion of indicators. After the adaptation of the indicators based on the participation of specialists and population, proceeded to the principal component analysis (PCA) which is one of the most used statistical analyzes to describe patterns of variation of the data in a multivariate set. Were performed two distinct stages for the selection of relevant variables for the construction of sustainability indexes of the oil fields and Gas of Rio Grande do Norte: (1) an initial PCA was performed for inspection of data weighting of the Analytical Hierarchy Process (AHP) and to indicate qualitative and quantitatively which sustainability indicators suitable for their respective dimensions and, (2) a posteriori, PCAs for each dimension, separately, to select the most relevant indicators. Were selected 23 indicators that were analyzed according to the discrepancy informed by specialists about the dimensions of sustainability and were reordered at indicators of economic dimension E1, E2, E12, E13, E17 and S15; indicators of social dimension S4, S5, S14, S17 and S19; indicators of environmental dimension E3, A1, A7, A8, A10, A19 and A28; indicators of institutional dimension E19, E20, S20 and A29. It was concluded that sustainability can be measured by a set of indicators defined as priorities able to indicate the status of sustainability of oil fields on land, can be implemented the complementary indicators to the purpose of refinement of evaluation. Are pointed out as the state of sustainability most favorable the oil fields with smaller interface with communities and who did not have a Permanent Protection Areas near their installations. 

5
  • HENRIQUE EUFRÁSIO DE SANTANA JÚNIOR
  • ANÁLISE DA SUSTENTABILIDADE ECO-SÓCIO-ECONÔMICA NO PLANO DIRETOR DE NATAL/RN

  • Orientador : MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIANE MARINHO SORIANO
  • JOSÉ RIBEIRO DA SILVA
  • LINDOLFO NETO DE OLIVEIRA SALES
  • MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • MARIGIA MADJE TERTULIANO DOS SANTOS
  • Data: 29/08/2016

  • Mostrar Resumo
  • O desenvolvimento urbano da sociedade determinou diferentes comportamentos e modos de interação do homem para com a natureza ao longo do tempo (MARQUES, 2010). O modo de viver e de ocupar espaços acompanhou esse desenvolvimento, o qual fez surgir diversos novos conceitos e paradigmas acerca do assunto, também implicando na ruptura de ideias e sínteses sobre o homem e sua forma de existir. Nessa perspectiva, a relação entre o homem e o meio ambiente sempre se mostrou conflituosa (DUARTE, 2011). Diz-se isso porque, para ocupar os espaços e desenvolver suas atividades e funções sociais, a sociedade necessitou explorar os recursos naturais que o meio oferecia, muitas vezes degradando-o sem reparar suas interferências, em uma relação de clara dependência da natureza, pois dela advém muito do essencial para a manutenção da vida. Com o passar do tempo e a paulatina atividade humana frente à natureza, foram necessárias medidas protetivas e reparadoras, assumidas por governos de todas as formas, que fossem garantidas à sociedade e à própria estrutura natural, a continuidade de um equilíbrio entre o homem e o meio. Foi então quando leis começaram a versar sobre essa relação, com temas de direito ambiental, normas jurídicas que disciplinam o potencial de ação humana na paisagem e demais condutas que podem ser observadas na realidade. Esta tese, pois, tem por objetivo estudar o ponto de encontro ou convergências entre as normas ambientais e urbanas que atingem as cidades, sendo o recorte geográfico a cidade de Natal/RN e o recorte temporal a partir de 2007, data que marca o início da vigência do Plano Diretor de Natal, ainda em vigor. Busca-se analisar o Plano Diretor de Natal quanto a inclusão, observância e efetiva aplicação dos aspectos do equilíbrio eco-sócio-econômico nesta ferramenta. Para tanto se viu necessário um estudo que explicitasse os principais e contemporâneos conceitos de desenvolvimento sustentável e da sustentabilidade urbana, de maneira geral e especificamente em Natal/RN, analisando o seu plano diretor com a utilização de elementos adaptados do delineamento metodológico de Avaliação Ambiental Estratégica (AAE). A metodologia da pesquisa propriamente dita baseia-se, essencialmente, em um estudo qualitativo, cuja revisão bibliográfica tem suporte na análise documental de fontes primárias e secundárias e por fim, a aplicação da metodologia de análise proposta que aborda diametralmente o foco dessa tese. Por resultado espera-se apresentar um diagnóstico ambiental sobre o instrumento plano diretor na capital, com um conjunto de análises pontuais focadas nas grandes e principais ameaças ao desenvolvimento urbano sustentável local. Esse conjunto de análises resume fatores passiveis de decisão pela governança responsável na normatização do uso do solo, ou que com isto se relacionem, elencando prioridades ou opções estratégicas que virão disponibilizar elementos estratégicos para as mudanças ou revisões necessárias no plano, sempre em busca do desenvolvimento urbano sustentável ou com equilíbrio eco-sócio-econômico.


  • Mostrar Abstract
  • Urban developmentof societydeterminesdifferent behaviorsandmodes of interactionof manwith natureover time (MARQUES, 2010). Theway of living andof occupyingspacesaccompanied thisdevelopment, whichhas given rise toseveral newconceptsand paradigmson the subject, alsoresulting in thebreakdownand synthesisof ideasabout man andhis survival. From this perspective,the relationshipbetween man andthe environmenthas always beenconfrontational (DUARTE, 2011). Thisis saidbecause, to occupythe spaces anddevelop theiractivitiesand social functions, the societyneeded toexploit the natural resourcesthat the environmentoffered, oftendegradingitwithout noticingitsinterference, ina cleardependency relationshipof nature, foritcomesveryessentialfor the maintenance oflife. With the passage oftime andthe gradualhuman activitytoward nature, neededisprotectiveandremedialmeasurestaken bygovernmentsof all forms, to guaranteeto society andthe natural structurethe continuity of abalance betweenman andenvironment.That was whenlawsbegan tobe aboutthis relationshipwithissues ofenvironmental law,legal rulesgoverningthe potential forhuman actionin the landscapeand otherbehaviorsthat can be observedin reality. This doctoral thesis,therefore,aims to studythe meeting pointorconvergencebetween environmentaland urbanstandardsthat reachthe cities, with the geographicalcutthe city ofNatal/RNandthetime framefrom 2007, which marks the beginningthe term of the Master Plan of Natal, still in force. The aim is toanalyze the Master Plan of Natal/RN asthe inclusion, observance andeffective application ofaspects of theeco-socio-economic balance in this tool. For that, sawrequireda study to review the mainand contemporaryconcepts of sustainable developmentand urbansustainabilityin generalandspecificallyin Natal/RN, analyzing their master planwith the use ofadaptedelements of themethodological designofStrategic Environmental Assessment(AAE). The research methodologyis basedessentiallyon aqualitative study, whoseliterature reviewsupportsthedocumentary analysisofprimary and secondary sourcesandfinally theapplicationof the proposed methodologydiametricallyaddresses thefocus of thisthesis. By resulting, is expected topresentan environmentaldiagnosis ofthe master planin the 8capitalinstrument, with a set ofspecific analyzesfocused onlarge andmajorthreats to sustainableurban development.This set ofanalyzessummarizesinsusceptiblefactorsofdecisionwith governanceresponsibilityin theregulationof land use, orwith itare connected, listing prioritiesand strategicoptions thatwillprovidestrategic elementsfor the changesor revisionsnecessaryin the plan,always looking fordevelopmentsustainable urbanoreco-socio-economic balance. 

6
  • JANE AZEVEDO DE ARAÚJO
  • A PERCEPÇÃO DA DESERTIFICAÇÃO E DA MUDANÇA NA PAISAGEM NO MUNICÍPIO DE PARELHAS/RN

  • Orientador : RAQUEL FRANCO DE SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RAQUEL FRANCO DE SOUZA
  • MARIA DE FATIMA FREIRE DE MELO XIMENES
  • FERNANDO MOREIRA DA SILVA
  • MARIA JOSE NASCIMENTO SOARES
  • MÁRCIA REGINA FARIAS DA SILVA
  • Data: 29/08/2016

  • Mostrar Resumo
  •  A inter-relação sociedade/natureza ocasiona mudanças ao meio ambiente. Essas mudanças ocorrem por meio do trabalho do homem, que utiliza os recursos naturais, em prol do seu desenvolvimento. Por essa razão, a sociedade, tem a capacidade construir e reconstruir os lugares onde vive, deixando registradas na paisagem as transformações ocorridas. A paisagem é modificada ao longo dos anos, e o homem é fundamental para esse processo, pois além de ser o autor das mudanças, consegue descrevê-las através da percepção que tem de um mesmo lugar, seja referente ao passado ou ao presente. O objetivo geral dessa pesquisa foi compreender a percepção dos moradores do município de Parelhas/RN em relação à desertificação e à mudança na paisagem. A área de pesquisa compreendeu o município de Parelhas/RN, localizado na porção centro-sul do estado, na microrregião do Seridó Oriental, distante 240 km da capital Natal. Parelhas tem uma população de 20.354 habitantes, sendo 17.084 na zona urbana e 3.270 na zona rural. A pesquisa foi realizada na área urbana e em três comunidades rurais – Juazeiro, Cachoeira e Cobra. A primeira etapa dos procedimentos metodológicos da pesquisa foi uma revisão bibliográfica sobre o tema desertificação, da qual resultou o primeiro capítulo da tese (artigo 1). Na segunda etapa (pesquisa de campo) foram aplicados 202 formulários na zona urbana, rural e nas indústrias de cerâmica vermelha do município. Sendo assim, foram aplicados 26 formulários com os empresários, gerentes e/ou responsáveis pelas cerâmicas e 176 com parte da população urbana (102) e nas comunidades rurais, Juazeiro, Cachoeira e Cobra (74). A partir desses dados foram escritos os capítulos 2, 3 e 4 da tese, cada capítulo correspondendo a um artigo científico. Os resultados mostraram que no município de Parelhas em 2014 existiam 28 indústrias de cerâmica vermelha em atividade. Dentre as 28 empresas, 2 não aceitaram responder ao formulário, tendo sido realizadas 26 entrevistas. Com esses dados foi escrito o segundo capítulo (artigo 2). A indústria de cerâmica existe no município desde meados da década de 80. Oito por cento das empresas desenvolve atividade de 21 a 30 anos, 27% de 11 a 20 anos e 65% de 01 a 10 anos. Os produtos fabricados pelas indústrias são telhas, tijolos, lajotas, casquilhos, blocos e manilhas, sendo a telha o artefato mais produzido; cinquenta por cento das empresas fabricam apenas telhas. A principal fonte energética utilizada pelas cerâmicas é a lenha, e 73% ainda fazem uso exclusivamente da lenha. A retirada sem técnica da vegetação deixa áreas desnudas e solos expostos a erosão, contribuindo para aumentar a susceptibilidade ao fenômeno da desertificação no município. No que diz respeito a percepção sobre a desertificação e mudança na paisagem, os dados foram submetidos a testes estatísticos. Utilizou-se o teste Qui-quadrado de Person (χ²), o teste de Fisher e a análise de correspondência. Para a descrição dos dados sociais dos participantes, elaboraram-se tabelas de contingência e quadros. Com esses dados foram escritos o terceiro e quarto capítulos (artigos 3 e 4). A análise comparativa da percepção dos moradores da zona rural e urbana sobre desertificação (artigo 3), mostrou que a maioria dos entrevistados já ouviu falar a respeito do tema; no entanto, as pessoas que residem na cidade ouviram falar mais do que as que moram na zona rural. A maior parte dos entrevistados considera que o município está em processo de desertificação, sendo que a análise de correspondência mostrou que os moradores da cidade estão associados à resposta “Sim”, e os residentes na zona rural associados às respostas “Não” e “Não sabe”. Dentre as alternativas sobre os causadores do processo de desertificação no município, a atividade ceramista foi a mais indicada. Acredita-se que essa escolha esteja relacionada com o alto consumo dos recursos naturais locais (lenha, argila e água) que a atividade demanda na fabricação de seus produtos. Os resultados da percepção sobre mudança na paisagem dos moradores das comunidades rurais Juazeiro, Cachoeira e Cobra (artigo 4), mostraram que a maioria percebe mudança da paisagem local. Essas mudanças envolveram o meio ambiente ao qual estão inseridos, seus fenômenos atmosféricos, como também mudanças estruturais e sociais ocorridas ao longo dos anos. Do mesmo modo, mudanças na vegetação, no solo e nas pastagens foram relatadas. Aqueles na faixa etária de 25 a 59 anos foram os que mais perceberam mudanças na paisagem. Os sujeitos entrevistados que estudaram até o ensino fundamental não perceberam ou não sabiam responder sobre a mudança na paisagem. Os com ensino médio completo/incompleto e ensino superior completo/incompleto perceberam mudanças na paisagem. O estudo forneceu dados importantes da percepção dos moradores da zona rural e urbana de Parelhas/RN, sobre mudança na paisagem e desertificação. Forneceu ainda, informações sobre as indústrias de cerâmica vermelha e o consumo de lenha pela atividade. Esses dados podem servir de subsídio à definição de políticas públicas a serem implementadas no semiárido potiguar, sob a ótica da conservação dos recursos naturais, em uma área suscetível ao fenômeno da desertificação.


  • Mostrar Abstract
  • The interrelation society/nature causes changes to the environment. These changes occur through the work of man, which uses natural resources, to support his development. For that reason, the society has the ability to build and rebuild the places where lives, leaving registered on the landscape the changes occurred. The landscape is modified over the years, and the man is critical to this process because, in addition to being the author of the alterations, can describe them through the perception from a same place, either from the past or from the present. The general objective of this research was to understand the perception of the residents of the city of Parelhas/RN in relation to desertification and to the change in the landscape. The research comprised the city of Parelhas/RN, located in the South-central portion of the State, in the micro region of Oriental Seridó, located 240 km from Natal city. Parelhas has a population of 20.354 inhabitants, with 17.084 in the urban area and 3270 in the countryside. The survey was conducted in the urban area and in three rural communities – Juazeiro, Cachoeira and Cobra. The first step of the methodological procedures of research was a literature review on the subject of desertification, which corresponds to the first chapter of the thesis (article 1). In the second stage (field research), 202 forms were applied with the population in the urban and rural areas, and with the red pottery industries of the municipality. Thus, 26 forms were applied with the entrepreneurs, managers and/or responsible for ceramics and 176 with part of the urban population (102) and in rural communities, Juazeiro, Cachoeira and Cobra (74). These data lead to chapters 2, 3 and 4 of the thesis, each chapter corresponding to a scientific article. The results showed that there was, in 2014, 28 red pottery industries in activity in the city of Parelhas. From the 28 companies, 2 did not accept to answer to the form, having been conducted 26 interviews. This data gave rise to the second chapter (article 2). The red pottery industry exists in the municipality since the middle eighties; eight per cent of companies have been developing the activity from 21 to 30 years, 27% from 11 to 20 years and 65% from 01 to 10 years. The products manufactured by the industries are roofing tiles, bricks, tiles, bushings, blocks and shackles, being tiles the more produced artifact. Fifty per cent of companies manufacture only tiles. The main energy source used for ceramics is the firewood, and 73% still make use exclusively of wood. The withdrawal of the vegetation without technique leaves bare areas and soils exposed to erosion, contributing to an increase the susceptibility to the phenomenon of desertification in the municipality. Regarding the perception of desertification and modification in the landscape, the data were subjected to statistical tests. We used the Person Chi-square test (χ ²), the Fisher test and correlation analysis. Contingency tables and boards were prepared to describe the social data of the participants. These data ensued the third and fourth chapters (articles 3 and 4). The comparative analysis of the residents perception of the rural and urban area on desertification (article 3), showed that most respondents have heard on the subject; however, the people who reside in the city heard more than those who live in the countryside. The majority of respondents believes that the municipality is in process of desertification; the correspondence analysis showed that city dwellers are associated with the reply "Yes", and residents in the rural area associated with the answers "Not" and "Don't know". Among the alternatives on the causes of desertification in the municipality, the red pottery activity was the most pointed out. It is believed that this choice is related to the high consumption of the local natural resources (wood, clay and water) that the activity demands in manufacturing its products. The results of the perception of the rural communities Juazeiro, Cachoeira and Cobra inhabitants, on change in the landscape (article 4), showed that most of them realize modification of local landscape. These changes involved the environment in which they are inserted, the atmospheric phenomena, as well as structural and social alterations that have occurred over the years. Likewise, changes in vegetation, soil and grassland have been reported. Those aged 25 to 59 years were the ones who most noticed changes in the landscape. Those who studied until middle school did not notice or did not to know answer about the change in the landscape. The ones with complete/incomplete secondary education and complete/incomplete higher education realized changes in the landscape. The study provided important data of the perception of rural and urban residents of Parelhas/RN, on alteration in the landscape and desertification. Still, it has provided information about the red pottery industry and the consumption of firewood by the activity. These data can serve to subsidize to the definition of public policies to be implemented in semi-arid potiguar, from the perspective of conservation of natural resources in an area susceptible to the phenomenon of desertification.

7
  • JORGE LUÍS DE OLIVEIRA PINTO FILHO
  • AVALIAÇÃO SOCIOECONÔMICA E AMBIENTAL DA ATIVIDADE PETROLÍFERA NA REGIÃO DO CAMPO CANTO DO AMARO, RN, BRASIL

  • Orientador : RAQUEL FRANCO DE SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RAQUEL FRANCO DE SOUZA
  • REINALDO ANTONIO PETTA
  • VERA LUCIA LOPES DE CASTRO
  • MARIA JOSE NASCIMENTO SOARES
  • RODRIGO GUIMARÃES DE CARVALHO
  • Data: 29/08/2016

  • Mostrar Resumo
  • Na Região Oeste do Estado do Rio Grande do Norte, localiza-se a Bacia Hidrográfica do rio Apodi-Mossoró – BHRAM/RN, onde seu baixo curso contempla uma considerável intervenção antrópica, relacionada com de exploração de petróleo e gás, mineração de areia, exploração de calcário, atividade salineira, comércio e serviços, urbanização, tráfego de veículos, transporte de cargas, construção civil, turismo e hotelaria, fruticultura irrigada, carcinicultura, pesca, pecuária e geração de energia eólica. A partir dessa pressão antrópica esta tese buscou avaliar a sustentabilidade socioeconômica e ambiental dos municípios do baixo curso dessa bacia, bem como avaliar de que forma a atividade petrolífera contribui para formação de uma área de vulnerabilidade socioeconômica e ambiental no Campo Petrolífero Canto do Amaro – CPCA/RN. Como procedimentos metodológicos adotaram-se: aplicação do gráfico de radar para mensurar os indicadores de sustentabilidade dos municípios do baixo curso da BHRAM/RN; identificação dos impactos ambientais no CPCA/RN através do sistema Pressão-Estado-Impacto-Resposta; monitoramento dos teores de metais pesados em diversos ambientes na área analisada; percepção ambiental das condições socioeconômicas e ambientais das comunidades rurais da área de estudo; avaliação do sistema de abastecimento de água para consumo humano na região investigada e; proposição de ações de gestão ambiental para atenuar a problemática pesquisada. Observou-se que o CPCA/RN através das etapas de prospecção, avaliação de formação, exploração, perfuração, completação, elevação e produção, oportunizar a geração de emprego, renda, royalties, energia, combustível e projeção da região no cenário nacional. Entretanto, essa cadeia produtiva representa grandes riscos e vulnerabilidades socioambientais através dos impactos de geração de emissões atmosféricas, geração de resíduos semissólidos (lama e cascalho), geração de resíduos sólidos, geração de efluentes líquidos, geração de ruídos, poluição hídrica, poluição do solo, poluição sonora, poluição atmosférica, poluição visual, supressão vegetal, processos erosivos, interferência na flora local, interferência na fauna local, alteração da estabilidade dos ecossistemas, alteração da dinâmica de uso do solo, riscos à saúde dos trabalhadores, pressão nas comunidades locais, interferências nas atividades tradicionais e, pressão na infraestrutura de serviços públicos. Constatou-se que recurso solo é o compartimento ambiental que sofre mais interferência antrópica devido o suporte para os demais sistemas ambientais e seu uso múltiplo na área analisada. Os ambientes relacionados com a indústria do petróleo foram os que comportaram-se com maiores níveis médios dos metais pesados: Cu, Cr, Fe (em poços ativados), Ni (poços ativados) e, Pb (resíduos sólidos). Entretanto, três outros tipos de usos dos solos apresentaram maiores valores dos metais pesados: Cd (áreas naturais), Mn (rio do Carmo) e Zn (Carcinicultura); entretanto estes elementos são relativamente baixos quando comparados aos obtidos em solos de interferência de tráfego de veículos, atividade petroquímica e, valores de referência de qualidade. Evidenciou que a população local têm restrições socioeconômicas e vivem em comunidades rurais com deficiências nos componentes de saneamento ambiental. Verificou-se fragilidades no abastecimento de água para consumo humano nos aspectos de quantidade de água e, com qualidade de água com comportamento indesejável para os parâmetros Oxigênio Dissolvido e teor de óleo e graxas. Conclui-se que a área do CPCA/RN tem vulnerabilidades e riscos socioeconômica e ambiental que compromete a sustentabilidade do baixo curso da BHRAM/RN. 


  • Mostrar Abstract
  • In the West of the State of Rio Grande do Norte Region, located in the Basin Apodi-Mossoró River - BHRAM / RN, where their low course includes a considerable human intervention, related to oil and gas exploration, sand mining, limestone exploration, Salineira activity, trade and services, urbanization, vehicle traffic, cargo transportation, construction, tourism and hospitality, irrigated fruit, shrimp farming, fishing, livestock and wind power generation. From this human pressure this thesis was to evaluate the socioeconomic and environmental sustainability of cities in the lower course of this basin, as well as assess how the oil activity contributes to formation of an area of socioeconomic and environmental vulnerability in Oilfield Canto do Amaro - CPCA / RN. As methodological procedures were adopted: Radar graph application to measure the sustainability indicators of the municipalities of the lower course of BHRAM / RN; identification of environmental impacts in the CPCA / RN through the Pressure-State-Impact-Response System; monitoring of heavy metal content in diverse environments in the analyzed area; environmental perception of socioeconomic and environmental conditions of rural communities in the study area; evaluation of the water supply for human consumption in the investigated region; Proposition environmental management actions to mitigate the researched problematic. It was observed that the CPCA / RN through the stages of exploration, formation evaluation, exploration, drilling, completion, and increase production, create opportunities for job creation, income, royalties, energy, fuel and projection of the region on the national scene. However, this chain is great risks and environmental vulnerabilities through the generation of impacts of air emissions, generation of semi-solid waste (mud and gravel), solid waste generation, the generation of wastewater, noise generation, water pollution, soil pollution , noise pollution, air pollution, visual pollution, vegetation removal, erosion, interference with local flora, interference with local fauna, changing the stability of ecosystems, changes in land use dynamics, risks to workers health, pressure on local communities, interference with traditional activities and pressure on public services infrastructure. It was found that soil resource is the environmental compartment suffering more anthropogenic interference due support for other environmental systems and their multiple uses in the analyzed area. The settings related to the oil industry were behaved that with higher average levels of heavy metals: Cu, Cr, Fe (in activated wells), Ni (activated wells), and Pb (solid wastes). However, three other types of land uses had higher values of heavy metals: Cd (natural areas), Mn (River Carmo) and Zn (Shrimp); however these elements are relatively low when compared to those in vehicle traffic interference soils, petrochemical activity and quality benchmarks. It showed that local people have socioeconomic constraints and live in rural communities with deficiencies in environmental sanitation components. It was found weaknesses in water supply for human consumption in aspects of water quantity and water quality with undesirable behavior for Dissolved Oxygen parameters and oil content and greases. It concludes that the area of the CPCA / RN has socioeconomic and environmental vulnerabilities and risks compromising the sustainability of the lower course of BHRAM / RN.

8
  • ANA CARLA IORIO PETROVICH
  •  

    SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL COMO CONTEÍDO ESCOLAR NA PERSPECTIVA DE PROFESSORES DE BIOLOGIA EM FORMAÇÃO INICIAL


  • Orientador : MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALINE DE SOUZA AMORIM
  • LUCIA MARIA DE ALMEIDA
  • MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
  • MARIA DE FATIMA FREIRE DE MELO XIMENES
  • RUTE ALVES DE SOUSA
  • Data: 30/09/2016

  • Mostrar Resumo
  • A temática do desenvolvimento sustentável necessita de uma abordagem adequada em processos de formação de professores para o ensino de ciências e biologia. As Instituições de Ensino Superior (IES) que oferecem essa formação precisam estar cientes e sensibilizadas sobre a importância da inserção curricular de teorias e práticas relacionadas com o desenvolvimento sustentável. Este estudo pretende contribuir com a caracterização do tema sustentabilidade enquanto necessidade formativa para a atuação docente de professores de biologia em formação inicial nos cursos de licenciatura em ciências biológicas presencial e a distância na UFRN, tomando por base as percepções de estudantes que estão em fase de conclusão do curso. A pesquisa desenvolveu-se em uma abordagem qualitativa e quantitativa. Adotaram-se, como procedimentos metodológicos, o uso de um questionário com questões abertas e fechadas e de um questionário estruturado, no modelo VOSTS (Views on Science-Technology-Society para investigar as opiniões dos licenciandos em Ciências Biológicas a distância e presencial da Universidade Federal do Rio Grande do Norte sobre a educação para o desenvolvimento sustentável. As questões abertas foram analisadas através da técnica de Elaboração e Análise de Unidades de Significado, que toma por base a análise de conteúdo. Os resultados demonstraram que a maioria dos participantes não se sente segura em abordar a temática como também não consegue desenvolver os conteúdos ministrados em ciências ou especificamente em biologia em associação com temas que se relacionem a princípios de sustentabilidade. O perfil dos estudantes demonstrou que estes possuem características diferenciadas, uma vez que, a maioria é da faixa etária mais elevada e de baixa renda, tendo concluído o ensino fundamental e médio em escolas públicas e estando no exercício da atividade profissional. Também permitiu constatar, com relação ao índice atitudinal global, que a temática da educação para o desenvolvimento sustentável, embora se encontre presente na formação desses professores, ainda precisa de maior incentivo e de uma efetiva inserção curricular, durante a formação inicial, no curso avaliado. Esses dados podem servir de subsídio para a perspectiva de adequação das estratégias de ensino na modalidade a distância no que se refere a maior inserção da temática da educação para desenvolvimento sustentável, contribuindo, futuramente, com dados relevantes que podem subsidiar a Agenda 30 nas regiões de oferta dos cursos.


  • Mostrar Abstract
  • The theme of sustainable development requires an appropriate approach in teacher training methods for teaching science and biology. Higher Education Institutions (HEIs) offering this training need to be aware and sensitized about the importance of curricular integration of theories and practices related to sustainable development. This study aims to contribute to the characterization of the sustainability issue as formative need for teaching practice of biology teachers in initial training in undergraduate courses face life sciences and distance in UFRN, based on the perceptions of students who are in phase completion of the course. The research developed in a qualitative and quantitative approach. Were adopted as methodological procedures, the use of a questionnaire with open and closed questions and a structured questionnaire in VOSTS model (Views on Science-Technology-Society to investigate the opinions of licentiate in Biological Sciences distance and face University Federal Rio Grande do Norte on education for sustainable development. the open questions were analyzed through the technique of Preparation and analysis of Meaning Units, which is based on content analysis. the results showed that most participants do not feel safe in approaching the subject but also can not develop the content taught in science or specifically in biology in association with issues that relate to sustainability principles. the profile of students has shown that they have different characteristics, since most are the higher age and low income, having completed the elementary and secondary education in public schools and being in the exercise of professional activity. Also allowed to establish, in relation to the global attitudinal index, the issue of education for sustainable development, although it is present in the training of these teachers also need more incentive and an effective curriculum integration, during initial training, rated course . This data can provide support for the prospect of adequacy of teaching strategies in the distance with regard to greater integration of the theme of to sustainable development education, contributing in the future with relevant data that can support Agenda 30 in the regions of offer the courses.

2015
Teses
1
  • LINDOLFO NETO DE OLIVEIRA SALES
  • AVALIAÇÃO DA SUSTENTABILIDADE DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE SANEAMENTO: O CASO DO SISTEMA CONDOMINAL DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO DO MUNICÍPIO DE MACAU/RN

  • Orientador : JORGE EDUARDO LINS OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDUARDO HENRIQUE SILVEIRA DE ARAUJO
  • GRACO AURELIO CAMARA DE MELO VIANA
  • JORGE EDUARDO LINS OLIVEIRA
  • JOSÉ RIBEIRO DA SILVA
  • MILTON FERREIRA DA SILVA JUNIOR
  • Data: 12/01/2015

  • Mostrar Resumo
  • O presente estudo abordou a temática da universalização do atendimento pelos sistemas de esgotamento sanitário, enfocando a problemática sob a ótica econômico-financeira, própria de países em desenvolvimento, com grandes necessidades de inversões de recursos nas várias políticas públicas e com grandes limitações orçamentárias, como é o caso do Brasil. Neste sentido, foram analisados os recursos previstos e efetivamente investidos de 2003 a 2013 e realizadas as projeções de, caso sejam mantidos os aspectos técnicos e orçamentário-financeiros, o que levaria a universalização para o ano de 2064. Foram feitas análises sobre o emprego do sistema condominial como complementar ao convencional. Este sistema inova na concepção dos projetos, introduzindo a participação da comunidade beneficiária, reduzindo custos e mantendo a qualidade técnica dos serviços. A utilização do sistema condominial de forma complementar pode abreviar a universalização para o ano de 2056, com significativa redução nos recursos previstos pelo Ministério das Cidades. Foi realizado um levantamento das políticas públicas para o Setor, desde 1850 até os dias atuais e verificado que, na última década, houve avanço significativo na evolução do Marco Legal, mas remanescem lacunas legais a serem preenchidas, notadamente na definição e contextualização das relações usuários e concessionárias. Também foi realizado o estudo de caso do sistema condominial de esgotamento sanitário de Macau/RN, implantado em 2007, utilizando o Método dos Direcionadores de Sustentabilidade para determinação do Índice de Sustentabilidade do SCESM. O estudo identifica os gargalos e entraves do SCESM, apresenta recomendações para os ajustes nas políticas públicas para o Setor e conclui pela viabilidade do uso do sistema condominial como forma de abreviar o pleno atendimento das populações urbanas por sistemas coletivos de esgotamento.


  • Mostrar Abstract
  • O presente estudo abordou a temática da universalização do atendimento pelos sistemas de esgotamento sanitário, enfocando a problemática sob a ótica econômico-financeira, própria de países em desenvolvimento, com grandes necessidades de inversões de recursos nas várias políticas públicas e com grandes limitações orçamentárias, como é o caso do Brasil. Neste sentido, foram analisados os recursos previstos e efetivamente investidos de 2003 a 2013 e realizadas as projeções de, caso sejam mantidos os aspectos técnicos e orçamentário-financeiros, o que levaria a universalização para o ano de 2064. Foram feitas análises sobre o emprego do sistema condominial como complementar ao convencional. Este sistema inova na concepção dos projetos, introduzindo a participação da comunidade beneficiária, reduzindo custos e mantendo a qualidade técnica dos serviços. A utilização do sistema condominial de forma complementar pode abreviar a universalização para o ano de 2056, com significativa redução nos recursos previstos pelo Ministério das Cidades. Foi realizado um levantamento das políticas públicas para o Setor, desde 1850 até os dias atuais e verificado que, na última década, houve avanço significativo na evolução do Marco Legal, mas remanescem lacunas legais a serem preenchidas, notadamente na definição e contextualização das relações usuários e concessionárias. Também foi realizado o estudo de caso do sistema condominial de esgotamento sanitário de Macau/RN, implantado em 2007, utilizando o Método dos Direcionadores de Sustentabilidade para determinação do Índice de Sustentabilidade do SCESM. O estudo identifica os gargalos e entraves do SCESM, apresenta recomendações para os ajustes nas políticas públicas para o Setor e conclui pela viabilidade do uso do sistema condominial como forma de abreviar o pleno atendimento das populações urbanas por sistemas coletivos de esgotamento.

2
  • JOSIEL DE ALENCAR GUEDES
  • RESERVATÓRIO TABATINGA (MACAÍBA/RN): QUALIDADE AMBIENTAL, CONFLITOS E USOS


  • Orientador : VIVIANE SOUZA DO AMARAL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • VIVIANE SOUZA DO AMARAL
  • MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
  • ADRIANO LIMA TROLEIS
  • JULIO ALEJANDRO NAVONI
  • MARIALVA SINIGAGLIA
  • Data: 30/01/2015

  • Mostrar Resumo
  • Os reservatórios são mananciais construídos ao longo de canais fluviais, com a interceptação por barramentos feitos por concreto ou terra. No Brasil eles são construídos para diversas finalidades, destacando-se para a geração de energias (hidrelétricas), regularização de vazão e criação de reservas hídricas, e contenção de enchentes, por isso desempenharam e ainda desempenham papel importante na sociedade moderna. No semiárido da região Nordeste, normalmente são utilizados para o abastecimento de cidades e como fonte de alimentação. No Estado do Rio Grande do Norte, os grandes reservatórios são destinados com esta mesma finalidade. Cidades que se formaram às margens de rios, ou que tenham canais fluviais cruzando seu espaço, lidam com problemas relacionados e inundação. Na cidade de Macaíba-RN, esse processo ocorria sistematicamente durante o período chuvoso, causando grandes transtornos à população local. Fruto de reivindicação coletiva foi construído o Reservatório de Tabatinga no rio Jundiaí, a montante da cidade. Diante deste cenário, esta tese visou analisar a qualidade socioambiental desse manancial. Para atingir esse objetivo, foram empregadas metodologias centradas na averiguação da qualidade de água, além da aplicação de questionário para conhecer a percepção dos moradores da área rural, onde o reservatório foi construído e dos moradores da área urbana da cidade. Os resultados mostraram a existência de conflitos entre o reservatório e os moradores das comunidades rurais, enquanto que para a população da cidade, o reservatório é considerado a solução correta para o término das enchentes na zona urbana, mas entendem que também servem como fonte econômica para a população rural. Considerando a avaliação da fonte de água, este estudo concluiu que o Reservatório Tabatinga está impróprio para uso, em função da presença de metais de significância toxicológica com potencial de causar danos ao material genético dos indivíduos que utilizam esse açude para diversos fins, podendo levar sérios riscos à saúde da população.



  • Mostrar Abstract
  • Os reservatórios são mananciais construídos ao longo de canais fluviais, com a interceptação por barramentos feitos por concreto ou terra. No Brasil eles são construídos para diversas finalidades, destacando-se para a geração de energias (hidrelétricas), regularização de vazão e criação de reservas hídricas, e contenção de enchentes, por isso desempenharam e ainda desempenham papel importante na sociedade moderna. No semiárido da região Nordeste, normalmente são utilizados para o abastecimento de cidades e como fonte de alimentação. No Estado do Rio Grande do Norte, os grandes reservatórios são destinados com esta mesma finalidade. Cidades que se formaram às margens de rios, ou que tenham canais fluviais cruzando seu espaço, lidam com problemas relacionados e inundação. Na cidade de Macaíba-RN, esse processo ocorria sistematicamente durante o período chuvoso, causando grandes transtornos à população local. Fruto de reivindicação coletiva foi construído o Reservatório de Tabatinga no rio Jundiaí, a montante da cidade. Diante deste cenário, esta tese visou analisar a qualidade socioambiental desse manancial. Para atingir esse objetivo, foram empregadas metodologias centradas na averiguação da qualidade de água, além da aplicação de questionário para conhecer a percepção dos moradores da área rural, onde o reservatório foi construído e dos moradores da área urbana da cidade. Os resultados mostraram a existência de conflitos entre o reservatório e os moradores das comunidades rurais, enquanto que para a população da cidade, o reservatório é considerado a solução correta para o término das enchentes na zona urbana, mas entendem que também servem como fonte econômica para a população rural. Considerando a avaliação da fonte de água, este estudo concluiu que o Reservatório Tabatinga está impróprio para uso, em função da presença de metais de significância toxicológica com potencial de causar danos ao material genético dos indivíduos que utilizam esse açude para diversos fins, podendo levar sérios riscos à saúde da população.


3
  • KALLYNE MACHADO BONIFACIO
  • ESPÉCIE-CHAVE CULTURAL E ETNOZOOLOGIA EM UMA ÁREA PROTEGIDA DO SEMIÁRIDO BRASILEIRO: SUBSÍDIOS PARA PRIORIDADES DE CONSERVAÇÃO.

  • Orientador : ELIZA MARIA XAVIER FREIRE
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIZA MARIA XAVIER FREIRE
  • FLÁVIA DE BARROS PRADO MOURA
  • JORGE EDUARDO LINS OLIVEIRA
  • MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
  • ROMULO ROMEU DA NÓBREGA ALVES
  • Data: 09/02/2015

  • Mostrar Resumo
  • O método para identificação de espécie-chave cultural (ECC) tem sido utilizado para definir espécies vegetais importantes culturalmente. Neste trabalho, este método ECC foi utilizado pela primeira vez para espécies animais, com os objetivos de identificar aquelas culturalmente relevantes, ampliar o conhecimento etnozoológico das espécies com importância local nas comunidades adjacentes à Área de Proteção Ambiental da Chapada do Araripe, Ceará, e, consequentemente, subsidiar prioridades de conservação. A metodologia consistiu da utilização de listas livres, entrevistas semiestruturadas e turnês guiadas. Foram entrevistadas 246 pessoas de dois grupos de comunidades: grupo 1 (comunidades situadas a uma distância < 2km da Floresta Nacional do Araripe) e grupo 2 (situadas a uma distância ≥ 2km); destas entrevistas, 35 foram realizadas com informantes-chave. Pela lista livre, foram citadas 53 espécies, distribuídas nas categorias de uso: alimentar, medicinal, artesanal e simbólico. Identificaram-se preferência alimentar para Mazama gouazoubira (17,43% das citações), e como recurso medicinal, Salvator merianae e M. gouazoubira com 51,85% das indicações de tratamento. No uso artesanal, destacou-se M. gouazoubira, que também foi a única espécie registrada para o uso simbólico. Os valores de uso (VU) encontrados variaram entre 0,03 e 1,34, sendo o de M. gouazoubira o mais alto (1,34); o conjunto destes destaques indica M. gouazoubira como ECC. Analisando o conhecimento local em relação aos grupos de comunidades e ao gênero, constatou-se que entre o grupo 1 e o grupo 2, assim como entre homens e mulheres, existiram diferenças significativas no conhecimento. As comunidades do grupo 1 e os homens desse grupo conhecem mais espécies animais do que o grupo 2; mas essa diferença não existiu entre as mulheres dos grupos estudados. Através da turnê guiada realizada em trilhas/estradas usadas pelos caçadores nas atividades de caçadas, confirmou-se a presença de 11 espécies por meio de vestígios (pegadas ou carcaças); 31,94% do total de registros foram de M. gouazoubira. Em relação ao conhecimento ecológico local sobre a ECC, M. gouazoubira é conhecida por veado comum e reconhecida por caracteres morfológicos, tais como tamanho corporal e chifre. Para 54,28% dos entrevistados, essa espécie ocorre em ambientes ricos em frutos silvestres, os quais constituem os itens alimentares consumidos mais informados (68,75%). Quanto à reprodução, 77,14% dos entrevistados não souberam informar, os demais afirmaram que essa espécie se reproduz o ano todo gerando um filhote. Para 22,88% dos entrevistados essa espécie é diurna, ágil e territorialista. A técnica de caça para a sua captura é a espera (100%), sendo percebida uma diminuição dessa espécie ao longo do tempo (91,42%). Esses resultados demonstram que o método ECC é uma ferramenta metodológica eficiente não só para identificar espécies animais culturalmente relevantes para comunidades locais e prioritárias para conservação, como para identificação de aspectos ecológicos e comportamentais associados à conservação da espécie considerada culturalmente chave. Destaca-se ainda como relevante o fato de que as comunidades locais poderiam se envolver/participar efetivamente no processo de conservação da(s) espécie(s) do(s) seu(s) interesse(s) cultural(is).


  • Mostrar Abstract
  • O método para identificação de espécie-chave cultural (ECC) tem sido utilizado para definir espécies vegetais importantes culturalmente. Neste trabalho, este método ECC foi utilizado pela primeira vez para espécies animais, com os objetivos de identificar aquelas culturalmente relevantes, ampliar o conhecimento etnozoológico das espécies com importância local nas comunidades adjacentes à Área de Proteção Ambiental da Chapada do Araripe, Ceará, e, consequentemente, subsidiar prioridades de conservação. A metodologia consistiu da utilização de listas livres, entrevistas semiestruturadas e turnês guiadas. Foram entrevistadas 246 pessoas de dois grupos de comunidades: grupo 1 (comunidades situadas a uma distância < 2km da Floresta Nacional do Araripe) e grupo 2 (situadas a uma distância ≥ 2km); destas entrevistas, 35 foram realizadas com informantes-chave. Pela lista livre, foram citadas 53 espécies, distribuídas nas categorias de uso: alimentar, medicinal, artesanal e simbólico. Identificaram-se preferência alimentar para Mazama gouazoubira (17,43% das citações), e como recurso medicinal, Salvator merianae e M. gouazoubira com 51,85% das indicações de tratamento. No uso artesanal, destacou-se M. gouazoubira, que também foi a única espécie registrada para o uso simbólico. Os valores de uso (VU) encontrados variaram entre 0,03 e 1,34, sendo o de M. gouazoubira o mais alto (1,34); o conjunto destes destaques indica M. gouazoubira como ECC. Analisando o conhecimento local em relação aos grupos de comunidades e ao gênero, constatou-se que entre o grupo 1 e o grupo 2, assim como entre homens e mulheres, existiram diferenças significativas no conhecimento. As comunidades do grupo 1 e os homens desse grupo conhecem mais espécies animais do que o grupo 2; mas essa diferença não existiu entre as mulheres dos grupos estudados. Através da turnê guiada realizada em trilhas/estradas usadas pelos caçadores nas atividades de caçadas, confirmou-se a presença de 11 espécies por meio de vestígios (pegadas ou carcaças); 31,94% do total de registros foram de M. gouazoubira. Em relação ao conhecimento ecológico local sobre a ECC, M. gouazoubira é conhecida por veado comum e reconhecida por caracteres morfológicos, tais como tamanho corporal e chifre. Para 54,28% dos entrevistados, essa espécie ocorre em ambientes ricos em frutos silvestres, os quais constituem os itens alimentares consumidos mais informados (68,75%). Quanto à reprodução, 77,14% dos entrevistados não souberam informar, os demais afirmaram que essa espécie se reproduz o ano todo gerando um filhote. Para 22,88% dos entrevistados essa espécie é diurna, ágil e territorialista. A técnica de caça para a sua captura é a espera (100%), sendo percebida uma diminuição dessa espécie ao longo do tempo (91,42%). Esses resultados demonstram que o método ECC é uma ferramenta metodológica eficiente não só para identificar espécies animais culturalmente relevantes para comunidades locais e prioritárias para conservação, como para identificação de aspectos ecológicos e comportamentais associados à conservação da espécie considerada culturalmente chave. Destaca-se ainda como relevante o fato de que as comunidades locais poderiam se envolver/participar efetivamente no processo de conservação da(s) espécie(s) do(s) seu(s) interesse(s) cultural(is).

4
  • FRANCISCO ANGELO GURGEL DA ROCHA
  • DIAGNÓSTICO DA COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS DA MEDICINA TRADICIONAL EM FEIRAS LIVRES DO NORDESTE BRASILEIRO: ASPECTOS SOCIOECONÔMICOS E SANITÁRIOS, INCLUINDO PROPOSTA DE LEGISLAÇÃO ESPECÍFICA

  • Orientador : MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIZA MARIA XAVIER FREIRE
  • MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
  • NILMA DIAS LEAO COSTA
  • ROSELI FARIAS MELO DE BARROS
  • RUI SALES JUNIOR
  • Data: 26/02/2015

  • Mostrar Resumo
  • Historicamente, o homem reuniu de forma empírica conhecimentos acerca das aplicações terapêuticas de elementos extraídos dos ecossistemas nos quais se inseria. Tais conhecimentos ao longo do tempo culminaram na formação dos sistemas de medicina tradicional. Dentre os seus recursos, o uso de espécies vegetais bioativas – as plantas medicinais - destaca-se pela sua eficácia e alta aceitação popular. Apesar de sua importância para a saúde coletiva, a população ainda tem nas feiras livres a principal fonte para a aquisição das espécies que utiliza. Nestes espaços, a comercialização de modo geral ocorre na informalidade e em condições desfavoráveis à qualidade dos produtos e à sustentabilidade financeira do negócio. O estudo objetivou caracterizar os aspectos socioeconômicos, culturais e sanitários referentes à comercialização de plantas medicinais em municípios de uma região semiárida do Rio Grande do Norte. Os dados socioeconômicos foram coletados por meio de entrevistas in loco guiadas por formulário estruturado. As observações acerca da adequação higiênica e sanitária das instalações físicas e práticas empregadas nos pontos de comercialização/entorno foram conduzidas e registradas com uso de instrumento avaliativo  desenvolvido para a aplicação em feiras livres. A adequação ao consumo das plantas medicinais foi determinada através de análises microbiológicas. A atividade era exercida predominantemente por homens de meia idade, de baixo nível de escolaridade e baixa renda. Os dados apontaram uma tendência à extinção da atividade  em todos os municípios estudados. A inadequação higiênica e sanitária observada in loco afetava negativamente a qualidade dos produtos. Consideraram-se todas as amostras de plantas medicinais analisadas como insalubres ao consumo humano, representando risco à saúde dos consumidores. Visando contribuir com a correção das inadequações higiênicas e sanitárias observadas nas feiras estudadas, foram realizadas ações educativas voltadas à capacitação dos comerciantes em Boas Práticas. De forma complementar, foi elaborada proposta de legislação específica para a comercialização de produtos da medicina tradicional em feiras livres.


  • Mostrar Abstract
  • Historicamente, o homem reuniu de forma empírica conhecimentos acerca das aplicações terapêuticas de elementos extraídos dos ecossistemas nos quais se inseria. Tais conhecimentos ao longo do tempo culminaram na formação dos sistemas de medicina tradicional. Dentre os seus recursos, o uso de espécies vegetais bioativas – as plantas medicinais - destaca-se pela sua eficácia e alta aceitação popular. Apesar de sua importância para a saúde coletiva, a população ainda tem nas feiras livres a principal fonte para a aquisição das espécies que utiliza. Nestes espaços, a comercialização de modo geral ocorre na informalidade e em condições desfavoráveis à qualidade dos produtos e à sustentabilidade financeira do negócio. O estudo objetivou caracterizar os aspectos socioeconômicos, culturais e sanitários referentes à comercialização de plantas medicinais em municípios de uma região semiárida do Rio Grande do Norte. Os dados socioeconômicos foram coletados por meio de entrevistas in loco guiadas por formulário estruturado. As observações acerca da adequação higiênica e sanitária das instalações físicas e práticas empregadas nos pontos de comercialização/entorno foram conduzidas e registradas com uso de instrumento avaliativo  desenvolvido para a aplicação em feiras livres. A adequação ao consumo das plantas medicinais foi determinada através de análises microbiológicas. A atividade era exercida predominantemente por homens de meia idade, de baixo nível de escolaridade e baixa renda. Os dados apontaram uma tendência à extinção da atividade  em todos os municípios estudados. A inadequação higiênica e sanitária observada in loco afetava negativamente a qualidade dos produtos. Consideraram-se todas as amostras de plantas medicinais analisadas como insalubres ao consumo humano, representando risco à saúde dos consumidores. Visando contribuir com a correção das inadequações higiênicas e sanitárias observadas nas feiras estudadas, foram realizadas ações educativas voltadas à capacitação dos comerciantes em Boas Práticas. De forma complementar, foi elaborada proposta de legislação específica para a comercialização de produtos da medicina tradicional em feiras livres.

5
  • EDILMA FERNANDES DA SILVA
  • ETNOBIOLOGIA COMO FERRAMENTA PARA GESTÃO DOS RECURSOS NATURAIS EM RESERVA DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

  • Orientador : JORGE EDUARDO LINS OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDSON VICENTE DA SILVA
  • FRANCISCA DE SOUZA MILLER
  • GESINALDO ATAÍDE CÂNDIDO
  • GRACO AURELIO CAMARA DE MELO VIANA
  • JORGE EDUARDO LINS OLIVEIRA
  • Data: 27/02/2015

  • Mostrar Resumo
  • Esta tese foi desenvolvida em três comunidades de pescadores artesanais: Barreiras, Diogo Lopes e Sertãozinho, inseridas na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Estadual Ponta do Tubarão, localizada no município de Macau, litoral Norte do Estado do Rio Grande do Norte, nordeste do Brasil e teve como objetivo analisar por meio de levantamento etnobiológico e análise sistêmica as interações dos pescadores com os recursos pesqueiros, bem como a diversidade de uso dos peixes, visando entender os aspectos ambientais e culturais da interação homem-meio ambiente. A coleta dos dados etnobiológicos foi realizada através de entrevistas com o auxílio de questionários semiestruturados e fotos de espécies de peixes da região. Foram coletados, fixados e identificados exemplares da ictiofauna presente nos desembarques acompanhados e registrados durante a realização da pesquisa. Participaram desta pesquisa 38 pescadores da comunidade de Barreiras, 38 de Diogo Lopes e 34 pescadores de Sertãozinho, totalizando 110 entrevistas de etnoictiologia.  Os dados etnobiológicos foram analisados através da comparação com as informações científicas da literatura ictiológica, utilizando-se também do índice de diversidade e teste t. Informações sobre ecologia (alimentação, hábitat, predação e formação de cardumes) dos peixes apresentaram elevada concordância com a literatura científica. De acordo com o conhecimento dos pescadores foi produzida uma listagem etnotaxonômica a partir do Uso dos Recursos composta por 44 taxons utilizados principalmente para consumo, comercialização, bem como uso medicinal. As espécies com maior valor de uso foram: a tainha, adultos de Mugil spp. (n=100) o cavalo marinho, Hipocampus spp, (n=83), a sauna jovens de Mugil spp, a carapeba Diapterus spp, (n=73), a sardinha laje, Opisthonema oglinum (n=69) e o voador, Hirundichthys afinis (n=63). O índice de diversidade variou entre 1,20 a 1.33. As comunidades que compõem a RDSEPT possuem diversidade de conhecimento sobre utilização dos recursos pesqueiros e os mesmos conseguem identificar espécies que estão sofrendo pressão na área da Reserva. O ultimo capítulo dessa obra, compreendeu a identificação dos conflitos existentes nas comunidades da RDSEPT segundo a percepção dos pescadores com estratégias para subsidiar o plano de pesca e o ordenamento dos recursos pesqueiros da Reserva. Os resultados da pesquisa evidenciaram a importância de envolver os pescadores artesanais no ordenamento e conservação dos recursos naturais.


  • Mostrar Abstract
  • Esta tese foi desenvolvida em três comunidades de pescadores artesanais: Barreiras, Diogo Lopes e Sertãozinho, inseridas na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Estadual Ponta do Tubarão, localizada no município de Macau, litoral Norte do Estado do Rio Grande do Norte, nordeste do Brasil e teve como objetivo analisar por meio de levantamento etnobiológico e análise sistêmica as interações dos pescadores com os recursos pesqueiros, bem como a diversidade de uso dos peixes, visando entender os aspectos ambientais e culturais da interação homem-meio ambiente. A coleta dos dados etnobiológicos foi realizada através de entrevistas com o auxílio de questionários semiestruturados e fotos de espécies de peixes da região. Foram coletados, fixados e identificados exemplares da ictiofauna presente nos desembarques acompanhados e registrados durante a realização da pesquisa. Participaram desta pesquisa 38 pescadores da comunidade de Barreiras, 38 de Diogo Lopes e 34 pescadores de Sertãozinho, totalizando 110 entrevistas de etnoictiologia.  Os dados etnobiológicos foram analisados através da comparação com as informações científicas da literatura ictiológica, utilizando-se também do índice de diversidade e teste t. Informações sobre ecologia (alimentação, hábitat, predação e formação de cardumes) dos peixes apresentaram elevada concordância com a literatura científica. De acordo com o conhecimento dos pescadores foi produzida uma listagem etnotaxonômica a partir do Uso dos Recursos composta por 44 taxons utilizados principalmente para consumo, comercialização, bem como uso medicinal. As espécies com maior valor de uso foram: a tainha, adultos de Mugil spp. (n=100) o cavalo marinho, Hipocampus spp, (n=83), a sauna jovens de Mugil spp, a carapeba Diapterus spp, (n=73), a sardinha laje, Opisthonema oglinum (n=69) e o voador, Hirundichthys afinis (n=63). O índice de diversidade variou entre 1,20 a 1.33. As comunidades que compõem a RDSEPT possuem diversidade de conhecimento sobre utilização dos recursos pesqueiros e os mesmos conseguem identificar espécies que estão sofrendo pressão na área da Reserva. O ultimo capítulo dessa obra, compreendeu a identificação dos conflitos existentes nas comunidades da RDSEPT segundo a percepção dos pescadores com estratégias para subsidiar o plano de pesca e o ordenamento dos recursos pesqueiros da Reserva. Os resultados da pesquisa evidenciaram a importância de envolver os pescadores artesanais no ordenamento e conservação dos recursos naturais.

6
  • LUIZ MARTINS DA SILVA SOBRINHO
  • ESTUDO GEODINÂMICO DA FACHADA ORIENTAL DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - NORDESTE BRASILEIRO

  • Orientador : JORGE EDUARDO LINS OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JORGE EDUARDO LINS OLIVEIRA
  • ELINEI ARAUJO DE ALMEIDA
  • GRACO AURELIO CAMARA DE MELO VIANA
  • GEORGE SATANDER SÁ FREIRE
  • JOSÉ ADOLFO DE ALMEIDA NETO
  • Data: 23/06/2015

  • Mostrar Resumo
  • A fachada costeira oriental do Estado do Rio Grande do Norte começou a intensificar o seu processo de reocupação a partir da década de 1970, para o desenvolvimento da indústria do turismo e do lazer.  Atualmente, passados mais de quarenta anos este sistema paisagistico se encontra em fase de acentuada descaracterização, demandando alguma iniciativa no sentido definir um modelo para que este projeto continue de forma sustentável. È o que propomos neste trabalho, que foi desenvolvido com três níveis de abordagem; inicialmente descritivo ou multidisciplinar, em seguida um analítico, em nível multidisciplinar e um dinâmico, a nível transdisciplinar. Neste sentido procurou-se conhecer as características fisiográficas da região a partir da revisão de estudos e dados cartográficos disponíveis, acompanhados de observações no terreno. As informações obtidas desta forma proporcionaram o entendimento necessário para a execução de uma segunda etapa de atividades, quando foram formulados modelos sobre os processos morfogenéticos e morfodinâmicos deste geossistema, a partir da interpretação de fotografias aéreas, obtidas em períodos diferentes, e controle de terreno. Desta forma cinco unidades geomorfológicas foram delimitadas   sendo quatro delas caracterizadas como de zonas de tensão ecológica, todas representadas através de um modelo e uma carta geodinâmica. As amostras coletadas durante as atividades de controle de terreno foram analizadas em laboratório com técnicas de sedimentologia, granulometria, difratometria de Raios X e lâminas petrográficas. Os resultados obtidos nos permitiram caracterizar os tipos dominantes de transporte de sedimentos, bem como os ambientes de deposição da época em que aconteceram estas ocorrências. Os valores obtidos por este intermédio foram interpretados através do Teste KS (Kolmogorov Smirnov, 1933), e da Análise Fatorial de Composições Múltiplas (A.F.C.M.), e serviram para a formulação hipotética das características paleoclimáticas regionais na época em que a paisagem atual começou a ser formada. Finalizando, as informações obtidas sobre as características fisiográficas das unidades de paisagem delimitadas foram usadas, para identificar seus possíveis limites de suporte para diferentes tipos de ocupação humana no transcorrer de quatro séculos. A dinâmica interna deste geossistema foi seriamente atingida pela ação antrópica, comprometendo seus mecanismos de auto-regulação principalmente nas zonas de tensão ecológica, bem como desenvolvendo intensos conflitos ambientais. A partir de tais referências é possível que se formule sugestões para uma melhor continuidade do projeto inicial do governo voltado para a exploração do turismo regional fundamentado no conceito de sustentabilidade.

  • Mostrar Abstract
  • A fachada costeira oriental do Estado do Rio Grande do Norte começou a intensificar o seu processo de reocupação a partir da década de 1970, para o desenvolvimento da indústria do turismo e do lazer.  Atualmente, passados mais de quarenta anos este sistema paisagistico se encontra em fase de acentuada descaracterização, demandando alguma iniciativa no sentido definir um modelo para que este projeto continue de forma sustentável. È o que propomos neste trabalho, que foi desenvolvido com três níveis de abordagem; inicialmente descritivo ou multidisciplinar, em seguida um analítico, em nível multidisciplinar e um dinâmico, a nível transdisciplinar. Neste sentido procurou-se conhecer as características fisiográficas da região a partir da revisão de estudos e dados cartográficos disponíveis, acompanhados de observações no terreno. As informações obtidas desta forma proporcionaram o entendimento necessário para a execução de uma segunda etapa de atividades, quando foram formulados modelos sobre os processos morfogenéticos e morfodinâmicos deste geossistema, a partir da interpretação de fotografias aéreas, obtidas em períodos diferentes, e controle de terreno. Desta forma cinco unidades geomorfológicas foram delimitadas   sendo quatro delas caracterizadas como de zonas de tensão ecológica, todas representadas através de um modelo e uma carta geodinâmica. As amostras coletadas durante as atividades de controle de terreno foram analizadas em laboratório com técnicas de sedimentologia, granulometria, difratometria de Raios X e lâminas petrográficas. Os resultados obtidos nos permitiram caracterizar os tipos dominantes de transporte de sedimentos, bem como os ambientes de deposição da época em que aconteceram estas ocorrências. Os valores obtidos por este intermédio foram interpretados através do Teste KS (Kolmogorov Smirnov, 1933), e da Análise Fatorial de Composições Múltiplas (A.F.C.M.), e serviram para a formulação hipotética das características paleoclimáticas regionais na época em que a paisagem atual começou a ser formada. Finalizando, as informações obtidas sobre as características fisiográficas das unidades de paisagem delimitadas foram usadas, para identificar seus possíveis limites de suporte para diferentes tipos de ocupação humana no transcorrer de quatro séculos. A dinâmica interna deste geossistema foi seriamente atingida pela ação antrópica, comprometendo seus mecanismos de auto-regulação principalmente nas zonas de tensão ecológica, bem como desenvolvendo intensos conflitos ambientais. A partir de tais referências é possível que se formule sugestões para uma melhor continuidade do projeto inicial do governo voltado para a exploração do turismo regional fundamentado no conceito de sustentabilidade.
7
  • MARIA DE LIMA ALVES
  • DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E INSETOS VETORES DAS LEISHMANIOSES NO RIO GRANDE DO NORTE, BRASIL


  • Orientador : MARIA DE FATIMA FREIRE DE MELO XIMENES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
  • MARIA DE FATIMA FREIRE DE MELO XIMENES
  • NILMA DIAS LEAO COSTA
  • PAULA VIVIANE DE SOUZA QUEIROZ MOREIRA
  • SINVAL PINTO BRANDÃO FILHO
  • Data: 31/07/2015

  • Mostrar Resumo
  • A complexidade de fatores envolvidos na transmissão da leishmaniose visceral (LV) se constitui em dificuldades para seu controle sendo notificada nas cinco regiões do Brasil e encontra-se em expansão no Estado do Rio Grande do Norte. O objetivo consistiu em analisar a inter-relação entre a incidência da leishmaniose visceral e o desenvolvimento sustentável dos municípios do Rio Grande do Norte. Teve como objetivos específicos: Analisar a inter-relação entre Desenvolvimento Sustentável e a ocorrência de leishmanioses visceral nos municípios do Rio Grande do Norte; Avaliar a abundância e a sazonalidade das espécies de flebotomíneos e suas correlações com variáveis climáticas ao longo de três anos em área periurbana da região metropolitana de Natal; Averiguar o conhecimento da população sobre leishmaniose; Produzir cartilha educativa sobre leishmanioses como ferramenta paradidática ao ensino de ciências e biologia; Realizar ações educativas em saúde ambiental e leishmanioses. Adotou-se metodologias diferenciadas em cada etapa da pesquisa para o alcance dos objetivos em que houve a incorporação de aspectos qualitativos e quantitativos, contribuindo para a análise interdisciplinar dos resultados. A análise construída permite inferir que o modelo de desenvolvimento vigente nos municípios norte-rio-grandenses reflete negativamente nas condições de saúde dos indivíduos favorecendo a expansão da leishmaniose visceral, estando fortemente relacionados. Já o conhecimento que os indivíduos da comunidade Guanduba possuem acerca da leishmaniose visceral é incipiente para sua prevenção. Entretanto, o conhecimento sobre a fauna de flebotomíneos e locais de reprodução das espécies encontradas em área periurbana se constitui em informação útil para o manejo do ambiente, o controle do vetor e da incidência da leishmaniose visceral pelos órgãos de saúde competentes. O material didático produzido sobre leishmanioses e as ações desenvolvidas em saúde ambiental se constituem em ferramentas úteis e complementares podendo ser utilizadas pelos profissionais da saúde e da educação para o conhecimento e adoção de medidas preventivas da doença pelos estudantes e população. Portanto, o conhecimento produzido é imprescindível ao planejamento e consolidação de ações intersetoriais pela gestão pública sobre os processos socioeconômicos, culturais e ambientais que determinam a negligência e influenciam a saúde coletiva e o adoecimento pela leishmaniose no Rio Grande do Norte.


  • Mostrar Abstract
  • A complexidade de fatores envolvidos na transmissão da leishmaniose visceral (LV) se constitui em dificuldades para seu controle sendo notificada nas cinco regiões do Brasil e encontra-se em expansão no Estado do Rio Grande do Norte. O objetivo consistiu em analisar a inter-relação entre a incidência da leishmaniose visceral e o desenvolvimento sustentável dos municípios do Rio Grande do Norte. Teve como objetivos específicos: Analisar a inter-relação entre Desenvolvimento Sustentável e a ocorrência de leishmanioses visceral nos municípios do Rio Grande do Norte; Avaliar a abundância e a sazonalidade das espécies de flebotomíneos e suas correlações com variáveis climáticas ao longo de três anos em área periurbana da região metropolitana de Natal; Averiguar o conhecimento da população sobre leishmaniose; Produzir cartilha educativa sobre leishmanioses como ferramenta paradidática ao ensino de ciências e biologia; Realizar ações educativas em saúde ambiental e leishmanioses. Adotou-se metodologias diferenciadas em cada etapa da pesquisa para o alcance dos objetivos em que houve a incorporação de aspectos qualitativos e quantitativos, contribuindo para a análise interdisciplinar dos resultados. A análise construída permite inferir que o modelo de desenvolvimento vigente nos municípios norte-rio-grandenses reflete negativamente nas condições de saúde dos indivíduos favorecendo a expansão da leishmaniose visceral, estando fortemente relacionados. Já o conhecimento que os indivíduos da comunidade Guanduba possuem acerca da leishmaniose visceral é incipiente para sua prevenção. Entretanto, o conhecimento sobre a fauna de flebotomíneos e locais de reprodução das espécies encontradas em área periurbana se constitui em informação útil para o manejo do ambiente, o controle do vetor e da incidência da leishmaniose visceral pelos órgãos de saúde competentes. O material didático produzido sobre leishmanioses e as ações desenvolvidas em saúde ambiental se constituem em ferramentas úteis e complementares podendo ser utilizadas pelos profissionais da saúde e da educação para o conhecimento e adoção de medidas preventivas da doença pelos estudantes e população. Portanto, o conhecimento produzido é imprescindível ao planejamento e consolidação de ações intersetoriais pela gestão pública sobre os processos socioeconômicos, culturais e ambientais que determinam a negligência e influenciam a saúde coletiva e o adoecimento pela leishmaniose no Rio Grande do Norte.

2014
Teses
1
  • MYCARLA MIRIA ARAUJO DE LUCENA
  • PERCEPÇÃO AMBIENTAL E ANÁLISE DA PAISAGEM: PROPOSTA DE CRITÉRIOS ADICIONAIS PARA DEFINIÇÃO DE  ÁREA PRIORITÁRIA PARA CONSERVAÇÃO NO SEMIÁRIDO


  • Orientador : ELIZA MARIA XAVIER FREIRE
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIZA MARIA XAVIER FREIRE
  • MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
  • CARLA GIOVANA CABRAL
  • REINALDO FARIAS PAIVA DE LUCENA
  • VLÁDIA PINTO VIDAL DE OLIVEIRA
  • Data: 20/02/2014

  • Mostrar Resumo
  • As transformações ambientais e suas consequências em nível global têm desafiado os diferentes campos de estudo a se integrarem em prol de soluções efetivas para minimizar e/ou equacionar os impactos negativos causados por essas transformações nos diversos tipos de ambientes. Nesse contexto, a Percepção Ambiental tem sido um instrumento bastante utilizado e relevante em estudos que contemplam as relações entre meio ambiente e ações humanas, por possibilitar análises das percepções, atitudes e valores, principais formadores da topofilia, que repercute em ações de conservação. Aliada à Percepção Ambiental, a Análise Integrada da Paisagem é relevante por possibilitar analisar de forma sistêmica o espaço geográfico, onde todos os seus elementos estão interrelacionados de forma que dão suporte necessário para compreensão da complexidade do meio físico e antrópico de um determinado ambiente. Nessa perspectiva, foi estudado o Complexo Serrano João do Vale, situado no Semiárido do Estado do Rio Grande do Norte, que apresenta um conjunto de paisagens com diferentes fisionomias, as quais vêm sendo substituídas por diversas atividades econômicas e crescimento populacional desordenados, com consequente exploração das potencialidades dos recursos naturais. Esta tese teve como objetivo geral aliar a Percepção Ambiental de comunidades rurais à Análise da Paisagem do Complexo Serrano como critérios adicionais para definição de Áreas Prioritárias para Conservação. Os dados de percepção foram obtidos por meio de observação direta, questionamentos, entrevistas e aplicação de formulários a 240 pessoas (100% dos domicílios ocupados na comunidade serrana), durante os meses de fevereiro a agosto de 2011, com base teórico-metodológica da Percepção Ambiental. A Análise Integrada da Paisagem foi efetuada através do método GTP (Geossistema- Território-Paisagem), por meio do Sistema de Informação Geográfica (SIG), utilizando a técnica de geoprocessamento para o mapeamento da paisagem. Os resultados obtidos evidenciaram que os entrevistados apresentam um sentimento de topofilia pelo local onde vivem, detêm um vasto conhecimento sobre os recursos naturais existentes nesse Complexo Serrano, e responderam positivamente quanto à escolha de uma área exclusiva para conservação. A Análise Integrada da Paisagem possibilitou identificar as diversas formas de usos e ocupações existentes no Complexo Serrano, que têm causado mudanças significativas no espaço, principalmente no platô onde a vegetação foi praticamente substituída pelas habitações humanas e plantações de cajueiros. Através dos mapas de declividade e vulnerabilidade ambiental foi possível identificar que as áreas com elevadas declividades (grotas) constituem fator limitante para a ocupação pelas comunidades e, portanto, relevantes e passíveis de conservação, inclusive por serem Áreas de Preservação Permanente. Esses resultados, em conjunto, possibilitaram definir um mapa de Áreas Prioritárias para Conservação nesse Complexo Serrano, com três categorias de prioridade: baixa, média e alta. Portanto, o uso desses critérios adicionais são relevantes para definição/designação de Áreas Prioritárias para Conservação.


  • Mostrar Abstract
  • As transformações ambientais e suas consequências em nível global têm desafiado os diferentes campos de estudo a se integrarem em prol de soluções efetivas para minimizar e/ou equacionar os impactos negativos causados por essas transformações nos diversos tipos de ambientes. Nesse contexto, a Percepção Ambiental tem sido um instrumento bastante utilizado e relevante em estudos que contemplam as relações entre meio ambiente e ações humanas, por possibilitar análises das percepções, atitudes e valores, principais formadores da topofilia, que repercute em ações de conservação. Aliada à Percepção Ambiental, a Análise Integrada da Paisagem é relevante por possibilitar analisar de forma sistêmica o espaço geográfico, onde todos os seus elementos estão interrelacionados de forma que dão suporte necessário para compreensão da complexidade do meio físico e antrópico de um determinado ambiente. Nessa perspectiva, foi estudado o Complexo Serrano João do Vale, situado no Semiárido do Estado do Rio Grande do Norte, que apresenta um conjunto de paisagens com diferentes fisionomias, as quais vêm sendo substituídas por diversas atividades econômicas e crescimento populacional desordenados, com consequente exploração das potencialidades dos recursos naturais. Esta tese teve como objetivo geral aliar a Percepção Ambiental de comunidades rurais à Análise da Paisagem do Complexo Serrano como critérios adicionais para definição de Áreas Prioritárias para Conservação. Os dados de percepção foram obtidos por meio de observação direta, questionamentos, entrevistas e aplicação de formulários a 240 pessoas (100% dos domicílios ocupados na comunidade serrana), durante os meses de fevereiro a agosto de 2011, com base teórico-metodológica da Percepção Ambiental. A Análise Integrada da Paisagem foi efetuada através do método GTP (Geossistema- Território-Paisagem), por meio do Sistema de Informação Geográfica (SIG), utilizando a técnica de geoprocessamento para o mapeamento da paisagem. Os resultados obtidos evidenciaram que os entrevistados apresentam um sentimento de topofilia pelo local onde vivem, detêm um vasto conhecimento sobre os recursos naturais existentes nesse Complexo Serrano, e responderam positivamente quanto à escolha de uma área exclusiva para conservação. A Análise Integrada da Paisagem possibilitou identificar as diversas formas de usos e ocupações existentes no Complexo Serrano, que têm causado mudanças significativas no espaço, principalmente no platô onde a vegetação foi praticamente substituída pelas habitações humanas e plantações de cajueiros. Através dos mapas de declividade e vulnerabilidade ambiental foi possível identificar que as áreas com elevadas declividades (grotas) constituem fator limitante para a ocupação pelas comunidades e, portanto, relevantes e passíveis de conservação, inclusive por serem Áreas de Preservação Permanente. Esses resultados, em conjunto, possibilitaram definir um mapa de Áreas Prioritárias para Conservação nesse Complexo Serrano, com três categorias de prioridade: baixa, média e alta. Portanto, o uso desses critérios adicionais são relevantes para definição/designação de Áreas Prioritárias para Conservação.

2
  • AFRANIO CESAR DE ARAUJO
  • Práticas agroecológicas para o cultivo do gergelim (Sesamum indicum L.)

  • Orientador : MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • SILVIA REGINA BATISTUZZO DE MEDEIROS
  • APOLINO JOSE NOGUEIRA DA SILVA
  • JOSÉ ARAÚJO DANTAS
  • MARIA DO SOCORRO BEZERRA DE ARAÚJO
  • Data: 24/02/2014

  • Mostrar Resumo
  • A exploração exacerbada dos recursos demandados pela Agricultura Moderna vem provocando empobrecimento, salinização e compactação dos solos. O uso irracional de fertilizantes químicos e agrotóxicos tem causado desequilíbrio químico nos tecidos vegetais, perdas nutricionais, alterações no sabor e problemas na saúde humana. As monoculturas estão mais sujeitas ao ataque de pragas e doenças, sendo altamente dependentes de agrotóxicos. Objetivou-se, com este trabalho: (1) indicar a(s) época(s) relativa(s) mais apropriada(s) de plantio do feijão caupi no consórcio com o gergelim a partir da avaliação de aspectos agronômicos, econômicos, ecológicos e fisiológicos e (2) avaliar a viabilidade da utilização de urina de vaca e manipueira como fertilizantes alternativos no cultivo do gergelim. No ensaio de campo, quando o consórcio gergelim/feijão caupi foi avaliado, os tratamentos principais foram os monocultivos das duas culturas e os cultivos consorciados, sendo a Fabacea plantada no mesmo tempo, 7, 14 e 21 dias após a Pedaliaceae. No experimento em vasos, os tratamentos principais constaram de doses combinadas de urina de vaca (0 e 50 mL) e manipueira (0, 500 e 1000 mL). Na avaliação do consórcio, foram verificadas diferenças significativas entre os tratamentos para a maior parte das variáveis. Percebeu-se que na medida em que se atrasava a semeadura do feijão caupi em relação ao plantio do gergelim, obtinham-se respostas proporcionalmente mais positivas para a Pedaliaceae, o contrário ocorrendo para o feijão. Destacou-se o tratamento 7 dias como o ponto de equilíbrio  considerando as relações competitivas estabelecidas entre as duas culturas no consórcio. O gergelim apresentou respostas pouco pronunciadas às diferentes doses isoladas de manipueira. A urina de vaca exerceu efeito sobre o crescimento vegetativo do gergelim, o que se refletiu no aumento das taxas de crescimento em resposta à aplicação do produto. As respostas do crescimento do gergelim à aplicação da urina de vaca devem estar relacionadas tanto à riqueza nutricional do produto quanto à presença de substâncias estimuladoras do crescimento. Os resultados encontrados sugerem que, no consórcio gergelim/feijão caupi, quando a Fabacea é plantada 7 dias após o gergelim, há maior possibilidade de ganhos líquidos para o produtor e que urina de vaca e manipueira podem ser utilizados como complementos na adubação do gergelim.


  • Mostrar Abstract
  • A exploração exacerbada dos recursos demandados pela Agricultura Moderna vem provocando empobrecimento, salinização e compactação dos solos. O uso irracional de fertilizantes químicos e agrotóxicos tem causado desequilíbrio químico nos tecidos vegetais, perdas nutricionais, alterações no sabor e problemas na saúde humana. As monoculturas estão mais sujeitas ao ataque de pragas e doenças, sendo altamente dependentes de agrotóxicos. Objetivou-se, com este trabalho: (1) indicar a(s) época(s) relativa(s) mais apropriada(s) de plantio do feijão caupi no consórcio com o gergelim a partir da avaliação de aspectos agronômicos, econômicos, ecológicos e fisiológicos e (2) avaliar a viabilidade da utilização de urina de vaca e manipueira como fertilizantes alternativos no cultivo do gergelim. No ensaio de campo, quando o consórcio gergelim/feijão caupi foi avaliado, os tratamentos principais foram os monocultivos das duas culturas e os cultivos consorciados, sendo a Fabacea plantada no mesmo tempo, 7, 14 e 21 dias após a Pedaliaceae. No experimento em vasos, os tratamentos principais constaram de doses combinadas de urina de vaca (0 e 50 mL) e manipueira (0, 500 e 1000 mL). Na avaliação do consórcio, foram verificadas diferenças significativas entre os tratamentos para a maior parte das variáveis. Percebeu-se que na medida em que se atrasava a semeadura do feijão caupi em relação ao plantio do gergelim, obtinham-se respostas proporcionalmente mais positivas para a Pedaliaceae, o contrário ocorrendo para o feijão. Destacou-se o tratamento 7 dias como o ponto de equilíbrio  considerando as relações competitivas estabelecidas entre as duas culturas no consórcio. O gergelim apresentou respostas pouco pronunciadas às diferentes doses isoladas de manipueira. A urina de vaca exerceu efeito sobre o crescimento vegetativo do gergelim, o que se refletiu no aumento das taxas de crescimento em resposta à aplicação do produto. As respostas do crescimento do gergelim à aplicação da urina de vaca devem estar relacionadas tanto à riqueza nutricional do produto quanto à presença de substâncias estimuladoras do crescimento. Os resultados encontrados sugerem que, no consórcio gergelim/feijão caupi, quando a Fabacea é plantada 7 dias após o gergelim, há maior possibilidade de ganhos líquidos para o produtor e que urina de vaca e manipueira podem ser utilizados como complementos na adubação do gergelim.

3
  • IVANILSON DE SOUZA MAIA
  • SUSTENTABILIDADE E GESTÃO DA PESCA ARTESANAL NA COSTA DO SEMINÁRIDO POTIGUAR (RN), BRASIL

  • Orientador : JORGE EDUARDO LINS OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEXANDRE SCHIAVETTI
  • FRANCISCA DE SOUZA MILLER
  • GRACO AURELIO CAMARA DE MELO VIANA
  • JORGE EDUARDO LINS OLIVEIRA
  • MANUEL ANTONIO DE ANDRADE FURTADO NETO
  • Data: 22/08/2014

  • Mostrar Resumo
  • Analisou-se a socioeconomia dos municípios costeiros do Semiárido Potiguar, perpassando pelos atores, implicações antrópicas, ambiente de pesca e composição de sua ictiofauna, bem como a tendência da produção desembarcada pela frota artesanal com o objetivo de identificar a sustentabilidade e a gestão. Utilizou-se de metodologias participativas, dados mensais de pluviometria entre setembro de 2001 e dezembro de 2010; de desembarques da frota artesanal durante janeiro de 2001 a dezembro de 2010; e socioeconômicos (IBGE, 2002/2010), (IDEMA, 2011/2012), (MPA, 2010;2012), PNUD e MS (2013). A partir destes dados, realizou-se análise de variância e utilizou-se do Método de Processo Analítico Hierárquico (PAH) e modelos estatísticos de regressão múltipla e de séries temporais. Identificou-se que a ocupação da zona costeira e marinha pela indústria salineira, do turismo, da carcinicultura, do petróleo e gás e da energia eólica reconfigurou o ambiente e atraiu novos atores. A pluviometria influenciou nas capturas, das quais 35% ocorrem no período chuvoso, 40% na estação seca e 25% independem. A produção cresceu 55%, desembarcadas em 31 portos distribuídos por 11 municípios, capturadas nos ambientes manguezal/estuarino (23%), costeiro (46%) e oceânico (31%). Apesar de comercializar-se 41 espécies, a produção concentrou-se em oito, desembarcadas principalmente em Macau e Caiçara do Norte, por embarcações de pequeno e médio porte (motorizadas e veleiras). Destacaram-se 3 espécies (Hirundichthys affins, Opisthonema oglinum e Coryphaena hippurus), que juntas representaram 63,3% de todo volume. Verificou-se que as embarcações motorizadas triplicaram em número enquanto as veleiras reduziram à metade. Os desembarques pelos diversos tipos de embarcações tendem a aumentar ao longo do tempo, enquanto, pelas pequenas embarcações veleiras, decrescem. A entrada a mais de novas embarcações motorizadas e veleiras, também tendem a aumentar a produção. O estudo concluiu que o PIB e o IDH dos municípios costeiros aumentaram, porém a desigualdade persistiu. A potencialidade da pesca artesanal encontra-se no estágio de desenvolvimento pouco favorável e a tendência da produção pesqueira é a de crescer ao longo do tempo e com a entrada a mais de embarcações. Entretanto, urge que o Estado aprimore ações de fomento e ordenamento para reestabelecer os recursos pesqueiros em padrões sustentáveis e pescarias rentáveis. Portanto, recomenda-se o uso estratégico dos recursos naturais na perspectiva do desenvolvimento sustentável.


  • Mostrar Abstract
  • Analisou-se a socioeconomia dos municípios costeiros do Semiárido Potiguar, perpassando pelos atores, implicações antrópicas, ambiente de pesca e composição de sua ictiofauna, bem como a tendência da produção desembarcada pela frota artesanal com o objetivo de identificar a sustentabilidade e a gestão. Utilizou-se de metodologias participativas, dados mensais de pluviometria entre setembro de 2001 e dezembro de 2010; de desembarques da frota artesanal durante janeiro de 2001 a dezembro de 2010; e socioeconômicos (IBGE, 2002/2010), (IDEMA, 2011/2012), (MPA, 2010;2012), PNUD e MS (2013). A partir destes dados, realizou-se análise de variância e utilizou-se do Método de Processo Analítico Hierárquico (PAH) e modelos estatísticos de regressão múltipla e de séries temporais. Identificou-se que a ocupação da zona costeira e marinha pela indústria salineira, do turismo, da carcinicultura, do petróleo e gás e da energia eólica reconfigurou o ambiente e atraiu novos atores. A pluviometria influenciou nas capturas, das quais 35% ocorrem no período chuvoso, 40% na estação seca e 25% independem. A produção cresceu 55%, desembarcadas em 31 portos distribuídos por 11 municípios, capturadas nos ambientes manguezal/estuarino (23%), costeiro (46%) e oceânico (31%). Apesar de comercializar-se 41 espécies, a produção concentrou-se em oito, desembarcadas principalmente em Macau e Caiçara do Norte, por embarcações de pequeno e médio porte (motorizadas e veleiras). Destacaram-se 3 espécies (Hirundichthys affins, Opisthonema oglinum e Coryphaena hippurus), que juntas representaram 63,3% de todo volume. Verificou-se que as embarcações motorizadas triplicaram em número enquanto as veleiras reduziram à metade. Os desembarques pelos diversos tipos de embarcações tendem a aumentar ao longo do tempo, enquanto, pelas pequenas embarcações veleiras, decrescem. A entrada a mais de novas embarcações motorizadas e veleiras, também tendem a aumentar a produção. O estudo concluiu que o PIB e o IDH dos municípios costeiros aumentaram, porém a desigualdade persistiu. A potencialidade da pesca artesanal encontra-se no estágio de desenvolvimento pouco favorável e a tendência da produção pesqueira é a de crescer ao longo do tempo e com a entrada a mais de embarcações. Entretanto, urge que o Estado aprimore ações de fomento e ordenamento para reestabelecer os recursos pesqueiros em padrões sustentáveis e pescarias rentáveis. Portanto, recomenda-se o uso estratégico dos recursos naturais na perspectiva do desenvolvimento sustentável.

4
  • ALINE DE SOUZA AMORIM
  • MICRORGANISMOS DE RESERVATÓRIOS DO SEMIÁRIDO: BACTERIOPLÂNCTON, CIANOBACTÉRIAS E RELAÇÕES COM A ABORDAGEM BIOTECNOLÓGICA EM LIVROS DIDÁTICOS

  • Orientador : MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIANE MARINHO SORIANO
  • FABIO TEIXEIRA DUARTE
  • FRANCISCO JOSÉ PEGADO ABÍLIO
  • LUIZ SODRE NETO
  • MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
  • Data: 25/08/2014

  • Mostrar Resumo
  • As bactérias, juntamente com outros microrganismos, exercem um papel de grande importância na ciclagem dos nutrientes, estabelecendo um elo entre todos os organismos do ambiente e, por isso, atuam também como bioindicadoras da qualidade da água. O processo de eutrofização leva ao aumento de bactérias heterotróficas e de cianobactérias em ecossistemas aquáticos e essas últimas podem produzir cianotoxinas que causam envenenamento em animais e intoxicação em humanos, podendo levá-los até a morte. Espécies de cianobactérias tóxicas já foram registradas no Rio Grande do Norte, estado inserido na região semiárida brasileira, caracterizada pelo clima quente e seco e por regimes pluviométricos irregulares, tornando necessária a construção de reservatórios para suprir a demanda de água nos períodos de estiagem. Nesse contexto, o estudo de microrganismos aquáticos tem grande importância para a população, uma vez que, por meio dele, pode-se diagnosticar a qualidade da água que é utilizada para fins múltiplos. Tradicionalmente a detecção e a identificação de bactérias são feitas por metodologias dependentes de cultivo, porém os resultados nem sempre traduziam fielmente a realidade do que estava sendo estudado e, assim, técnicas moleculares para o estudo das comunidades bacterianas em amostras ambientais têm sido desenvolvidas. A identificação de microrganismos indicadores de qualidade de água é importante para a sociedade por permitir um conhecimento mais preciso sobre a saúde dos ambientes aquáticos. Pensando na perspectiva de que o cidadão deve ter conhecimento sobre os problemas relacionados à degradação e ao mal uso dos recursos naturais, como a água, por exemplo, as novas propostas pedagógicas devem estar adequadas para que cidadãos com pensamento crítico sejam formados a fim de conhecer e tentar solucionar as questões envolvendo a degradação ambiental. Este trabalho teve como objetivo caracterizar as comunidades bacterianas e suas variações sazonais em três reservatórios localizados na região semiárida do estado; analisar a diversidade bacteriana nesses reservatórios por meio de análise de fragmentos do gene 16S rDNA e pelo sequenciamento desses fragmentos; e identificar como os conteúdos relativos à Biologia Molecular e Celular e à Microbiologia são tratados nos livros didáticos e como essa abordagem pode influenciar no aprendizado dos alunos. Amostras foram coletadas e analisadas por protocolos adequados a cada objetivo de estudo. As densidades bacterianas nos reservatórios estudados variaram de 6x106 a 4 x107 bac mL-1, enquanto que as biomassas totais variaram de 94 a 238 μgCL-1, influenciadas pela temperatura, pelo pH e pela concentração de clorofila-a.  O sequenciamento do gene 16S rRNA  confirmou a representatividade das cianobactérias nos ambientes estudados, pertencendo principalmente aos gêneros Cylindrospermopsis, Raphidiopsis e Anabaena. Atentando para as mudanças que vêm ocorrendo nos ecossistemas em decorrência dos problemas ambientais, os livros didáticos de Biologia se encontram em fase de modificações para atender às demandas de conhecimentos da sociedade contemporânea, porém as propostas pedagógicas e a abordagem do ensino ainda precisam avançar, uma vez que, na maioria deles, ainda há uma centralização no processo de ensino-aprendizagem na figura do professor.


  • Mostrar Abstract
  • As bactérias, juntamente com outros microrganismos, exercem um papel de grande importância na ciclagem dos nutrientes, estabelecendo um elo entre todos os organismos do ambiente e, por isso, atuam também como bioindicadoras da qualidade da água. O processo de eutrofização leva ao aumento de bactérias heterotróficas e de cianobactérias em ecossistemas aquáticos e essas últimas podem produzir cianotoxinas que causam envenenamento em animais e intoxicação em humanos, podendo levá-los até a morte. Espécies de cianobactérias tóxicas já foram registradas no Rio Grande do Norte, estado inserido na região semiárida brasileira, caracterizada pelo clima quente e seco e por regimes pluviométricos irregulares, tornando necessária a construção de reservatórios para suprir a demanda de água nos períodos de estiagem. Nesse contexto, o estudo de microrganismos aquáticos tem grande importância para a população, uma vez que, por meio dele, pode-se diagnosticar a qualidade da água que é utilizada para fins múltiplos. Tradicionalmente a detecção e a identificação de bactérias são feitas por metodologias dependentes de cultivo, porém os resultados nem sempre traduziam fielmente a realidade do que estava sendo estudado e, assim, técnicas moleculares para o estudo das comunidades bacterianas em amostras ambientais têm sido desenvolvidas. A identificação de microrganismos indicadores de qualidade de água é importante para a sociedade por permitir um conhecimento mais preciso sobre a saúde dos ambientes aquáticos. Pensando na perspectiva de que o cidadão deve ter conhecimento sobre os problemas relacionados à degradação e ao mal uso dos recursos naturais, como a água, por exemplo, as novas propostas pedagógicas devem estar adequadas para que cidadãos com pensamento crítico sejam formados a fim de conhecer e tentar solucionar as questões envolvendo a degradação ambiental. Este trabalho teve como objetivo caracterizar as comunidades bacterianas e suas variações sazonais em três reservatórios localizados na região semiárida do estado; analisar a diversidade bacteriana nesses reservatórios por meio de análise de fragmentos do gene 16S rDNA e pelo sequenciamento desses fragmentos; e identificar como os conteúdos relativos à Biologia Molecular e Celular e à Microbiologia são tratados nos livros didáticos e como essa abordagem pode influenciar no aprendizado dos alunos. Amostras foram coletadas e analisadas por protocolos adequados a cada objetivo de estudo. As densidades bacterianas nos reservatórios estudados variaram de 6x106 a 4 x107 bac mL-1, enquanto que as biomassas totais variaram de 94 a 238 μgCL-1, influenciadas pela temperatura, pelo pH e pela concentração de clorofila-a.  O sequenciamento do gene 16S rRNA  confirmou a representatividade das cianobactérias nos ambientes estudados, pertencendo principalmente aos gêneros Cylindrospermopsis, Raphidiopsis e Anabaena. Atentando para as mudanças que vêm ocorrendo nos ecossistemas em decorrência dos problemas ambientais, os livros didáticos de Biologia se encontram em fase de modificações para atender às demandas de conhecimentos da sociedade contemporânea, porém as propostas pedagógicas e a abordagem do ensino ainda precisam avançar, uma vez que, na maioria deles, ainda há uma centralização no processo de ensino-aprendizagem na figura do professor.

5
  • THAISE SOUSA DA SILVA
  • PERCEPÇÕES DE COMUNIDADES RURAIS E INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE COMO SUBSÍDIOS Á CONSERVAÇÃO DE ÁREAS DE CAATINGA NO RIO GRANDE DO NORTE

  • Orientador : ELIZA MARIA XAVIER FREIRE
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DANIEL DURANTE PEREIRA ALVES
  • ELIZA MARIA XAVIER FREIRE
  • GESINALDO ATAÍDE CÂNDIDO
  • MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
  • MARIA CRISTINA BASÍLIO CRISPIM DA SILVA
  • Data: 26/08/2014

  • Mostrar Resumo
  • A degradação ambiental é um problema global que afeta particularmente regiões submetidas a variações climáticas sazonais, como é o caso do semiárido brasileiro, mais precisamente o Domínio das Caatingas.  Aliada a outros fatores negativos, como o uso e ocupação desordenados, as consequências têm desafiado a ciência na busca pelo equacionamento dos problemas socioambientais gerados. Nesse sentido, a Percepção Ambiental tem sido um instrumento bastante relevante em estudos que tratam das relações entre meio ambiente e ações humanas, por possibilitar análises das concepções, atitudes e valores, principalmente aqueles relacionados à conservação ambiental. Aliada à Percepção Ambiental, os Indicadores de Sustentabilidade constituem ferramentas relevantes por possibilitarem mensurar as possíveis causas e consequências de problemas ambientais. Dentre os diversos Indicadores de Sustentabilidade, destaca-se o método pressão-estado-impacto-resposta (PEIR), que é um instrumento analítico que permite organizar e agrupar de maneira lógica os fatores que afetam, o impacto que geram na natureza e na saúde humana, assim como de que forma a sociedade e o poder público podem intervir para reverter a situação causada. Nessa perspectiva, foram estudadas três áreas de Caatinga no seridó do Rio Grande do Norte: Estação Ecológica do Seridó, Município de Serra Negra do Norte; Reserva Particular do Patrimonio Natural Stoessel de Brito, Município de Jucurutu; e parte da Serra de Santana, Município de Tenente Laurentino Cruz. Estas constituem áreas naturais protegidas e não protegidas e por isso, estão submetidas a diferentes formas de gestão, embora compartilhem semelhanças socioambientais; ou seja, as comunidades residentes nessas áreas, estão submetidas a vulnerabilidades e usam de forma desordenada as potencialidades dos recursos naturais. Nesse Cenário, esta tese teve como objetivo geral inserir as comunidades rurais no processo de conservação, utilizando a Percepção Ambiental dessas comunidades, aliada à análise da sustentabilidade dos municípios por meio do PEIR. As informações sobre percepção foram obtidas de dados primários e secundários de estudos anteriormente realizados em comunidades habitantes do entorno da ESEC Seridó, município de Serra Negra do Norte e da RPPN Stoessel de Brito, município de Jucurutu. E, por meio de observação direta e entrevistas no formato de formulários, aplicados a comunidades rurais do entorno da Caatinga do Município de Tenente Laurentino Cruz, foram obtidas suas percepções. Os resultados obtidos demonstraram que os entrevistados apresentam um conhecimento amplo sobre a degradação ambiental, suas causas e consequências, atende um vasto conhecimento sobre os recursos naturais existentes nessas áreas de Caatinga. A Análise do Sistema PEIR possibilitou identificar nas áreas estudadas que, nos municípios que abrigam Unidades de Conservação, a degradação ambiental está em menores proporções que naqueles que não possuem áreas protegidas, além de demonstrar que o conhecimento das comunidades e a aceitação destas em relação às Unidades de Conservação, potencializam as ações que podem ser utilizadas para a redução da degradação ambiental na Caatinga.


  • Mostrar Abstract
  • A degradação ambiental é um problema global que afeta particularmente regiões submetidas a variações climáticas sazonais, como é o caso do semiárido brasileiro, mais precisamente o Domínio das Caatingas.  Aliada a outros fatores negativos, como o uso e ocupação desordenados, as consequências têm desafiado a ciência na busca pelo equacionamento dos problemas socioambientais gerados. Nesse sentido, a Percepção Ambiental tem sido um instrumento bastante relevante em estudos que tratam das relações entre meio ambiente e ações humanas, por possibilitar análises das concepções, atitudes e valores, principalmente aqueles relacionados à conservação ambiental. Aliada à Percepção Ambiental, os Indicadores de Sustentabilidade constituem ferramentas relevantes por possibilitarem mensurar as possíveis causas e consequências de problemas ambientais. Dentre os diversos Indicadores de Sustentabilidade, destaca-se o método pressão-estado-impacto-resposta (PEIR), que é um instrumento analítico que permite organizar e agrupar de maneira lógica os fatores que afetam, o impacto que geram na natureza e na saúde humana, assim como de que forma a sociedade e o poder público podem intervir para reverter a situação causada. Nessa perspectiva, foram estudadas três áreas de Caatinga no seridó do Rio Grande do Norte: Estação Ecológica do Seridó, Município de Serra Negra do Norte; Reserva Particular do Patrimonio Natural Stoessel de Brito, Município de Jucurutu; e parte da Serra de Santana, Município de Tenente Laurentino Cruz. Estas constituem áreas naturais protegidas e não protegidas e por isso, estão submetidas a diferentes formas de gestão, embora compartilhem semelhanças socioambientais; ou seja, as comunidades residentes nessas áreas, estão submetidas a vulnerabilidades e usam de forma desordenada as potencialidades dos recursos naturais. Nesse Cenário, esta tese teve como objetivo geral inserir as comunidades rurais no processo de conservação, utilizando a Percepção Ambiental dessas comunidades, aliada à análise da sustentabilidade dos municípios por meio do PEIR. As informações sobre percepção foram obtidas de dados primários e secundários de estudos anteriormente realizados em comunidades habitantes do entorno da ESEC Seridó, município de Serra Negra do Norte e da RPPN Stoessel de Brito, município de Jucurutu. E, por meio de observação direta e entrevistas no formato de formulários, aplicados a comunidades rurais do entorno da Caatinga do Município de Tenente Laurentino Cruz, foram obtidas suas percepções. Os resultados obtidos demonstraram que os entrevistados apresentam um conhecimento amplo sobre a degradação ambiental, suas causas e consequências, atende um vasto conhecimento sobre os recursos naturais existentes nessas áreas de Caatinga. A Análise do Sistema PEIR possibilitou identificar nas áreas estudadas que, nos municípios que abrigam Unidades de Conservação, a degradação ambiental está em menores proporções que naqueles que não possuem áreas protegidas, além de demonstrar que o conhecimento das comunidades e a aceitação destas em relação às Unidades de Conservação, potencializam as ações que podem ser utilizadas para a redução da degradação ambiental na Caatinga.

6
  • SIMONE CASSIANO DE LIMA SOUSA
  • A IMPORTÂNCIA DA BIOTECNOLOGIA VEGETAL NO PROCESSO SOCIOAMBIENTAL DA CULTURA DA CARNAUBEIRA EM MUNICÍPIOS DO VALE DO AÇU

  • Orientador : MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
  • JULIANA ESPADA LICHSTON
  • MARLUCIA CRUZ DE SANTANA
  • REJANE JUREMA MANSUR CUSTÓDIO NOGUEIRA
  • Data: 28/08/2014

  • Mostrar Resumo
  • O desmatamento, bem como a exploração econômica extrativista não sustentada, vem colocando em risco as espécies nativas da vegetação do Nordeste Brasileiro. Dentre elas a carnaubeira (Copernicia prunifera), uma palmeira endêmica que tem importância econômica, social e ambiental comprovada. Até a década de 1970, a cera vegetal consistia no principal produto extraído dessa palmeira, tendo conquistado mercados nacionais e internacionais. Com a desvalorização da cera e as políticas de incentivo à agricultura intensiva, no Rio Grande do Norte muitos carnaubais foram substituídos por diversas culturas, principalmente na região do Vale do Açu. Como conseqüência, em menos de 25 anos a mata ciliar de carnaubeiras teve mais de 50% de sua área substituída por outras atividades econômicas, acarretando em prejuízos ambientais e sociais, principalmente na sub-região do Baixo-Açu. Paralelo a isso, a pouca sensibilização por parte das comunidades extrativistas a respeito da necessidade de conservação dos recursos ambientais e manejo adequado, aliado à adoção de técnicas rudimentares, contribuiram ainda mais com o impacto que este espécie vem sofrendo ao longo dessas ultimas décadas. Apesar dessa realidade, a carnaubeira continua a auxiliar na fixação do homem no campo e na complementação da renda por apresentar diversos usos, que varia desde o artesanato até a cadeia produtiva da cera. Para contornar essa realidade, acredita-se que uma comunidade atuante e respaldada de conhecimentos, possa colaborar com o resguardo dessa espécie em suas áreas de ocorrência, utilizando-se como instrumento a percepção ambiental. Por outro lado, a reposição natural da população de carnaubeira é dificultada pela característica de sua semente, pois apresenta dormência. Para contornar essa situação, as pesquisas em biotecnologia podem favorecer a produção de mudas em larga escala, além de nos possibilitar a implantação de banco de germoplasma com fins de melhoramento, proteção dos recursos genéticos e projetos de reflorestamento. Nesse contexto, o objetivo do trabalho é propor medidas que visem à conservação da carnaubeira utilizando como ferramentas a percepção ambiental e a biotecnologia vegetal. Para tanto, uma das etapas dessa pesquisa gerou o capítulo 1, intitulado: “A influência de meios de cultura e concentração de sacarose na germinação in vitro de embriões zigóticos de carnaubeira [Copernicia prunifera (Miller) H. E. Moore]”. Nele, embriões imaturos de carnaubeira, foram inoculados em diversos meios de cultura WPM, MS e Y3, com variadas concentrações de sacarose (30, 45 e 60 gramas), num fatorial 3x3, a fim de se observar qual tratamento induziria a maior taxa de germinação e formação de plantas normais. Ao fim de 90 dias, comprovou-se a partir da analise estatística com 5% de significância que a germinação dos embriões pode ocorrer nos meios de cultura testados com as variadas concentrações de sacarose, porém o meio MS não promove a conversão do embrião em plantas normais, sendo diferente dos demais.


  • Mostrar Abstract
  • O desmatamento, bem como a exploração econômica extrativista não sustentada, vem colocando em risco as espécies nativas da vegetação do Nordeste Brasileiro. Dentre elas a carnaubeira (Copernicia prunifera), uma palmeira endêmica que tem importância econômica, social e ambiental comprovada. Até a década de 1970, a cera vegetal consistia no principal produto extraído dessa palmeira, tendo conquistado mercados nacionais e internacionais. Com a desvalorização da cera e as políticas de incentivo à agricultura intensiva, no Rio Grande do Norte muitos carnaubais foram substituídos por diversas culturas, principalmente na região do Vale do Açu. Como conseqüência, em menos de 25 anos a mata ciliar de carnaubeiras teve mais de 50% de sua área substituída por outras atividades econômicas, acarretando em prejuízos ambientais e sociais, principalmente na sub-região do Baixo-Açu. Paralelo a isso, a pouca sensibilização por parte das comunidades extrativistas a respeito da necessidade de conservação dos recursos ambientais e manejo adequado, aliado à adoção de técnicas rudimentares, contribuiram ainda mais com o impacto que este espécie vem sofrendo ao longo dessas ultimas décadas. Apesar dessa realidade, a carnaubeira continua a auxiliar na fixação do homem no campo e na complementação da renda por apresentar diversos usos, que varia desde o artesanato até a cadeia produtiva da cera. Para contornar essa realidade, acredita-se que uma comunidade atuante e respaldada de conhecimentos, possa colaborar com o resguardo dessa espécie em suas áreas de ocorrência, utilizando-se como instrumento a percepção ambiental. Por outro lado, a reposição natural da população de carnaubeira é dificultada pela característica de sua semente, pois apresenta dormência. Para contornar essa situação, as pesquisas em biotecnologia podem favorecer a produção de mudas em larga escala, além de nos possibilitar a implantação de banco de germoplasma com fins de melhoramento, proteção dos recursos genéticos e projetos de reflorestamento. Nesse contexto, o objetivo do trabalho é propor medidas que visem à conservação da carnaubeira utilizando como ferramentas a percepção ambiental e a biotecnologia vegetal. Para tanto, uma das etapas dessa pesquisa gerou o capítulo 1, intitulado: “A influência de meios de cultura e concentração de sacarose na germinação in vitro de embriões zigóticos de carnaubeira [Copernicia prunifera (Miller) H. E. Moore]”. Nele, embriões imaturos de carnaubeira, foram inoculados em diversos meios de cultura WPM, MS e Y3, com variadas concentrações de sacarose (30, 45 e 60 gramas), num fatorial 3x3, a fim de se observar qual tratamento induziria a maior taxa de germinação e formação de plantas normais. Ao fim de 90 dias, comprovou-se a partir da analise estatística com 5% de significância que a germinação dos embriões pode ocorrer nos meios de cultura testados com as variadas concentrações de sacarose, porém o meio MS não promove a conversão do embrião em plantas normais, sendo diferente dos demais.

7
  • RAFAELLA ILIANA ALVES ARCILA CORREIA
  • GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS: GOVERNANÇA E GERENCIAMENTO DE CONFLITOS PELO USO DA ÁGUA EM REGIÃO DO SEMIÁRIDO NORDESTINO

  • Orientador : RAQUEL FRANCO DE SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RAQUEL FRANCO DE SOUZA
  • MARIA DE FATIMA FREIRE DE MELO XIMENES
  • VERA LUCIA LOPES DE CASTRO
  • JOANA DARC FREIRE DE MEDEIROS
  • TALDEN QUEIROZ FARIAS
  • Data: 28/08/2014

  • Mostrar Resumo
  • A água por ser bem vital e fator de desenvolvimento econômico e social carece de proteção pelo Estado e de uma gestão efetiva. Em razão disso, esta Tese analisa o panorama da Política Nacional de Recursos Hídricos e a efetivação de uma gestão integrada, compartilhada e participativa, contextualizando os princípios previstos na Política.

    O trabalho está focado na discussão de políticas públicas de acesso à água, analisando o Programa Água Doce em região do semiárido como estratégia de convivência e permanência de uma politica pública que garante o uso prioritário qual seja para o consumo humano. O marco conceitual deste estudo apoia-se, principalmente, nas contribuições de autores situados no campo reconhecido como governança, gestão das águas e conflitos pelo uso da água. Promoveu-se um estudo sobre o processo de implantação das diferentes “instituições e políticas” relacionadas à gestão das águas, contextualizando assim a mudança de paradigma na transição entre o modelo centralizador e aquele que leva em consideração a participação social, abrindo-se dessa maneira perspectivas mais amplas para a análise dos conteúdos e dos impactos decorrentes dessas políticas. Para o desenvolvimento deste estudo, foi realizado o acompanhamento – tanto documental, quanto presencial - das atividades de campo realizadas enquanto consultora do Programa Água Doce. O relato do histórico da gestão de águas na região semiárida foi estudado, retratando movimentos de conflito e cooperação entre os atores. Apesar de grandes entraves para firmar a gestão compartilhada e descentralizada, o estudo desta tese aponta para um gradual avanço na formulação de políticas públicas que prezem a governança, a gestão participativa dos recursos hídricos, com perspectivas positivas rumo à implantação de ações coordenadas e cooperativas na região que sofre com a escassez de chuvas, consequentemente de água para irrigação e o consumo humano, principalmente. 


  • Mostrar Abstract
  • A água por ser bem vital e fator de desenvolvimento econômico e social carece de proteção pelo Estado e de uma gestão efetiva. Em razão disso, esta Tese analisa o panorama da Política Nacional de Recursos Hídricos e a efetivação de uma gestão integrada, compartilhada e participativa, contextualizando os princípios previstos na Política.

    O trabalho está focado na discussão de políticas públicas de acesso à água, analisando o Programa Água Doce em região do semiárido como estratégia de convivência e permanência de uma politica pública que garante o uso prioritário qual seja para o consumo humano. O marco conceitual deste estudo apoia-se, principalmente, nas contribuições de autores situados no campo reconhecido como governança, gestão das águas e conflitos pelo uso da água. Promoveu-se um estudo sobre o processo de implantação das diferentes “instituições e políticas” relacionadas à gestão das águas, contextualizando assim a mudança de paradigma na transição entre o modelo centralizador e aquele que leva em consideração a participação social, abrindo-se dessa maneira perspectivas mais amplas para a análise dos conteúdos e dos impactos decorrentes dessas políticas. Para o desenvolvimento deste estudo, foi realizado o acompanhamento – tanto documental, quanto presencial - das atividades de campo realizadas enquanto consultora do Programa Água Doce. O relato do histórico da gestão de águas na região semiárida foi estudado, retratando movimentos de conflito e cooperação entre os atores. Apesar de grandes entraves para firmar a gestão compartilhada e descentralizada, o estudo desta tese aponta para um gradual avanço na formulação de políticas públicas que prezem a governança, a gestão participativa dos recursos hídricos, com perspectivas positivas rumo à implantação de ações coordenadas e cooperativas na região que sofre com a escassez de chuvas, consequentemente de água para irrigação e o consumo humano, principalmente. 

8
  • ANA KATARINA OLIVEIRA ARAGAO
  • ÍNDICE DE QUALIDADE AMBIENTAL DO VALE DO AÇU/RN: uma análise sobre as principias atividades econômicas da Região

  • Orientador : MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIANE MARINHO SORIANO
  • GEORGE SATANDER SÁ FREIRE
  • MAGDI AHMED IBRAHIM ALOUFA
  • MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
  • MARLUCIA CRUZ DE SANTANA
  • Data: 23/10/2014

  • Mostrar Resumo
  • Acreditando que as atividades econômicas do Vale do Açu, Rio Grande do Norte, são fontes expressivas de degradação dos recursos naturais locais, e considerando a associação entre o modelo analítico Pressão-Estado-Resposta e a avaliação da qualidade ambiental no levante a sustentabilidades, a Tese apresentada desenvolveu-se com de diagnosticar a condição ambiental do Vale do Açu em decorrência da ação dos principais processos produtivos regionais construindo para tanto um índice de qualidade ambiental cujos resultados ajudarão a compor o corpo de informações indispensáveis à gestão e planejamento ambientais, bem como à elaboração de políticas públicas e ações mitigadoras. Para consecução desse propósito foi realizado um levantamento de impacto ambiental baseado em pesquisa documental e investigações de campo (Capítulo 01); a construção propriamente dita do índice de qualidade do Vale do Açu a partir do uso do sistema de indicadores ambientais do modelo analítico Pressure-State-Response (Capítulo 02) e, com base no diagnostico apresentado, elaborou-se uma proposta de zoneamento ambiental para área em estudo (Capítulo 03). Os resultados mostram que as principais atividades econômicas do Vale do Açu (agricultura, indústria ceramista, cerâmicas, extrativismo vegetal e produção de carvão vegetal) exercem expressivas transformações nos recursos naturais locais pressionando-os ao ponto de classificar a condição ambiental da Região em um nível intermediário cujo valor indicado (0,40) encontra-se no limite para avançar a uma pior condição. Nesse contexto, a proposta de Zoneamento ambiental apresentada é sugerida como ferramenta de gestão e planejamento podendo auxiliar tanto a tomada de decisão dos gestores públicos locais quanto à elaboração de medidas de resguarde e ações mitigadoras por parte dos atores sociais locais e também dos referidos gestores.


  • Mostrar Abstract
  • Acreditando que as atividades econômicas do Vale do Açu, Rio Grande do Norte, são fontes expressivas de degradação dos recursos naturais locais, e considerando a associação entre o modelo analítico Pressão-Estado-Resposta e a avaliação da qualidade ambiental no levante a sustentabilidades, a Tese apresentada desenvolveu-se com de diagnosticar a condição ambiental do Vale do Açu em decorrência da ação dos principais processos produtivos regionais construindo para tanto um índice de qualidade ambiental cujos resultados ajudarão a compor o corpo de informações indispensáveis à gestão e planejamento ambientais, bem como à elaboração de políticas públicas e ações mitigadoras. Para consecução desse propósito foi realizado um levantamento de impacto ambiental baseado em pesquisa documental e investigações de campo (Capítulo 01); a construção propriamente dita do índice de qualidade do Vale do Açu a partir do uso do sistema de indicadores ambientais do modelo analítico Pressure-State-Response (Capítulo 02) e, com base no diagnostico apresentado, elaborou-se uma proposta de zoneamento ambiental para área em estudo (Capítulo 03). Os resultados mostram que as principais atividades econômicas do Vale do Açu (agricultura, indústria ceramista, cerâmicas, extrativismo vegetal e produção de carvão vegetal) exercem expressivas transformações nos recursos naturais locais pressionando-os ao ponto de classificar a condição ambiental da Região em um nível intermediário cujo valor indicado (0,40) encontra-se no limite para avançar a uma pior condição. Nesse contexto, a proposta de Zoneamento ambiental apresentada é sugerida como ferramenta de gestão e planejamento podendo auxiliar tanto a tomada de decisão dos gestores públicos locais quanto à elaboração de medidas de resguarde e ações mitigadoras por parte dos atores sociais locais e também dos referidos gestores.

SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao